Sistema Solar

joana_pinto_202
Mind Map by , created over 5 years ago

Biologia e Geologia (Geologia 10º ano) Mind Map on Sistema Solar, created by joana_pinto_202 on 02/12/2014.

63
5
0
joana_pinto_202
Created by joana_pinto_202 over 5 years ago
G11-As Rochas
Carolina Silva
Fotossíntese
joana_pinto_202
Biosfera
joana_pinto_202
Biology: Lung Disease
Sarah H-V
River Landscapes
Chima Power
INCOMPLETO - Biologia e Geologia - Geologia 11º ano, parte IV - Ensino Secundário Português
Heres Oliveira
Geologia 10ºANO
catarinacusca
As moléculas orgânicas e inorgânicas
Heres Oliveira
Biologia e Geologia - Geologia 10º ano, parte I - Ensino Secundário Português
Heres Oliveira
Evolução biológica
joana_pinto_202
Sistema Solar
1 Constituído por
1.1 Planetas

Annotations:

  •  - Planetas principais: descrevem as suas órbitas directamente em torno do Sol. - Planetas secundários ou satélites: descrevem translações em torno dos planetas principais.
1.1.1 Telúricos ou Rochosos

Annotations:

  • Mercúrio, Vénus, Terra, Marte Constituídos por materiais rochosos; Estruturados em camadas; Densidade Elevada; Diâmetro próximo da Terra; Atmosfera pouco extensa; Movimento de rotação lenta; Poucos satélites
1.1.2 Cintura de Asteróides
1.1.3 Gigantes ou Gasosos

Annotations:

  • Jupiter, Saturno, Urano, Neptuno Constituídos por gases; Diâmetro superior aos telúricos; Baixa densidade; Movimento de rotação de maior velocidade; Muitos satélites;
1.2 Asteroides

Annotations:

  • corpos rochosos de forma irregular que se deslocam geralmente entre as órbitas de Marte e Júpiter.
1.3 SOL
1.4 Cometas

Annotations:

  • corpos muito primitivos dos sistema solar, com órbitas muito excêntricas relativamente ao Sol. São constituídos por núcleo, cabeleira e cauda (rocha e gelo).
1.5 Meteoróides

Annotations:

  • corpos de dimensões variáveis, provenientes do espaço, que se tornam incandescentes ao atravessar a atmosfera. O rasto luminoso deixado por eles ao atravessar a atmosfera chama-se meteoro. Quando uma parte dos meteoróides consegue atingir a superfície, tem o nome de meteorito.
1.5.1 Siderito ou férreo

Annotations:

  • Ferro e níquel
1.5.2 Aerolito ou pétreo

Annotations:

  • Rocha/silicatos
1.5.2.1 Condrito

Annotations:

  • apresentam côndrulos, que são pequenas esferas com cerca de 1 mm de diâmetro de minerais como olivinas e piroxenas - minerais de altas temperaturas.
1.5.2.1.1 Ordinários
1.5.2.1.2 Carbonosos

Annotations:

  • apresentam compostos orgânicos e água de origem extraterrestre
1.5.2.2 Acondrito

Annotations:

  • Meteoritos sem côndrulos, que apresentam muitas semelhanças com as rochas da superfície terrestre
1.5.3 Siderolito ou petro-férreo

Annotations:

  • Ferro (níquel) e Rocha (silicato - feldspatos)
2 Formação de planeta
2.1 Diferenciação

Annotations:

  • resultam as várias camadas: atmosfera, crosta, manto e núcleo. Migração de materiais quer para o centro do planeta  (para onde se deslocaram os mais densos -ferro e níquel), que para a superfície (menos densos).
2.1.1 provocado por (origem interna):
2.1.1.1 Calor resultante do impacto dos planetesimais
2.1.1.1.1 Calor resultante da compressão dos materiais constituintes;
2.1.1.1.1.1 Calor resultante da desintegração radioactiva.
2.1.1.2 ou por (origem externa):
2.1.1.2.1 Calor irradiado do Sol
2.1.1.2.1.1 Energia cinética resultante do impacto meteoritico
2.2 Acreção

Annotations:

  • Captura de materiais do meio. 1 - Aglutinação de Planetesimais 2 - Acreção 3 - Formação de Protoplaneta 4 - Planeta com diferenciação
3 Formação do Sistema Solar
3.1 Teoria Nebular

Annotations:

  • Esta teoria consiste na existência de uma nébula formada por gases e poeiras que, devido a forças gravíticas, se achatou e aumentou a sua velocidade de rotação, dando origem a que no seu centro se formasse um proto-sol. Este “disco” achatado tinha a matéria mais densa mais próxima do centro e a menos densa mais afastada deste. Essa matéria, começou por chocar uma com a outra e agregar-se, formando planetesimais, aos quais se agregaria mais matéria (a este choque e agregação de matéria dá-se o nome de acreção). Os planetesimais continuaram a chocar entre si, dando origem a proto-planetas que, devido a mais acreção e diferenciação, deram origem a planetas.