Intoxicação por Animais Peçonhentos

virginiojanio2
Mind Map by virginiojanio2, updated more than 1 year ago
virginiojanio2
Created by virginiojanio2 over 6 years ago
24
0

Description

Toxicologia

Resource summary

Intoxicação por Animais Peçonhentos
  1. Aranhas
    1. Araneísmo;
      1. Loxosceles spp.
        1. Aranha Marrons, pequenas (1 cm),longas pernas (3 cm),não são agressivas;
          1. Sul, Sudeste
            1. Sinais Clínicos
              1. Lesão dermonecrotica
                1. Esfigomielinase (necrose)
                  1. Hialuronidase (difusão da necrose)
                    1. Alterações cutanea visceral ( hemolise, anemia,ictericea e hemoglobinuria 24- hrs após acidente)
                      1. Petéquias, equimoses, CID, ação proteolítica
                        1. Edema, dor, halo de necrose, eritema(avermelhado), prurido, hemorragia bolhosa focal, esquimia e necrose
                          1. Diagnostico laboratorial
                            1. Forma de apresentação
                              1. Sistemica- dados sobre a hemolise como anemia,hemoglobinuria sérica, trombocitopenia, diminuição do tempo de protrombina e aumento dos produtos de degradação da fibrina.
                                1. Cutânea- necrose, congestão e hemorragia.
                          2. Tratamento
                            1. Soro antiloxoscélico na fase inicial (humanos).
                              1. Corticoesteróides, compressas frias, antissépticos e curativos locais, antibioticos, transfusões.
                                1. Se hemolise, alcalinisar a urina com bicarbonato de sódio.
                              2. Phoneutria sp.
                                1. Aranha armadeira , aranha da bananas, agressiva, 8 olhos, corpo com 3 cm e patas com 15 cm.
                                  1. Desenho no dorso ( pera ou coração), podem saltar ate 40cm de distância.
                                    1. Sinais clínicos
                                      1. Neurotóxico, dor local, edema e paresia nos pontos de inoculação
                                        1. Diagnostico laboratorial
                                          1. Hiperglicemia, leucositose com neutrofilia e acidose metabolica.
                                            1. Tratamento
                                              1. LIDOCAINA SEM VASODILATADOR NO LOCAL DA PICADA (2 A 4 ML)
                                                1. Anti inflamatorio e compressas mornas
                                                  1. Analgésicos potentes
                                      2. Escorpiões
                                        1. Mecanismo de ação de veneno escorpiônico
                                          1. Tifystoxina- neurotoxinas
                                            1. Atua nos canais de Na despolarisação da membrana nas terminações nervosas perifericas
                                              1. Estimula o SNS e SNP liberação de acetilcolina e catecolaminas pós-ganglionares.
                                              2. Sinais Clinicos
                                                1. Dor local
                                                  1. Sudorese,êmese, hipermortilidade gastrientestinal, agitação, desorientação, hiperatividade, taquicardia sinusal ou bradicardia, arritimia cardiaca, taquipneia, hiperpnea.
                                                    1. Choque e as vezes convulsões
                                                      1. Diagnostico Laboratoria
                                                        1. Hiperglicemia, leucositose com neutrofilia, mioglobinúria e mioglobinemia. Alteração histopatologica, alteração diagnostica das fibras musculares cardiacas, area necroticas com inflamação de polimorfonucleares, lesoes hemoragicas.
                                                          1. Tratamento
                                                            1. Neutralizar o veneno circulante. Dor local com anestesico sem vasoconstritor (lidocaina 2%- 2 a 4 ml). Ate 3 vezes com intervalo de 30 min. Vasodilatatdores, anticolinergicos, antiemeticos, carticoesteroides e anticonvulsivantes;
                                                      2. Abelhas
                                                        1. Comportamento agressivo
                                                          1. Veneno farmacológico e alérgico
                                                            1. Apitoxina (melitina 50% de veneno seco); Hemolitica, cardiotoxina e citotóxina; Reduz fatores de coagulaçao; Meliferas: apamina (convulsoes, hiperatividade e espasmos).
                                                              1. Sinais clinicos
                                                                1. Diagnostico
                                                                  1. Ferroes e sinais clinicos; Diagnostico deferencial: reação alergica. Leucositose neutrofilica com desvio a esquerda, monocitose, esferocitose, anemia e hipoproteinemia;
                                                                    1. Tratamento
                                                                      1. suporte; retirar os ferroes
                                                                2. Sapos
                                                                  1. Bufo
                                                                    1. Glândulas parotidas
                                                                      1. Veneno
                                                                        1. Aminas biogenicos e derivados esteroides
                                                                    2. Serpentes
                                                                      Show full summary Hide full summary

                                                                      Similar

                                                                      Acidentes com escorpiões
                                                                      Olavo Gabriel
                                                                      Portfólio
                                                                      Joel Barbosa
                                                                      Lepidosauria
                                                                      Loy Santos
                                                                      Serpentes
                                                                      Loy Santos
                                                                      Artrópodes Terrestres
                                                                      Gaby Borges
                                                                      Manejo de acidentes ofídicos
                                                                      Isa Daniela Barbosa
                                                                      Acidentes com escorpiões
                                                                      Carolina Vilela
                                                                      AQA GCSE Biology genetic variation
                                                                      Olivia Phillips
                                                                      Fractions and percentages
                                                                      Tracey Budd