SISTEMA NERVOSO CENTRAL / PERIFÉRICO/NEUROTRANSMISSORES/RECEPTORES

Description

NEUROFISIOLOGIA Mind Map on SISTEMA NERVOSO CENTRAL / PERIFÉRICO/NEUROTRANSMISSORES/RECEPTORES, created by adriana Cavalcante on 04/16/2020.
adriana  Cavalcante
Mind Map by adriana Cavalcante, updated more than 1 year ago
adriana  Cavalcante
Created by adriana Cavalcante over 3 years ago
88
0

Resource summary

SISTEMA NERVOSO CENTRAL / PERIFÉRICO/NEUROTRANSMISSORES/RECEPTORES
  1. SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO
    1. CONCEITOS NEURAIS
      1. SINAPSES
        1. É a região localizada entre neurônios onde agem os neurotransmissores (mediadores químicos), transmitindo o impulso nervoso de um neurônio a outro, ou de um neurônio para uma célula muscular ou glandular.
        2. NEUROTRANSMISSORES
          1. SÃO SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PRODUZIDAS PELOS NEURÔNIOS, LIBERADAS NAS SINAPSES, CAPAZES DE INTERAGIR COM RECEPTORES ESPECÍFICOS PARA TRANSMITIR INFORMAÇÕES A OUTRAS CÉLULAS, ALTERAÇÕES DE SUAS FUNÇÕES
          2. RECEPTORES
            1. Os receptores são macromoléculas proteicas PRESENTES NA MEMBRANA PLASMÁTICA OU INTERIOR DAS CÉLULAS QUE. INTERAGEM COM OS NEUROTRANSMISSORES PARA TRANSMITIR INFORMAÇÕES, DESENCANDEIAM ALTERAÇÕES BIOMOLECULARES E MODIFICAM A FUNÇÃO CELULAR.
          3. REGULAÇÃO NEURAL
            1. Neurohormônios: secreção na corrente sanguínea
              1. Neuromoduladores: secreção a partir de sítios não sinápticos, influencial atividade
                1. Neuromediadores: secreção em sítios específicos celulares (mensageiros)
                  1. Fatores neurotróficos: produzidas no SNC para reparar lesões(NGF)
                  2. COMUNICAÇÃO CELULAR
                    1. As células se comunicam por difusão simples, distribuição de materiais através do sistema circulatório e envio rápido e específico de mensagens através do sistema nervoso: há dois tipos de comunicação celular
                      1. QUÍMICA
                        1. Quando as moléculas são secretadas no liquido extracelular
                          1. COMUNICAÇÃO QUÍMICA LOCAL: Quando estão abertos os canais, as duas células funcionam como se fosse uma, e passam de uma pra outra moléculas como aminoácidos, ATP e o AMPc. A transferencia citoplasmática ocorre por DIFUSÃO.
                            1. comunicação química à distância via neuro-hormonal
                            2. COMUNICAÇÃO QUÍMICA LOCAL AUTÓCRINA E PARÁCRINA: CÉLULAS PRÓXIMAS;
                              1. COMUNICAÇÃO QUÍMICA À DISTÂNCIA VIA HORMONAL: célula endócrina. O mensageiro químico é um hormônio
                                1. comunicação à distância via hormonal
                                  1. comunicação química à distância via neurotransmissora; Através do neurônio,. O mensageiro químico é um neurotransmissor, que é transportado do corpo celular para o terminal axonal por transporte axoplas-mático
                                  2. ELÉTRICA
                                    1. Ocorre através de variações de potencial de membrana da célula
                                  3. comunicam-se entre si por meio de sinais que emitem umas às outras
                                  4. SINAPSES
                                    1. São junções neuronais que transmitem sinais nervosos de um neurônio para um próximo. sua principal função é modular a atividade nervosa, ou seja, aumentar ou diminuir a frequência do impulso nervoso. Portanto, podemos ter nas sinapses excitação, inibição e ambas ao mesmo tempo.
                                      1. ETAPAS DA NEUROTRANSMISSÃO
                                        1. NEUROTRANSMISSORES: ACETILCOLINA, SEROTONINA, GABA, GLUTAMATO, HISTAMINA, EPINEFRINA, NOREPINEFRINA, DOPAMINA
                                          1. NEUROTRANSMISÃO GABAERGICA
                                            1. GABA (ÁCIDO GAMA-AMINO-BUTÍRICO: PRINCIPAL NEURO-TRANSMISSOR INIBITÓRIO NO SNC; DISTRIBUÍDO POR TODO SNC; PARTICIPA NOS EFEITOS DE ANSIOLÍTICOS, HIPNÓTICOS E ANTICONVULSIVANTES
                                              1. NEUROTRANSMISSÃO GABAÉRGICA-RECEPTORES
                                            2. NEUROTRANSMISSÃO GLICINÉRGICA
                                              1. NEUROTRANSMISSÃO GLUTAMATÉRGICA
                                                1. NEUROTRANSMISSÃO HISTAMINÉRGICA
                                                  1. NEUROTRANSMISSÃO COLINÉRGICA: ACETILCOLINA. MEMÓRIA
                                                    1. NEUROTRANSMISSÃO NORADREÉRGICA: NOREPRINEFRINA É O NEUROTRANSMISSOR. AÇÃO INIBITÓRIA E EXCITATÓRIA
                                                      1. NEUROTRANSMISSÃO SEROTNONINÉRGICA: SEROTONINA. MECANISMO DE AÇÃO DE VÁRIOS ANTI-DEPRESSIVOS. RECEPTORES DO TIPO HT-3. BLOQUEIO D RECAPTAÇÃO NEURONAL DE 5HT
                                                        1. PEPTÍDIOS;: capazes de regular a atividade neural, isoladamente ou em conjunto com NT.
                                                          1. principais peptídeos
                                                            1. VIP; BDNF; ENCEFALINAS; SUBSTÂNCIA P; E SOMATOSTATINA
                                                          2. NEUROTRANSMISSÃO DOPAMINÉRGICA: DOPAMINA: NEUROTRANSMISSOR QUE SE CONCENTRA EM ALGUMAS REGIÕES DO SNC, SOS SISTEMAS. PARKINSON, ENQUISOFRENIA, SECREÇÕES HORMONAIS
                                                            1. NEUROTRANSMISSÃO HISTAMINÉRGICA:
                                                      2. DIVISÃO ANATÔMICA
                                                        1. Tecido Nervoso
                                                          1. A função do tecido nervoso é fazer as comunicações entre os órgãos do corpo e o meio externo. Tudo acontece de forma muito rápida. Através dos neurônios, o sistema nervoso recebe estímulos, decodifica as mensagens e elabora respostas.
                                                          2. Nossa PELE É UM SENSOR. Um receptor. Através dela as informações chegam ao cérebro.
                                                            1. REDE DE COMUNICAÇÃO
                                                              1. SNC
                                                                1. ENCÉFALO/MEDULA ESPINHAL
                                                                  1. Tem a função de transmitir os impulsos do sistema ervoso central (SNC) para as outras parntes do corpo graças ao sistema nervoso periférico (SNP)
                                                                2. SNP
                                                                  1. GÂNGLIOS/NERVOS
                                                                    1. GÂNGLIOS: são regiões dilatadas que estão localizadas nos caminhos percorridos pelos nervos. Eles são formados por acúmulos de corpos celulares e estão situados fora do SNC.
                                                                      1. NERVOS:Os nervos são cordões formados por fibras nervosas dispostas paralelamente e envoltas por tecido conjuntivo. Essas estruturas são responsáveis por unir o sistema nervoso central aos órgãos do nosso corpo, conduzindo, pelas fibras, os impulsos nervosos. As fibras que conduzem o estímulo até o SNC são chamadas de sensitivas, e aquelas que trazem a resposta são chamadas de motoras.
                                                                      2. O SNP é a parte do sistema nervoso formada pelos nervos e gânglios. Sua função primordial é levar informações dos órgãos periféricos até o SNC e trazer as respostas desse sistema novamente para os órgãos. Sendo assim, esse sistema é responsável por conduzir informações.
                                                                  2. SISTEMA NERVOSO
                                                                    1. SISTEMA NERVOSO CENTRAL
                                                                      1. CÉREBRO
                                                                        1. TRONCO CEREBRAL
                                                                          1. CEREBELO
                                                                            1. MEDULA ESPINHAL
                                                                              1. O sistema nervoso central é constituído pelo cérebro, cerebelo e medula espinhal. Como não contém um estroma de tecido conjuntivo, o sistema nervoso central tem a consistência de uma massa mole. Quando corados, o cérebro, o cerebelo e a medula espinhal mostram regiões brancas (substância branca) e regiões acizentadas (substância cinzenta). A distribuição da mielina é responsável por essa diferença de cor, que é visível a fresco. Os principais constituintes da substância branca são axônio mielinizados, oligodendrócitos produtores de mielina. Ela possui também outras células da glia. A substância branca não contém corpos de neurônios. A substância cinzenta é formada de corpos de neurônios, dendritos, a porção inicial não mielinizada dos axônios e células da glia. Na substância cinzenta têm lugar as sinapses do sistema nervoso central. A substância cinzenta predomina na superfície do cerebro e do cerebelo, constituindo o córtex cerebral e o córtex cerebelar, enquanto que a substância br
                                                                              2. SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO
                                                                                1. SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
                                                                                  1. SIMPÁTICO
                                                                                    1. PARASIMPÁTICO
                                                                                      1. (SNA) é a parte do Sistema Nervoso Periférico responsável por regular as funções neurovegetativas cujo controle é involuntário: sistemas respiratório, cardiovascular, renal, digestório e endócrino
                                                                                        1. ENTÉRICO
                                                                                          1. nosso cérebro está intimamente conectado com o intestino graças ao sistema nervoso entérico.
                                                                                            1. CONEXÃO INTESTINO-CÉREBRO
                                                                                          2. SISTEMA NERVOSO SOMÁTICO
                                                                                          3. COMUNICAÇÃO QUÍMICA NEUROTRASNMISSORES: funções/disfunções do cérebro humano, são compreendidas com o conhecimento da comunicação entre as células nervosas (neurônios)
                                                                                            1. O sistema nervoso é o sistema responsável por captar, processar e gerar respostas diante dos estímulos aos quais somos submetidos. É devido à presença desse sistema que somos capazes de sentir e reagir a diferentes alterações que ocorrem em nossa volta e mesmo no interior do nosso corpo.
                                                                                            2. ESTRUTURA DA MEDULA ESPINHAL
                                                                                              1. A medula espinhal ou espinal é um cordão cilíndrico, composto de células nervosas, localizada no canal interno das vértebras. Faz parte do sistema nervoso central.
                                                                                            Show full summary Hide full summary

                                                                                            Similar

                                                                                            Neurobiologia da Memória
                                                                                            Daiane Benincá de David
                                                                                            Neurofisiologia
                                                                                            Paul C
                                                                                            Neurofisiologia
                                                                                            Cássia Gomes
                                                                                            Aprendizagem e Memória
                                                                                            ANA CLARA GOMES GALDINO
                                                                                            Homeostase
                                                                                            Julia Almeida
                                                                                            INTRODUÇÃO À NEUROFISIOLOGIA
                                                                                            adriana Cavalcante
                                                                                            Neurofisiologia e Neuroquímica
                                                                                            Daiane Benincá de David
                                                                                            Neurofisiologia 1 - Neurônios (classificação)
                                                                                            Daniel Bronzati
                                                                                            Sistema Nervoso Motor
                                                                                            Júlia Castro
                                                                                            2ª Unidade
                                                                                            Thaisa Rocha
                                                                                            Bioeletrogênese
                                                                                            Ricardo Victor Lucena