Síndrome de Cushing

Description

Mapa mental resumido sobre a Síndrome de Cushing
Maria Eduarda Reis Talau
Mind Map by Maria Eduarda Reis Talau, updated more than 1 year ago
Maria Eduarda Reis Talau
Created by Maria Eduarda Reis Talau about 5 years ago
46
0

Resource summary

Síndrome de Cushing
  1. A Síndrome de Cushing (SC) é um estado clínico decorrente do excesso de glicocorticoides circulantes. Ela pode ser ocasionada pelo uso de glicocorticoide exógeno ou pela produção endógena excessiva de esteróides suprarrenais, especialmente cortisol.
    1. Definição
    2. Epidemiologia
      1. O amplo uso de glicocorticoides exógenos na prática clínica faz desta a principal causa de SC, podendo chegar a 99% dos casos em algumas casuísticas, reforçando a importância da anamnese detalhada diante de um caso suspeito de SC. Fora o uso exógeno de glicocorticoides, a principal causa da SC endógena na população adulta é a DC, responsável por 80-85% dos casos.
      2. Fisiopatologia
        1. Em condições normais, o cortisol apresenta seu pico de secreção em torno das seis da manhã, com gradual redução ao longo do dia e seu nadir entre a meia-noite e três da manhã. Na SC, independente da etiologia, haverá excesso de glicocorticoides circulantes e perda da regulação fisiológica do eixo hipotálamo-hipófise suprarrenal (HHS), comprometendo o ritmo circadiano de secreção do cortisol.
        2. Manifestações clínicas
          1. + Específicas
            1. Pletora e fácies em lua cheia
              1. Fragilidade capilar e estrias violáceas
                1. Miopatia proximal
                  1. Osteopenia/osteoporose
            2. - Específicas
              1. Obesidade centrípeta (95%)
                1. HAS (80%)
                  1. DM/intolerância à glicose (25–60%)
                    1. Dislipidemia (40–70%)
                      1. Transtornos psiquiátricos (70%)
            3. Diagnóstico
              1. O diagnóstico da SC é realizado por meio da presença de manifestações clínicas sugestivas de hipercortisolismo associadas a exames laboratoriais confirmatórios da hipersecreção de cortisol. É importante ressaltar que é necessária a presença de dois ou mais testes alterados para realização do diagnóstico sindrômico.
              2. Tratamento
                1. Cirurgia transesfenoidal;
                  1. Suprarrenalectomia bilateral
                    1. radioterapia
                      1. tratamento medicamentoso
                      2. Pseudo-Cushing
                        Show full summary Hide full summary

                        Similar

                        Endocrinologia (Clínica)
                        manoel junior
                        Processo de Cicatrização
                        Letícia Silva
                        Sistema Cardiovascular: Artérias, Veias e Capilares
                        Natália Abitbol
                        Anatomia: sistema esquelético I
                        Natália Abitbol
                        Anatomia Artérias
                        Filipe Brito
                        Regras NBRs
                        Maria Clara Oliveira
                        Anatomia membro inferior - Ossos, acidentes e movimentos
                        vitorstoco
                        SIMULADO - Casos Clínicos
                        Rodrigo Gouvea
                        AVALIAÇÃO TEÓRICA 13 DE MARÇO
                        Residencia CM HBDF
                        DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO
                        Vanessa Palauro
                        Escala de Coma de Glasgow
                        Vanessa Palauro