Respostas Hormonais ao Exercício

Grazielle Ricetti
Mind Map by Grazielle Ricetti, updated more than 1 year ago
Grazielle Ricetti
Created by Grazielle Ricetti over 4 years ago
35
3

Description

Mapa conceitual das respostas hormonais ao exercício. Desenvolvido como TDE para a disciplina de Fisiologia do Exercício - Professora Keith Sato. Bacharelado em Educação Física - PUCPR

Resource summary

Respostas Hormonais ao Exercício
  1. HIPÓFISE
    1. Anterior
      1. Hormônio do crescimento humano ou GH
        1. Com o exercício, a liberação de GH é estimulada. Além disso, a quantidade deste hormônio liberada é tanto maior quanto mais intenso for o exercício.
        2. Hormônio tíreo-estimulante ou TSH
          1. O efeito do exercício sobre a sua liberação é de aumentá-la, embora não se saiba como esse mecanismo funciona.
          2. Adrenocorticotropina ou ACTH
            1. Não há consenso científico de que o exercício estimula a liberação de ACTH.
            2. Gonadotropinas ou FSH
              1. Mulher: produção de estrogênio nos ovários. Homens: estimula o desenvolvimento dos espermatozóides. Em relação ao exercício, os estudos científicos são inconsistentes.
              2. Prolactina ou PRL
                1. Com o exercício, os níveis de PRL sobem. Como é de aproximadamente 10 minutos, seus níveis costumam baixar aos níveis iniciais cerca de 45 minutos depois do final do exercício.
              3. Posterior
                1. Vasopressina ou Hormônio Antidiurético - ADH
                  1. O efeito do exercício sobre os níveis de ADH é intenso e aumenta drásticamente. Isso acontece como maneira de aumentar a retenção de líquidos, em dias mais quentes, e a sua liberação seria feita pela sudorese.
                  2. Oxitocina
                    1. Não se tem conhecimento suficiente a respeito da influência do exercício sobre a regulação da oxitocina, e nem de motivos para eventuais alterações.
                2. TIREÓIDE
                  1. Hormônio tireóideo ou TSH
                    1. No exercício a liberação de TSH que estimula o homônio tireóideo, irá aumentar.
                    2. Calcitonina
                      1. Não existem atualmente estudos suficiente para comprovar nenhuma teoria proposta, em relação a alterações na liberação desse hormônio no exercício.
                    3. PARATIREÓIDES
                      1. Hormônio paratireóideo ou PTH
                        1. A longo prazo, o exercício causa a formação óssea . Resultando na absorção intestinal aumentada de cálcio, junto com a diminuição de sua excreção pela urina e com níveis aumentados de PTH. Efeitos: Fortalecimento ósseo.
                      2. SUPRA - RENAIS
                        1. Catecolaminas
                          1. Os níveis irão subir durante o exercício. A produção de epinefrina aumenta conforme a intensidade e duração de forma quase exponencial. A noreprifina também irá aumentar.
                          2. Mineralocorticóides
                            1. Durante o exercício os níveis plasmáticos de aldosterona aumentam progressivamente, chegando a seis vezes mais que os níveis de repouso, como forma de manter os níveis de líquidos corporais e a homeostasia.
                            2. Glicocorticóides
                              1. Os níveis de cortisol aumentam durante o exercício físico intenso. Em exercícios moderados, no entanto há ainda muita controvérsia.
                            3. RINS
                              1. Eritopoietina ou EPO
                                1. Não foi comprovado o fato de que o exercício físico estimula ou inibe a liberação de EPO. No entanto, é fato que habitantes de lugares altos, têm um hematócrito médio mais alto do que os habitantes de cidades, por exemplo, ao nível do mar.
                              2. PÂNCREAS
                                1. Glucagon
                                  1. No princípio do exercício, o glucagon é o que tem incremento mais rápido, até 15 minutos, e depois tende a estabilizar-se. Sendo que quanto maior a duração do exercício, maior a liberação.
                                  2. Insulina
                                    1. Tem liberação diminuída quando existe trabalho muscular, principalmente como forma de tornar a glicose mais disponível para a atividade. A supressão de insulina é proporcional à intensidade do exercício.
                                  3. GÔNADAS
                                    1. Testosterona
                                      1. Sabe-se que o exercício intenso, eleva os níveis de testosterona, como maneira de auxiliar o GH na síntese muscular. Em indivíduos destreinados, mesmo o exercício aeróbico moderado também contribui para a elevação.
                                      2. Estrogênios
                                        1. A secreção irá aumentar com o exercício, mas não se sabe a função desse aumento, pois não há dados suficientes para mensurá-lo em relação a sua intensidade.
                                      Show full summary Hide full summary

                                      Similar

                                      Mapa Conceitual
                                      Eduardo Morais
                                      Mapa Conceitual
                                      ana.gazzola
                                      Mapa Conceitual com GoConq
                                      Alessandra S.
                                      Mapa Conceitual com GoConq
                                      Marcio Santos
                                      Transporte de membrana plasmática
                                      Mariana Macedo
                                      Membrana plasmática
                                      Maria Eduarda Saladine
                                      PLANO DE NEGÓCIOS
                                      Einstein Menezes
                                      Mapa Conceitual
                                      ana rufato
                                      CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DO PROFESSOR
                                      Giselle Lima
                                      Transformações gasosas
                                      Colégio Glorinha - Apucarana