Francisco Suárez (1548 -1617)

Matheus  Muniz de Aquino
Mind Map by Matheus Muniz de Aquino, updated more than 1 year ago
Matheus  Muniz de Aquino
Created by Matheus Muniz de Aquino over 4 years ago
17
1

Description

História da Teologia

Resource summary

Francisco Suárez (1548 -1617)

Annotations:

  • 1483 - 1546
  1. A Metafísica foi seu principal trabalho teológico - "Disputationes Metaphysicae": o primeiro sistematizador da ciência metafísica, indo além do estudo somente dos temas tratados na Metafísica de Aristóteles
    1. DOUTRINAS TEOLÓGICAS
      1. 1. A EXISTÊNCIA DE DEUS SÓ PODE SER DEMONSTRADA POR VIAS METAFÍSICAS - AS CINCO VIAS SÃO INSUFICIENTES. Pressuposta a existência, percebida experimentalmente, de alguns seres no universo, o critério principal da prova é o princípio metafísico: “Omne quod fit ab alio fit”, não o princípio: “Omne quod movetur ab alio moventur”, que propriamente pertence à ordem física.
        1. Em tal contexto, a argumentação, para demostrar com evidência a existência de Deus “a posteriori” deve observar os seguintes passos: existe um ser incriado que é ser necessário; o ser necessário é simplicíssimo e uno; o ser incriado necessário é sumamente perfeito. Em suma: sendo Deus absolutamente imaterial, não é alcançável a partir da experiência do movimento. Deus, portanto, não entra na experiência mais cotidiana, a partir da intuição sensível. Por outro lado, pressupõe-se evidente o princípio neoplatônico de que “o mais e o menos em um gênero pressupõem a existência da plenitude do gênero, ou melhor, da ideia “hipostasiada”.
        2. 2. Três tipos de atributos divinos: 1. Os constituintes da essência divina (necessidade, asseidade, infinitude, simplicidade etc.) 2. Os atributos percebidos através das criaturas, ou melhor, negativos “quoad nos”: imenso (= sem mensura), imutável (= sem mudança) etc. 3. Os atributos tomados analogamente das criaturas (vida, ciência, vontade etc.). Junto a estas três classes de atributos, Suárez considera outro particular: o atributo de “concurso”, que se inscreve no contexto da simultaneidade. A graça: é eficaz “ab extrínseco”, pelo consentimento dado à graça oferecida, desde que essa graça seja congruente. Ele tentou defender tanto a liberdade humana, que não se pode compreender como o ato humano, feito na graça de Deus, seja meritório
          1. 3. A doutrina sobre a modalidade: Teve consequências importantes na teologia da Trindade, na Cristologia e no tratado sobre a Eucaristia.
            1. Trindade: As pessoas divinas são subsistências relativas, não subsistentes relativos. Entre a subsistência e o subsistente aparece a modalidade de “substancial”.
              1. Cristologia: A natureza humana de Cristo não é uma pessoa humana, porque lhe falta o modo substancial que a constituiria pessoa humana. Ao subsistir hipostaticamente no Verbo, subsiste no que é: apenas uma natureza ou substância humana não personalizada.
                1. Eucaristia: Em um contexto no qual a noção de substância está cedendo à noção de quantidade, e esta, em sua manifestação, que é a extensão física. Para a nova física, com efeito, as coisas são pura extensão. Facilmente, em tal contexto doutrinário, a transubstanciação poderá ser entendida no sentido de presença local extensiva, como se Cristo estivesse em um lugar “cercado” das espécies sacramentais.
                2. 4. Sobre os Estados de Perfeição: Há duas situações: a dos monges e mendicantes, e a dos bispos, da qual participam de alguma maneira os presbíteros. Na doutrina de Santo Tomás, os sacerdotes seculares justificariam sua adscrição ao caminho de perfeição, que era próprio dos religiosos. Agora, pelo contrário, serão os religiosos que justificarão seu caminho de perfeição.
                Show full summary Hide full summary

                Similar

                Filosofia Medieval
                Artur B. Linhares
                Filosofia Medieval
                Wendell Silva
                Teologia
                Lucio Escobar
                Quiz teológico
                Erivelto Soares
                Depravação Total:
                Raimundo Nonato da Silva
                TEOLOGIA
                Miguel Couto
                História da educação musical
                marcelly sum
                Escolástica e a Patrística
                Nelson L. Rodrigues
                Educação na Universidade Católica
                Xenócrates Mello
                GÊNESIS
                Caio Hermínio