Projeto e Modelagem de Dados

Janiel Gomes
Mind Map by Janiel Gomes, updated more than 1 year ago
Janiel Gomes
Created by Janiel Gomes over 5 years ago
22
1

Description

Modelo Conceitual, logico e Física para construção de um banco de dados
Tags

Resource summary

Projeto e Modelagem de Dados
1 Modelo Conceitual
1.1 Entidades

Annotations:

  • conjunto de objetos sobre os quais é  preciso armazenar informações úteis. conjunto de vários elementos (mais que 1). conjuntos de elementos distinguíveis  que aceitam um código para diferenciá-los. seus atributos NÃO dependem de outras entidades. conjuntos qualificativos (ex. grau de instrução). Ex. de possíveis Entidades: pessoas, locais, objetos, documentos, etc.
1.1.1 Entidades fortes

Annotations:

  • são aquelas cuja existência independe de outras entidades, ou seja, por si só elas já possuem total sentido de existir. Em um sistema de vendas, a entidade produto, por exemplo, independe de quaisquer outras para existir.
1.1.2 Entidades fracas

Annotations:

  • o contrário das entidades fortes, as fracas são aquelas que dependem de outras entidades para existirem, pois individualmente elas não fazem sentido. Mantendo o mesmo exemplo, a entidade venda depende da entidade produto, pois uma venda sem itens não tem sentido. Leia mais em: Modelo Entidade Relacionamento (MER) e Diagrama Entidade-Relacionamento (DER)
1.1.3 Entidades associativas:

Annotations:

  • esse tipo de entidade surge quando há um relacionamento do tipo muitos para muitos (explicado a seguir). Nestes casos, é necessária a criação de uma entidade intermediária cuja identificação é formada pelas chaves primárias (explicado mais adiante) das outras duas entidades. No contexto de uma aplicação de vendas, como precisamos relacionar vendas e produtos numa relação muitos para muitos, a entidade produto não pode referenciar diretamente a venda, nem o inverso, pois isso caracterizaria um relacionamento um para um, ou um para muitos. Sendo assim, criamos uma entidade intermediária para representar os itens da venda, que tanto possuem a identificação do produto, quando da venda em que estão contidos. Neste caso específico, também caberiam a esta entidade informações como quantidade de itens e desconto unitário, por exemplo.
1.2 Relacionamentos

Annotations:

  • associação lógica entre entidades; representam os vínculos que existem entre as entidades no mundo real; são representados por losangos ou associações; Indicam um certo grau de dependência entre instâncias de entidades associadas; Ex. no sistema de controle acadêmico   o relacionamento MATRICULA, vincula um ALUNO a uma DISCIPLINA.
1.2.1 Cardinalidade
1.2.1.1 Relacionamento 1..1
1.2.1.2 Relacionamento 1..n ou 1..*
1.2.1.3 Relacionamento n..n ou *..*
1.2.2 Condicionalidade
1.2.2.1 Condicionais

Annotations:

  • São efetivamente aqueles relacionamentos em que nem todos os elementos de uma entidade A estão ligados com elementos da entidade B. Dizemos que este tipo de relacionamento possui opcionalidade.
1.2.2.2 Incondicionais

Annotations:

  • Todos os elementos de uma entidade estão obrigatoriamente relacionados com um elemento, no mínimo, da outra entidade. Neste caso, existe obrigatoriedade do relacionamento.
1.2.3 Totalidade

Annotations:

  • Uma Entidade é dita TOTAL num relacionamento, quando TODOS os seus elementos participam deste relacionamentos. Caso contrário a Entidade é dita PARCIAL.
1.3 Atributos

Annotations:

  • informações úteis a respeito de uma entidade ou relacionamento. os atributos de uma entidade permanecem constantes para todos os seus relacionamentos. os atributos de uma entidade são independentes de todas as demais entidades.São propriedades (características) que identificam as entidades. Uma entidade é representada por um conjunto de atributos. Os atributos podem ser simples, composto, multivalorado ou determinante. Nome, endereço, telefone e cidade, por exemplo, são atributos da entidade Clientes. Enquanto que salário, cargo e departamento são atributos da entidade funcionários. Existem quatro tipos de atributos: simples, composto, multivalorado e determinante.
1.3.1 Função

Annotations:

  • Os atributos podem ser classificados quanto à sua função da seguinte forma:
1.3.1.1 Descritivos

Annotations:

  • Aplicam-se à representação das características intrínsecas dos objetos. Ex.: data-nascimento(Pessoa), quantidade-cilindros(Veículo Automotor), índice-reajuste(Contrato), raça(Animal).
1.3.1.2 Nominativos

Annotations:

  • Além de descritivos, servem como definidores de nomes ou rótulos de identificação aos objetos. Ex.: Nro-cpf(Contribuinte), nome-funcionario(Funcionário), matrícula(Aluno),sigla-órgão(Órgão Funcional),prefixo-avião(Aeronave).
1.3.1.3 Referenciais

Annotations:

  • Não pertencem ao objeto em questão, mas fazem algum tipo de citação, ou ligação desse objeto com outro objeto. Ex.: local-trabalho(Funcionário), nome-fabricante(Automóvel),        nome-proprietário(Imóvel), cidade-nascimento(Funcionário).
1.3.2 Estrutura

Annotations:

  • Quanto à sua estrutura, podemos ainda classificá-los como
1.3.2.1 Simples

Annotations:

  • Possui apenas um conteúdo e tipo(domínio); Seu conteúdo não pode ser subdivido em sub-atributos;
1.3.2.2 Compostos

Annotations:

  • necessita ser dividido em sub-atributos, para que seu significado seja melhor compreendido.
1.3.2.3 Multi-valorados

Annotations:

  • pode assumir mais do que um valor para cada entidade, é diferenciado com um (*).
1.3.2.4 Determinante

Annotations:

  • seu valor representa um elemento da entidade.  seu valor é único e obrigatório.  deve ser sublinhado no projeto.
1.3.3 Definições

Annotations:

  • Algumas definições de atributos
1.3.3.1 Atributo obrigatório

Annotations:

  • É aquele que para uma instância de uma entidade ou relacionamento deve possuir um valor. (NOT NULL).
1.3.3.2 Atributo opcional

Annotations:

  • É aquele que para uma instância da entidade ou relacionamento pode possuir um valor. (NULL)
1.3.4 Classificação

Annotations:

  • Podemos classificar as entidades segundo o motivo de sua existência
1.3.4.1 Atributo Identificador

Annotations:

  • Atributo capaz de identificar exclusivamente cada ocorrência de uma entidade. Também conhecido como chave Primária ou Primary Key (PK). O Simbolo #, é utilizado para representar chaves primarias em algumas situações Ex: Código do Cliente , Código do Produto , etc.
1.3.4.2 Chave Candidata

Annotations:

  • Pode vir a ser uma chave Primária. A chave candidata que não é chave primária também chama-se chave Alternativa. Atributo ou grupamento de atributos que têm a propriedade de identificar unicamente uma ocorrência da entidade .
1.3.4.3 Chave Primaria

Annotations:

  • NÂO PODE haver duas ocorrências de uma mesma entidade com o mesmo conteúdo na Chave Primária b - A chave primária não pode ser composta por atributo opcional, ou seja , atributo que aceite nulo. Os atributos identificadores devem ser o conjunto mínimo que pode identificar cada instância de um entidade. Não devem ser usadas chaves externas. (Atributos sobre os quais você não tem controle. Ex: CPF) Cada atributo identificador da chave deve possui um tamanho reduzido Não deve conter informação volátil.
2 Modelo Físico
2.1
2.2
3 Modelo Logico
3.1
3.2
3.3
3.4
Show full summary Hide full summary

Similar

Processos PMBOK 5ª edição
Clenia Paradela
Software
Renato Salvador
Teste para a aula 02 - Gestão de Projetos
Jizabely Atanasio
AUMENTAR VENDAS DE CURSO
jefra.li
Projeto
203182014
Trânsito para o Ensino Fundamental
Sintian Scxhmidt
Projeto de Consultoria
Luis Amaro
Liera
pedro.gitahy
PROJETO DE PESQUISA
grasiport
PORTIFÓLIO
Cats Ita