Jacques Rancière (informações básicas)

Mateus Moisés Gonçalves Pereira
Note by Mateus Moisés Gonçalves Pereira, updated more than 1 year ago
Mateus Moisés Gonçalves Pereira
Created by Mateus Moisés Gonçalves Pereira over 4 years ago
6
0

Description

Informações básicas sobre Jacques Rancière retiradas do site da Livraria da Travessa.

Resource summary

Page 1

Jacques Rancière é um filósofo francês. Ele nasceu em Argel, no ano de 1940 e se tornou professor da European Graduate School de Saas-Fee, e professor emérito do Departamento de Filosofia da Universidade de Paris. Ele escreve a respeito de assuntos voltados à História, Filosofia, Política e Estética, e possui muitas obras publicadas e reconhecidas ao redor de todo o mundo. As suas principais obras são: La Nuit des prolétaires - A noite dos proletários (1981), La Mésentente. Politique et philosophie - O Desentendimento. Política e Filosofia (1995), Aux bords du politique (1998) e Le Partage du sensible. Esthétique et politique - A partilha do sensível. Estética e Filosofia (2000).O filósofo possui muitos livros traduzidos para o português, sendo que o seu primeiro livro traduzido em Portugal foi “O Ódio à Democracia”. Este livro possui muito a respeito do que esse filósofo pensa sobre as coisas, o mundo e a sociedade. E, seguindo isso, ele acredita que a democracia faz com que o homem não saiba exatamente o que ele está fazendo.Jacques Rancière é bastante conhecido por um posicionamento remoto no pensamento francês contemporâneo. Ele é bastante focado nas ideias de filósofos famosos e reconhecidos no mundo todo, como Aristóteles, Gilles Deleuze e Platão. Com este último, ele partilha da mesma opinião de que "todos devem pensar". O filósofo acredita que o maior erro da sociedade é dar ouvidos à grande massa e que devemos ouvir às pessoas que falam em sua individualidade.O filósofo Jacques Rancière também possui influências de outros pensadores, um tanto menos reconhecidos que Platão e Aristóteles, como é o caso de Gabriel Gauny e José Jacotot. Ele acredita que a linguagem é a estrutura para que as pessoas possam identificar todos os acontecimentos do mundo. Os livros de Jaques Rancière são bastante baseados na arte contemporânea, na pedagogia, no cinema, na estética, na escrita da história e, claro, na filosofia. Os críticos possuem uma certa dificuldade de definir o estilo deste escritor. Muitas vezes, o chamam de marxista. Já, outro livro escrito por ele, chamado "O futuro da Imagem", mostra uma argumentação de Jaques Rancière que a arte, a política e a imagem estão interligadas. Dessa forma, todos os livros dele são escritos nesse contexto.Fonte: Sítio eletrônico da Livraria da Travessa (FLIP). Acesso em: 2.11.2016.

Show full summary Hide full summary

Similar

All the Countries of the World and their Capital Cities
PatrickNoonan
GCSE PE - 1
lydia_ward
Themes in Lord of the Flies
lowri_luxton
Cell Organelles and Functions
Melinda Colby
Biology (B2)
anjumn10
Health and Social Care Flashcards
Kelsey Phillips
GCSE AQA Physics 1 Energy & Efficiency
Lilac Potato
1PR101 2.test - Část 16.
Nikola Truong
SISTEMA NERVIOSO Y REPRODUCTIVO
Lizbeth Domínguez
LINEA DEL TIEMPO DE HISTORIA CONTEMPORANEA
Cristian Gutierrez
SISTEMA DIGESTIVO
nicole dominguez