PORÍFEROS

andrielivipaan
Mind Map by andrielivipaan, updated more than 1 year ago
andrielivipaan
Created by andrielivipaan over 6 years ago
298
5

Description

Mind Map on PORÍFEROS, created by andrielivipaan on 09/11/2013.

Resource summary

PORÍFEROS
1 TIPOS:
1.1 ÁSCON: É a forma mais primitiva dos espongiários, onde só aparece uma abertura denominada de ósculo, por onde sai a aágua que penetra pela superfície porosa da esponja.
1.2 SÍCON: Aspecto de vaso fixo a um substrato. A parede do corpo aparece com uma série de dobras que forma os canais inalantes externos, que terminam em um fundo cego, e canais exalantes internos que desembocam no átrio.
1.3 LÊUCON: Apresenta uma extrutura mais complexa. O átrio é reduzido e as paredes do corpo são bem desenvolvidas. Nestas esponjas ocorrem uma série de canais que desembocam em câmaras vibráteis.
2 CORPO E TIPOS DE CÉLULAS:
2.1 PINACÓCITO: Células achatadas que revestem a parte externa e as esponjas como uma espécie de epiderme.
2.2 AMEBÓCITO: Céluas livres. Originam todos os tipos de células das esponjas. Responsável por ser crescimento e capacidade de regeneração.
2.3 COANÓCITOS: Células flageladas, com membranas em forma de colarinho que revestem o átrio das esponjas. O movimento dos flagelos, cria a corrente líquida que circula através do corpo delas, trazendo partículas nutritivas e oxigênio.
2.4 PORÓCITOS: Células dotadas de um poro central que as atravessa de lado a lado. Localiza-se de espaço em espaçona parede do corpo das esponjas, e é através delas que a água penetra.
3 FISIOLOGIA
3.1 DIGESTÃO: As esponjas não possuem sistema digestório, a digestão é exclusivamente intracelular. Se alimentam de pequenas partículas em suspensão na água que circula em seu corpo.
3.2 RESPIRAÇÃO: Não apresentam sistema respiratório, e as trocas gasosas ocorrem por difusão. --> O2; <-- CO2.
3.3 EXCREÇÃO: Não apresentam sistema excretor. As excretas entram nas células e saem delas por difusão e são levadas pela corrente de água.
4 REPRODUÇÃO:
4.1 -ASSEXUADA: -> BROTAMENTO: Surge um broto no corpo da esponja, que pode se soltar e dar origem à um novo indivíduo.
4.2 -> FRAGMENTAÇÃO: Pequenos fragmentos de esponja podem dar origem a novos indivíduos, pois as esponjas possuem um grande poder de regeneração.
4.3 -> GERMULAÇÃO: Ocorre em poríferos de água doce. Forma-se gêmulas, estrutura de resistência que se formam no interior do corpo da esponja. São compostas de células indiferenciadas e protegidas por um envoltório rígido.
4.4 -SEXUADA: Os poríferos podem ser monóicos (hermafrodita) ou dióicos e , na maioria, a fecundação é interna. Ela ocorre quando o espermatozóide penetra através do poro no átrio e é levado até o óvulo para a fecundação na mesogléia. Depois da fecundação, o zigoto se desenvolve e forma larvas móveis e ciliadas, sendo afiblástula nas esponjas calcárias e parenquímula nas silicosas orgânicas. Na fecundação externa os espermatozóides e os óvulos são lançados na água para ocorrer a fecundação.
5 Nomes: Andriele Reser e Luiza Severo. Turma: 304.
Show full summary Hide full summary

Similar

REINO ANIMALIA (INVERTEBRADOS)
Matheus de Paula Castro
Filo Porifera
Isabelle Christine Yai
Invertebrados
Laura Barbosa
Características dos Animals - Pedro Melo
Pedro Melo
Poríferos
Thiago Vale
Poríferos
marianacotuca
FILO PORIFERA (PORÍFEROS)
Carlos Julio
Ciências Naturais
isabelledd
REINO ANIMALIA (INVERTEBRADOS)
Natã Vargas