Viscosidade

Description

parte 4
Eugenio Júnior Warpechowski
Mind Map by Eugenio Júnior Warpechowski, updated more than 1 year ago
Eugenio Júnior Warpechowski
Created by Eugenio Júnior Warpechowski over 2 years ago
11
0

Resource summary

Viscosidade
  1. A viscosidade é uma medida quantitativa da resistência de um fluido ao escoamento. Mais especificamente, ela determina a taxa de deformação do fluido que é gerada pela aplicação de uma dada tensão de cisalhamento.
    1. Variação da viscosidade com a temperatura
      1. A temperatura tem um forte efeito e a pressão um efeito moderado sobre a viscosidade. A viscosidade dos gases e da maioria dos líquidos aumenta lentamente com a pressão. A água tem um comportamento anormal, apresentando um decréscimo muito suave abaixo de 30 °C. Como a variação na viscosidade é muito pequena para pressões de até 100 atm
        1. Condutividade térmica
          1. Assim como a viscosidade relaciona a tensão aplicada com a taxa de deformação resultante, há uma propriedade chamada de condutividade térmica k que relaciona o vetor taxa de fluxo de calor por unidade de área q ao vetor gradiente de temperatura T. Essa proporcionalidade, observada experimentalmente para fluidos e sólidos, é conhecida como lei de Fourier da condução de calor
            1. Fluidos não newtonianos
              1. Os fluidos que não seguem a lei linear da Equação são chamados de não newtonianos e são tratados em livros sobre reologia
                1. Dilatante. No fluido dilatante a resistência aumenta com o aumento da tensão aplicada. Exemplos são suspensões de amido ou água com areia. O caso clássico é a areia movediça, que tende a endurecer quando a agitamos.
                  1. Pseudoplástico. Um fluido pseudoplástico diminui a resistência com o aumento da tensão aplicada. Um fluido fortemente pseudoplástico é chamado de plástico. Alguns exemplos são soluções de polímeros, suspensões coloidais, polpa de papel em água, tinta latex,
                    1. Plástico de Bingham. O caso-limite de uma substância plástica é aquele que requer uma tensão de escoamento finita para começar a escoar. A Figura 1.9a mostra um comportamento linear do escoamento, mas pode ocorrer o caso de um escoamento não linear. Alguns exemplos são suspensões de argila, lama de perfuratrizes, pasta de dente, maionese, chocolate e mostarda. O caso clássico é o ketchup, que não sai do frasco até que uma tensão seja aplicada, apertando o tubo.
                    2. Tensão superficial
                      1. Um líquido, não tendo a capacidade de se expandir livremente, formará uma interface com um segundo líquido ou um gás. A físico-química dessas superfícies interfaciais é bem complexa, e inúmeros livros-texto são dedicados a essa especialidade [30]. As moléculas no interior do líquido repelem-se umas às outras devido à sua proximidade. As moléculas na superfície são menos densas e se atraem umas às outras. Como metade de sua vizinhança está ausente, o efeito mecânico é que a superfície está sob tensão. Podemos tratar adequadamente os efeitos superficiais em mecânica dos fluidos com o conceito de tensão superficial
                Show full summary Hide full summary

                Similar

                Fluidos e Pressão
                Leonardo Pimentel
                Mecânica de Fluidos_EA
                Maria Do Rosário7976
                O fluido como um meio contínuo
                Eugenio Júnior Warpechowski
                CCNA Part 1
                Axiom42
                AQA Biology 11.2 mitosis
                Charlotte Hewson
                AS English language terminology revision
                Caitlin Hadfield
                General questions on photosynthesis
                Fatima K
                Medicine Through Time - Keywords
                Lara Jackson
                10 Ways to Improve Your Productivity
                Rebecca Tarpey