Parasitas

Kellen Kuramoto
Mind Map by Kellen Kuramoto, updated more than 1 year ago
Kellen Kuramoto
Created by Kellen Kuramoto about 5 years ago
57
2

Description

estudo sobre parasitologia, diagnóstico clínico e ciclo biológico.

Resource summary

Parasitas
  1. Parasitas de sangue
    1. Plasmodium spp (malária), Babesia spp (babebiose), Trypanosoma spp (tripanossomíase), Leishmanina donovani (leishmaniose), e Wuchereria bancrofti, Brugia malayi, Loa loa e Mansonella spp (filaríase)
      1. Técnicas de diagnósticos: Preparação, coloração de esfregaços sanguíneos; Espesso ou Delgado.
        1. Punção digital
          1. O sangue deve fluir livremente, para não contaminar com líquido tissular
          2. Coleta venosa
            1. A primeira gota de sangue da agulha sem anticoagulante deve ser utilizada para o esfregasso
            2. Coloração de Giemsa
              1. Diagnóstico do esfregassos
                1. Análise de 100 campos no mínimo em objetiva 100x para gota Espessa.
                  1. Análise de 200 campos no mínimo em objetiva de 100x pra Esfregasso delgado
              2. Protozoários
                1. Leishmaniose
                  1. Transmissão por Flebótomos (gênero Lutzomia, grupo Díptero): Mosquito palha, birigui, tatuquira. Depende da região.
                    1. Tegumentar ou cutânia
                      1. Reservatório, animais silvestres: Roedores, tamanduás e preguiças
                        1. As lesões surgem após semanas da inoculação do parasita
                          1. Leishmania (V) braziliensis" (Vianna, 1911): causa lesões cutâneas e mucosas com ampla distribuição geográfica da América Central ao Norte da Argentina. -"Leishmania (V) guyanensis"(Floch, 1954): causa predominantemente lesões cutâneas e ocorre na parte da América do Sul, restrita à Bacia Amazônica; -"Leishmania (V) panamensis" (Lainson & Shaw, 1972): causa predominantemente lesões cutâneas, e ocorre na América Central e Costa Pacífica da América do Sul; -"Leishmania (V) lainsoni" (Silveira e cols., 1987): causa lesões cutâneas e ocorre no norte do Estado do Pará, na Região Amazônica do Brasil; -"Leishmania (L) mexicana" (Biagi, 1953): causa lesões cutâneas e eventualmente difusas (anérgicas) e ocorre no México e América Central; -"Leishmania (L) amazonensis" (Lainson & Shaw, 1972): causa lesões cutâneas e eventualmente difusas (anérgicas) e ocorre desde a América Central até o norte, nordeste e sudeste da América do Sul; -"Leishmania (L) venezuelensis" (Bonfante-Garr
                          2. Visceral ou calazar
                            1. Reservatório, Raposa do campo
                              1. Tempo de incubação 6 semanas a 6 meses
                                1. Leishmania (L) chagasi"(Cunha & Chagas, 1937): causa a forma visceral com febre, anemia, hepatoesplenomegalia, emagrecimento e ocorre do México ao norte da Argentina, com predomínio no nordeste brasileiro.
                        2. Parasitas intestinais
                          1. Amostras de fezes
                            1. Análise
                              1. Caso não for analisada dentro dos limites abaixo devem ser colocadas de imediato em conservantes
                                1. Frescas
                                  1. dentro de 1 hora
                                  2. Líquidas
                                    1. dentro de 30 minutos
                                      1. Uso de purgativos salinos (sulfato de sódio ou fosfossoda tamponada)
                                        1. Aumenta a sensibilidade de encontrar os parasitas, principalmente em sua forma trofozoíta
                                    2. MIF (mertiolate, iodo e formalina) ou SAF ( acetato de sódio e formalina)
                                    3. coleta em 3 dias alternados
                                      1. É o adequado para se investigar ovos e parasitas
                                Show full summary Hide full summary

                                Similar

                                Parasitologia- Malária, Leishmaniose, Balantidiose, Doença de Chagas
                                Renata medeiros
                                INFLAMAÇÃO
                                Paulo Ricardo Alves
                                INFLAMAÇÃO
                                Paulo Ricardo Alves
                                RESPOSTA IMUNE FRENTE AO VIRUS
                                carolina soares
                                INFLAMAÇÃO
                                Ketlyn Caroline
                                INFLAMAÇÃO
                                Saullo Soares
                                INFLAMAÇÃO
                                Nikester Nick
                                INFLAMAÇÃO
                                Rodrigo Braga
                                INFLAMAÇÃO
                                Lizzy Santana
                                INFLAMAÇÃO
                                Magno Veras
                                RESPOSTA IMUNE FRENTE AO VIRUS
                                Mileny Pereira