Sistema Digestivo Humano

Filipe  Fernandes
Slide Set by Filipe Fernandes, updated more than 1 year ago
Filipe  Fernandes
Created by Filipe Fernandes over 3 years ago
12
0

Description

Etapas da digestão

Resource summary

Slide 1

Slide 2

    Digestão na boca
    A boca é onde se inicia o processo de digestão dos alimentos, principalmente a digestão química dos carboidratos. Nela há dentes que trituram o alimento e juntamente com a língua, envolvem os pedaços dos alimentos com a saliva, que são produzidas e secretadas pelas glândulas salivares que ficam em anexo à boca, parótidas, submaxilares e sublinguais.  A saliva possui a enzima amilase, também denominada ptialina, que digere o amido e outros polissacarídeos, como no caso do glicogênio, reduzindo-os em moléculas menores como a maltose. Essa enzima perde sua ação em pH ácido, logo sua ação é inibida ao chegar no estômago.  Após a trituração, mastigação e salivação forma-se o bolo alimentar, que é deglutido e direcionado para a faringe, na qual se contrai, levando o bolo alimentar para o esôfago. Os movimentos peristálticos levam o bolo alimentar do esôfago para o estômago.

Slide 3

    Digestão no estômago
    No estômago, o bolo alimentar é armazenado e misturado com o suco gástrico que é constituído, principalmente, pelo ácido clorídrico, que mantém o pH ácido estomacal. A liberação do suco gástrico é controlada pelo hormônio gastrina.  A acidez favorece a ação da principal enzima, a pepsina, uma protease cuja forma inativa é o pepsinogênio, mas que em ambiente ácido transforma-se em pepsina que quebra as ligações químicas entre os aminoácidos de uma proteína.  Como resultado da digestão química do bolo alimentar, forma-se o suco alimentar, chamado quimo. Uma parte do quimo é assimilado no estômago, mas a maior parte ocorre no intestino delgado.

Slide 4

    No intestino delgado, ocorre a maior parte da digestão e absorção dos nutrientes. Esse órgão divide-se em: duodeno, jejuno e íleo.  O quimo ao chegar ao duodeno estimula os hormônios secretina e colecistocinina que atuam na secreção do suco pancreático pelo pâncreas e da bile pelo fígado, respectivamente. A bile, sintetizada pelo fígado e armazenada na vesícula biliar, auxilia na emulsificação da gordura (lipídios). Já o suco pancreático possui várias enzimas como a amilase pancreática que digere amido, carboxipeptidase quebra peptídeos, lipase que digere lipídios dentre outros. Essas secreções se juntam com o suco entérico, produzido pela mucosa intestinal, que possui outras enzimas que participam na digestão de lipídios, proteínas e carboidratos.  No jejuno e íleo, o suco intestinal é composto por várias enzimas que atuam nas etapas finais da digestão, como por exemplo, a maltase e sacarase. Nessa região, a maioria dos nutrientes é absorvido pelo sangue e, com isso, nutrindo todas as células do organismo. O que não foi absorvido, como água e a massa contendo principalmente as fibras, é direcionado para o intestino grosso.   
    Digestão no Intestino Delgado

Slide 5

    Intestino Grosso
    No intestino grosso, encontram-se algumas bactérias que habitam a flora intestinal que fermentam, decompondo o alimento que geram gases e outros produtos como a vitamina K absorvidas pelo corpo. O material que não foi digerido forma as fezes, que se acumulam no reto e são eliminadas para fora do ânus.
Show full summary Hide full summary

Similar

Romeo and Juliet: Act by Act
PatrickNoonan
Themes in Lord of the Flies
lowri_luxton
GCSE AQA Biology - Unit 3
James Jolliffe
Chemistry 1
Peter Hoskins
CCNA Security 210-260 IINS - Exam 3
Mike M
Diagnostico Organizacional Mapa Conceptual
ana viviana ortega
mi mapa conceptual
alejandro rodriguez
Revisión sistemática: especies de serpientes implicadas con mayor frecuencia en accidentes ofídicos en América Latina entre 2009 y 2020
Valentina Acevedo García
LOS IMPUESTOS
Maria Paula Cardona Aux
Biology Unit 2 - DNA, meiosis, mitosis, cell cycle
Philippa crick
ESTRATEGIAS DE LECTURA CRÍTICA
Alba Garcia