Teorias da Personalidade

Gabriélle Zucaro
Note by Gabriélle Zucaro, updated 6 months ago
7
1
0

Description

Resumo de todos os teóricos vistos na disciplina de Teorias da Personalidade do curso de Psicologia.

Resource summary

Page 1

                                                                                          FREUD                                                                                     (psicanálise) Determinismo psíquico:  Acreditava que todo comportamento acontecia por uma razão.                                                                          1ª Teoria do aparelho psíquico: Fase oral Fase anal Fase fálica Período de latência Fase genital                                                                                              2ª Teoria Comportamento era quase sempre interação entre ID, EGO, E SUPEREGO ID -> Impulsos, libido  (processo primário = ato reflexo / desejo pelo qual o ID se manifesta) EGO -> Controle dos instintos, aprende a lidar com o mundo exterior  (processo secundário = raciocínio maduro) SUPEREGO -> Aspecto moral, valores familiares, adquiridos por volta dos 5 anos.                                                                                             3ª Teoria Consciente Pré-consciente  Inconsciente                                                                                Mecanismos de Defesa: São estratégias do ego para defender-se da ansiedade. São distorções da realidade, e normal em pessoas saudáveis. Repressão, Negação, Formação reativa, Projeção, Regressão, Racionalização, Deslocamento e Sublimação.

Page 2

                                                                                              JUNG                                                                              (psicologia analítica) -Acreditava que somos moldados tanto pelo passado quanto pelo futuro, pelo que desejamos fazer. -Valorizou o inconsciente mais que Freud. -Herdamos experiências das espécies. -Fase mais importante do desenvolvimento: meia idade.                                                                         SISTEMAS DA PERSONALIDADE             1) EGO: Centro da consciência, raciocínio, percepção. Funções psicológicas:  Sensação e Intuição (Não Racionais) | Pensamento e Sentimento (Racionais).            2) INCONSCIENTE PESSOAL Onde experiências e complexos (manias) são armazenadas.           3) INCONSCIENTE COLETIVO Nível mais profundo da psiquê Acúmulo de experiências que são herdadas da espécie. º Arquétipos: Por onde as informações do inconsciente coletivo se manifesta. Arquétipo da Persona - Máscara pública Arquétipo do Self - Realização do self envolve metas, planos (desenvolvimento do self impossível sem autoconhecimento) Arquétipo da Sombra - Instintos primitivos Arquétipo de Anima - Parte feminina da psiquê masculina Arquétipo de Animus - Parte masculina da psiquê feminina

Page 3

                                                                                       ALFRED ADLER                                                                                  (psicologia individual)                                                                          SENTIMENTO DE INFERIORIDADE                                       -> É algo positivo                                       -> "Ser humano significa ser inferior"                                       -> Fonte da motivação                                                                                          CRESCIMENTO               Somos impulsionados a superar a inferioridade, e lutarmos por níveis mais altos de desenvolvimento.                                                                            COMPLEXO DE INFERIORIDADE                                                     Quando não é superado o sentimento de inferioridade. O complexo possui 3 fontes: - Inferioridade Orgânica: - Mimo Excessivo: - Negligência:                                                                            COMPLEXO DE SUPERIORIDADE                                                           Quando há supercompensação da inferioridade.                                                                                    POSIÇÃO NA FAMÍLIA 1º Filho: Cuidam dos irmãos mais novos, sentem o destronamento. 2º Filho: Competição com o primeiro, impulsiona desenvolvimento. Filho Único: Amadurecem cedo.

Page 4

                                                                                      ÉRICK FROMM                                                                              (psicanálise humanista)                                                                             NECESSIDADES EXISTENCIAIS Sentimento De Ligação:  Impulsiona união com outras pessoas. Transcendência:  Necessidade de se elevarem acima de sua existência. Enraizamento:  Necessidade de coerência. Sentimento De Identidade:  Sentimento de "eu". Estrutura De Orientação:  Forma coerente de olhar para o mundo.                                                                                  ANSIEDADE BÁSICA Sentimento de estar sozinha no mundo. Para aliviar a ansiedade as pessoas usam mecanismos de defesa: autoritarismo, destrutividade, e conformismo.

Page 5

                                                                                   CARL ROGERS                                                                  (psicologia centrada na pessoa)   - O dom de aperfeiçoar o indivíduo é centrada no interior da pessoa. - Papel do terapeuta é facilitar essa mudança. - Era fenomenologista (cada Δ percebe o mundo de maneira diferente). - Quanto mais conscientes de nossos comportamentos, mais saudáveis somos. - O Self é formado apenas por material que pissa ser acessado pela consciência. - Terapia centrada na pessoa. - Quanto mais ajustada a pessoa, mais concordância entre autoimagem e descrição feita pelos outros.   Percepção Consciente:  Pensamentos Objetivos Percepção Inconsciente:  Pensamentos Subjetivos                                                                          CONSIDERAÇÃO POSITIVA:                                                                        Necessidade de aceitação.                                                                      AUTOCONSIDERAÇÃO POSITIVA:                                                       Quando internalizamos julgamentos dos outros.                                                                                                                               CONDIÇÃO DE MERECIMENTO:              Quando achamos que só seremos aceitos se expressarmos comportamentos desejáveis pelos outros.                                                                                       ANSIEDADE:                                  Oriunda da incongruência entre autoconceito e comportamentos expressos.

Page 6

                                                                                   KAREN HORNEY                                                                                       (psicanálise) - A infância é dominada pela necessidade de segurança (quando tem segurança e ausência de medo > desenvolvimento saudável)                                                                                   ANSIEDADE BÁSICA                                                                                 (alicerce da neurose)                                                               4 maneiras de se defender da ansiedade: Assegurar Afeto -> Fazer tudo por aprovação. Sendo Submisso -> Agem de acordo com desejos dos outros. Obtendo Poder -> Por meio do sucesso. Distanciando-se -> Indiferente aos outros.                                                                NECESSIDADES E TENDÊNCIAS NEURÓTICAS                            Defesas irracionais contra ansiedade que se tornam parte da nossa personalidade: 1) Movimento em direção as outras pessoas 2) Movimento contra outras pessoas 3) Movimento para longe das outras pessoas                                                                             AUTOIMAGEM IDEALIZADA                           Auto-realização preconiza autoimagem condizente com quem realmente somos.

Page 7

                                                                                 ALBERT BANDURA                                                                             (psicólogo behaviorista) - O comportamento é aprendido - Aprendizagem social / Aprendizagem Observacional (modificado pelo contexto social) - Não imitamos automaticamente, tomamos decisão consciente - Exclui sentimentos e emoções. Trata sintomas e não a causa.                                                                                  REFORÇO VICÁRIO Aprendizagem por meio da observação do comportamento e suas consequências nos outros antes de praticarmos.                                                                                     MODELAGEM Técnica de modificar o comportamento observando os chamados modelos.                                                                                     DESINIBIÇÃO Enfraquecimento de uma inibição através da exposição a um modelo.                                                               FATORES QUE INFLUENCIAM A MODELAGEM Característica do modelo (mais provável se for mais parecido com nós, e quanto maior seu status) Característica do observador (pessoa com autoconfiança e autoestima baixa tendem a imitar) Consequências do comportamento

Show full summary Hide full summary

Similar

Quiz sobre Freud
Yasmin Padovan
PSICANÁLISE E FENOMENOLOGIA
José Ronaldo
TEORIA SEXUAL FREUD
eleuterapara
Personalidade Psicodinâmica - Freud, Jung, Adler
luanaborb
CONSCIENTE & INCONSCIENTE Freud e Jung
Elmo Ferreira de Junior
ESTRUTURAS CLÍNICAS
Ulli Monegatti
Mal Estar na Civilização
LÍGIA ALVARES MATA VIRGEM
Winnicott
Wallyson Lopes
Grupo Familiar
Wallyson Lopes
Estrutura do Psiquismo
Wallyson Lopes