ARQUITETURA DO SISTEMA OPERACIONAL

Aldair Schmitberger Júnior
Mind Map by Aldair Schmitberger Júnior, updated 10 months ago
Aldair Schmitberger Júnior
Created by Aldair Schmitberger Júnior 10 months ago
1
0

Description

Mind Map on ARQUITETURA DO SISTEMA OPERACIONAL, created by Aldair Schmitberger Júnior on 11/27/2019.

Resource summary

ARQUITETURA DO SISTEMA OPERACIONAL
1 MODOS DE ACESSO
1.1 modo usuário
1.2 modo kernel
2 SYSTEM CALLS
2.1 fornecem a interface entre um processo e o sistema operacional. Essas chamadas estão disponíveis como instruções em linguagem assembly e, em geral, são listadas nos manuais usados por programadores em linguagem assembly
2.2 Certos sistemas permitem que as chamadas ao sistema sejam feitas diretamente de um programa de linguagem de nível mais alto e, nesse caso, as chamadas normalmente lembram chamadas de subrotinas ou de funções predefinidas
2.3 5 CATEGORIAS DE ACESSO
2.3.1 manipulação de arquivos
2.3.2 manutenção de informações
2.3.3 comunicações
2.3.4 controle de processo
2.3.5 manipulação de dispositivos
2.4 Operações de entrada/saída através das system calls
2.4.1 Um dos objetivos principais das system calls de E/S é simplificar a interface entre as aplicações e os dispositivos
2.4.2 São as chamadas de sistema que irão intermediar a solicitação de uso de algum dispositivo feito pelas aplicações. O programador ao elaborar uma aplicação não precisa fazer nenhuma referência à configuração do dispositivo a ser utilizado.
3 ARQUITETURA DO NÚCLEO (kernel)
3.1 Arquitetura monolítica
3.1.1 Neste tipo de organização, a forma mais comum de ser encontrada é aquela que estrutura o sistema como um conjunto de rotinas que podem interagir livremente umas com as outras
3.1.2 A estrutura monolítica pode ser comparada a um programa formados por vários procedimentos que são linkados, e formam um único programa execultável
3.2 Arquitetura de camadas
3.2.1 Um sistema em camadas divide o sistema operacional em camadas sobrepostas. Cada módulo oferece um conjunto de funções que podem ser utilizadas por outros módulos
3.2.2 A principal vantagem da abordagem em camadas é a modularidade
3.2.3 As camadas são selecionadas de forma que cada uma utilize as operações e serviços apenas das camadas de nível mais baixo.
3.2.4 o nível de segurança é baixo, pois é permitida a comunicação com camadas mais baixas sem passar pelas intermediárias.
3.2.5 Se for encontrado um erro durante a depuração de determinada camada, o erro deve estar nessa camada, porque as camadas inferiores já foram depuradas. Assim, o projeto e a implementação do sistema são simplificados quando o sistema é dividido em camadas.
3.3 Arquitetura microkernel
3.3.1 é um kernel menor
3.3.2 Em geral, os microkernels fornecem gerência mínima de memória e processos, além de um recurso de comunicação.
3.3.3 A principal função do microkernel é fornecer um recurso de comunicação entre programa cliente e os vários serviços que também estão em execução no espaço de usuário.
3.3.4 o sistema é dividido em processos, e cada um é responsável por oferecer um conjunto de serviços
3.3.4.1 serviços de arquivos
3.3.4.2 serviços de memória
3.3.4.3 serviços de escalonamento
3.3.5 fornece mais segurança e confiabilidade
3.3.5.1 a maior parte dos serviços esta sendo usada como processos de usuário, em vez de kernel. se ouver falha o resto do sistema operacional permanece inalterada
4 INTERPRETADOR DE COMANDOS
4.1 é a interface entre o usuário e o sistema operacional.
4.2 Consiste em muitos comandos do usuário passados ao sistema operacional por instruções de controle digitadas em uma linha da tela.
4.3 Sua função é obter o comando seguinte e executá-lo.
4.4 utilização do interpretador de comandos
4.4.1 1- O mouse é movido para posicionar o ponteiro sobre imagens na tela, ou ícones, que representam programas, arquivos ou funções.
4.4.1.1 2- Dependendo da localização do ponteiro do mouse, clicar em um botão do mouse pode chamar um programa, selecionar um arquivo ou diretório ou abrir um menu que contém comandos;
4.4.1.1.1 c) O clicar do mouse é a “chamada” a algum programa, arquivo ou pasta e irá utilizar o interpretador da linha de comando (shell). O clique do mouse já é, portanto, um comando que deverá ser interpretado pelo shell.
Show full summary Hide full summary

Similar

Segunda Guerra Mundial 1939-1945
miminoma
A-Level Chemistry: Atomic Structure
cian.buckley+1
SMART School Year Goals
Alice ExamTime
GCSE AQA Biology - Unit 2
James Jolliffe
GoConqr Guide to Flowcharts for Business
Sarah Egan
Pasos para la investigación documental.
Luis Gerardo Farias Orozco
PROPIEDADES QUÍMICAS Y FISÍCAS DE LOS MINERALES
Itzel Carrillo
mi mapa conceptual
alejandro rodriguez
Elementos de un proyecto de investigación
alan herrera
Cualidades de la Voz y Variedad Vocal "Expresión Oral"
Gressia Edith Velasquez
Situaciones de riesgo de la polifarmacia en el adulto mayor
ALONDRA ROBLES