figuras de linguagem part 1

Sandra Virgínia Correia de And Santos
Flashcards by , created about 4 years ago

 Ensino Médio Língua Portuguesa Flashcards on figuras de linguagem part 1, created by Sandra Virgínia Correia de And Santos on 11/13/2015.

136
5
0
Tags
Gi Oliveira
Created by Gi Oliveira about 4 years ago
Sandra Virgínia Correia de And Santos
Copied by Sandra Virgínia Correia de And Santos about 4 years ago
Substantivos
Peter Ensi
Substantivo (em construção)
Ray Macunayma
simulado de português
Alessandra S.
An Gnáthrud
xlauramartinx
DNA Basics
Sarah Juliette B
Morfologia - Português
Naima Miranda
Falsos Sinônimos
Alessandra S.
Novo Acordo Ortográfico - Uso do Hífen
Alessandra S.
Glossário de Português
Alessandra S.
FIGURAS DE LINGUAGEM
Gabriela Vianna
Question Answer
FIGURAS DE LINGUAGEM _ndice.jpg (image/jpg) São recursos que tornam as mensagens que emitimos mais expressivas. Subdividem-se em figuras de som, figuras de palavras, figuras de pensamento e figuras de construção.
Metáfora depositphotos_7165780-Niedlicher-dmon.jpg (image/jpg) A metáfora consiste em utilizar uma palavra ou uma expressão em lugar de outra, sem que haja uma relação real, mas em virtude da circunstância de que o nosso espírito as associa e depreende entre elas certas semelhanças. É importante notar que a metáfora tem um caráter subjetivo e momentâneo; se a metáfora se cristalizar, deixará de ser metáfora e passará a ser catacrese (é o que ocorre, por exemplo, com "pé de alface", "perna da mesa", "braço da cadeira"). Obs.: toda metáfora é uma espécie de comparação implícita, em que o elemento comparativo não aparece. Observe a gradação no processo metafórico abaixo: Seus olhos são como luzes brilhantes.
Metonímia depositphotos_7124772-Noiva-de-pirata-littlel.jpg (image/jpg) A metonímia consiste em empregar um termo no lugar de outro, havendo entre ambos estreita afinidade ou relação de sentido
Observe os exemplos : 6.png (image/png) 1 - Autor pela obra: Gosto de ler Machado de Assis. (= Gosto de ler a obra literária de Machado de Assis.) 2 - Inventor pelo invento: Édson ilumina o mundo. (= As lâmpadas iluminam o mundo.) 3 - Símbolo pelo objeto simbolizado: Não te afastes da cruz. (= Não te afastes da religião.) 4 - Lugar pelo produto do lugar: Fumei um saboroso havana. (= Fumei um saboroso charuto.) 5 - Efeito pela causa: Sócrates bebeu a morte. (= Sócrates tomou veneno.)
Catacrese Cookie-3png.png (image/png) Trata-se de uma metáfora que, dado seu uso contínuo, cristalizou-se. A catacrese costuma ocorrer quando, por falta de um termo específico para designar um conceito, toma-se outro "emprestado". Assim, passamos a empregar algumas palavras fora de seu sentido original.
Exemplos: AKK_J.png (image/png) "asa da xícara" "batata da perna" "maçã do rosto" "pé da mesa" "braço da cadeira" "coroa do abacaxi"
Perífrase 010__Witch_Halloween__anime11.png (image/png) Trata-se de uma expressão que designa um ser através de alguma de suas características ou atributos, ou de um fato que o celebrizou. Veja
Exemplos: depositphotos_11212135-Sapo-azul.jpg (image/jpg) A Cidade Maravilhosa (= Rio de Janeiro) continua atraindo visitantes do mundo todo. Obs.: quando a perífrase indica uma pessoa, recebe o nome de antonomásia. Exemplos: O Divino Mestre (= Jesus Cristo) passou a vida praticando o bem. O Poeta dos Escravos (= Castro Alves) morreu muito jovem. O Poeta da Vila (= Noel Rosa) compôs lindas canções.
Sinestesia DSL_Lposer8.gif (image/gif) Consiste em mesclar, numa mesma expressão, as sensações percebidas por diferentes órgãos do sentido. Exemplos: Um grito áspero revelava tudo o que sentia. (grito = auditivo; áspero = tátil) No silêncio escuro do seu quarto, aguardava os acontecimentos. (silêncio = auditivo; negro = visual)
Antítese depositphotos_2753611-Bruxinha.jpg (image/jpg) Consiste na utilização de dois termos que contrastam entre si. Ocorre quando há uma aproximação de palavras ou expressões de sentidos opostos. O contraste que se estabelece serve, essencialmente, para dar uma ênfase aos conceitos envolvidos que não se conseguiria com a exposição isolada dos mesmos.
Observe os exemplos: depositphotos_11212139-Sapo-azul.jpg (image/jpg) "O mito é o nada que é tudo." (Fernando Pessoa) O corpo é grande e a alma é pequena. "Quando um muro separa, uma ponte une." "Desceu aos pântanos com os tapires; subiu aos Andes com os condores." (Castro Alves) Felicidade e tristeza tomaram conta de sua alma.
Paradoxo lele__43_.png (image/png) Consiste numa proposição aparentemente absurda, resultante da união de ideias contraditórias.
Veja o exemplo: 2rose1__207_.png (image/png) Na reunião, o funcionário afirmou que o operário quanto mais trabalha mais tem dificuldades econômicas.
Eufemismo ballerina4-703801.png (image/png) Consiste em empregar uma expressão mais suave, mais nobre ou menos agressiva, para comunicar alguma coisa áspera, desagradável ou chocante
Exemplos: depositphotos_10581099-Sapo-azul.jpg (image/jpg) Depois de muito sofrimento, entregou a alma ao Senhor. (= morreu) O prefeito ficou rico por meios ilícitos. (= roubou) Fernando faltou com a verdade. (= mentiu)
Ironia depositphotos_2985714-Pequeno-troll-feminino-e-masculino.jpg (image/jpg) Consiste em dizer o contrário do que se pretende ou em satirizar, questionar certo tipo de pensamento com a intenção de ridicularizá-lo, ou ainda em ressaltar algum aspecto passível de crítica. A ironia deve ser muito bem construída para que cumpra a sua finalidade; mal construída, pode passar uma ideia exatamente oposta à desejada pelo emissor
Veja os exemplos abaixo: cookies_2png.png (image/png) Como você foi bem na última prova, não tirou nem a nota mínima! Parece um anjinho aquele menino, briga com todos que estão por perto.
Hipérbole bonec__132_.gif (image/gif) É a expressão intencionalmente exagerada com o intuito de realçar uma ideia
Exemplos: depositphotos_10847949-Amor-de-sapo-mostrando-o-rei.jpg (image/jpg) Faria isso milhões de vezes se fosse preciso. "Rios te correrão dos olhos, se chorares." (Olavo Bilac)
Prosopopeia ou Personificação depositphotos_8988125-Coelhinho-da-pscoa-de-retalhos.jpg (image/jpg) Consiste em atribuir ações ou qualidades de seres animados a seres inanimados, ou características humanas a seres não humanos.
Observe os exemplos: hallolene__35_.png (image/png) As pedras andam vagarosamente. O livro é um mudo que fala, um surdo que ouve, um cego que guia. A floresta gesticulava nervosamente diante da serra. O vento fazia promessas suaves a quem o escutasse. Chora, violão.
Exemplos: depositphotos_10847927-Divertido-sapo-prncipe-encantado.jpg (image/jpg) O que não compreendo é como os brasileiros persistamos em aceitar essa situação. Os agricultores temos orgulho de nosso trabalho. "Dizem que os cariocas somos poucos dados aos jardins públicos." (Machado de Assis)