Globalização e Revoluções técnico-científicas

Description

ENEM Geografia Mind Map on Globalização e Revoluções técnico-científicas, created by João Victor on 04/20/2016.
João Victor
Mind Map by João Victor, updated more than 1 year ago
João Victor
Created by João Victor almost 8 years ago
778
16

Resource summary

Globalização e Revoluções técnico-científicas
  1. As revoluções técnico-científicas e a globalização têm grande importância na atualidade
    1. Um impulsiona o outro: A globalização une o mundo, enquanto as revoluções tecnológicas produzem projetos e produtos que permitem essa união: Cabos de fibra ótica, softwares, eletrônicos, etc;
      1. Globalização
        1. O termo globalização era utilizado como referência a um novo e mais avançado estágio de interdependência de todos os povos e economias da terra;
          1. Popularizou-se após a crise no mundo socialista;
            1. Há também uma integração na cultura, há uma uniformização dos hábitos, a chamada "aldeia global", novas tecnologias eletrônicas tendem a encurtar distâncias e o progresso tecnológico tende a reduzir todo o planeta à mesma situação que ocorre em uma aldeia;
              1. Até as maiores economias nacionais estão se desnacionalizando aceleradamente;
          2. A globalização está ligada a uma aceleração do tempo; Ainda suscita muitas controvérsias, há quem diga que a globalização gera empregos, competitividade, e há que ache que é para justificar um novo imperialismo;
            1. Se analisarmos só aquela minoria de países ricos e pobres parece que as desigualdades e a pobreza se ampliaram, mas se observarmos um todo, podemos ver que a globalização diminuiu significantemente as desigualdades internacionais, a pobreza e a fome em países como China, indonésia Chile, Brasil e outros;
              1. A geração de empregos é constante, sempre haverá empregos no mundo globalizado, desde que haja qualificação.
          3. Da primeira à terceira Revolução técnico-científica:
            1. Teve como principal fonte de energia o carvão, foi relativamente lenta, proporcionando exaustivas jornadas de trabalho e baixa remuneração;
              1. Primeira revolução:
              2. Segunda Revolução:
                1. Foi um pouco mais rápida que a primeira, difundiu a atividade industrial e teve como fonte de energia o Petróleo, deu aos trabalhadores condições pouco melhores que a primeira; Desenvolvendo-se mais as indústrias: Automobilística, siderúrgica, petroquímica e metalúrgica;
                2. Terceira revolução:
                  1. A qual nos encontramos, tem como fonte de energia, além do petróleo, fontes alternativas como sol, água, biomassa, etc; Condições de trabalho bem melhores e a grande necessidade de qualificação, para evitar o possível "enxugamento" da mão de obra humana devido à globalização; A principal atividade econômica é a Teerciária, o setor mais crescente é o que oferece SERVIÇOS;
                    1. Apresenta passagem do Fordismo para o Pós-fordismo, a "produção flexível";
                      1. Fordismo implica na produção e o consumo em massa, linhas de montagem e padronização; Geram grandes produções e grandes desperdícios; A política "Just in time" é justamente para evitar um maior desperdício, pois baseia a produção nas necessidades do consumidor.
                Show full summary Hide full summary

                Similar

                GLOBALIZAÇÃO, SOCIEDADE E MUNDO CONTEMPORÂNEO
                eder.israel
                Quiz sobre globalização.
                Idle Delilah
                Períodos geológicos
                Alessandra S.
                Projeto Med 2015: História e Geografia
                elisacoltro
                O Clima - Geografia
                GoConqr suporte .
                Simulado Geografia
                Marina Faria
                Geografia do Brasil
                JOISSE DE OLIVEIRA
                Geografia - Mapa do Brasil
                GoConqr suporte .
                Blocos econômicos
                Ighor Ferreira
                CLIMA GEOGRAFIA
                Alice Sousa
                Revolução Industrial século XVIIl e XIX
                izabelamendeslop