Pesquisa em educação - Artigo de Bernard Charlot

Mirian Santos
Mind Map by , created 10 months ago

Mapa mental elaborado a partir do artigo de Bernard Charlot, intitulado "A pesquisa educacional entre conhecimentos, políticas e práticas: especificidades e desafios de uma área de saber".

17
0
0
Mirian Santos
Created by Mirian Santos 10 months ago
TICs na Matemática
Erika Lopes
TICs na Educação
Erika Lopes
Behaviorismo - Skinner
Suliane Makelry
AQA GCSE Chemistry Unit 2.3
Matthew T
CHEMISTRY CORE REVISION
Sausan Saleh
A INTEGRAÇÃO DAS TDIC À PEDAGOGIA: UMA CONCEPÇÃO DE WEB CURRÍCULO
Malton Fuckner
RCNEI - Componetes Curriculares
yannacrysley
LIMITES E POSSIBILIDADES DAS TICS NA EDUCAÇÃO
Diego Bahls
5 Passos para Aprendizagem de Sucesso
GoConqr suporte .
Pesquisa em educação - Artigo de Bernard Charlot
1 O que significa "em educação"?
1.1 Problema de identidade profissional
1.1.1 Especialista de algo impreciso
1.2 Diferentes tipos de discursos produzidos sobre educação
1.2.1 Discurso espontâneo
1.2.1.1 A partir da experiência pessoal produzir um saber
1.2.1.1.1 Esfera da opinião
1.2.2 Discurso científico
1.2.2.1 Conceitos
1.2.2.2 Dados
1.2.3 Discurso do "prático"
1.2.3.1 Confronta os resultados com as teorias
1.2.3.1.1 Opõe a prática às teorias
1.2.3.1.1.1 Não há confronto entre teoria e prática e sim confronto entre discursos
1.2.3.1.1.1.1 Discursos sobre a prática utilizam-se conceitos enraizados em uma teoria
1.2.3.1.1.1.1.1 Produção de técnicas ("como fazer?")
1.2.3.1.1.1.1.1.1 Não há "receita"
1.2.3.1.1.1.1.1.1.1 Prática reinventada para o contexto em que atua
1.2.4 Discurso dos "antipedagogos"
1.2.4.1 Apresentação do conhecimento
1.2.4.1.1 Põe a inteligência em movimento
1.2.4.1.1.1 Equívoco
1.2.4.1.1.1.1 Mobilização intelectual não ocorre espontaneamente
1.2.4.1.1.1.1.1 Como provocar uma mobilização intelectual?
1.2.5 Discurso pedagógico
1.2.5.1 Pedagogias, historicamente, unem diretamente os fins e as práticas (ou técnicas)
1.2.5.1.1 Conjunto de fins ligados à concepções filosóficas e, muitas vezes, políticas
1.2.5.1.1.1 Campo de valores com os meios de colocá-los em ação
1.2.5.1.1.1.1 Produz descrições, relatórios de experiências, manifestos
1.2.5.1.1.1.1.1 Objeto de experimentações, de debates, de pesquisa-ação
1.2.6 Discursos "dos outros"
1.2.6.1 Produzidos por disciplinas de ciências humanas, principalmente a psicologia e a sociologia
1.2.6.1.1 Exemplo: discurso "construtivista" dos dois teóricos Piaget (psicólogo, biólogo) e Bachelard (historiador)
1.2.7 Discursos políticos
1.2.7.1 Discurso militante
1.2.7.1.1 Com frequência se apoia na sociologia da reprodução e na crítica da globalização neoliberal
1.2.7.1.1.1 Necessário articular as análises "macro" e "micro"
1.2.7.2 Discursos gerados por instituições internacionais
1.2.7.2.1 Difundido pouco a pouco nos círculos dirigentes
1.2.7.2.1.1 Por meio de jornalistas, chega na opinião pública
1.2.7.2.2 Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)
1.2.7.2.3 Banco Mundial
1.2.7.2.3.1 Ênfase na privatização
1.2.7.2.3.1.1 Educação como mercadoria
1.2.7.2.3.1.1.1 Discurso neoliberal
1.2.8 Campo está saturado de respostas
1.2.8.1 Difícil fazer pesquisa em educação
1.3 Singularidade
1.3.1 Circulam, ao mesmo tempo, conhecimentos (por vezes de origens diversas), práticas e políticas
1.3.1.1 Cultura comum
1.3.1.1.1 Inter ou transdisciplinar
1.3.1.1.2 Questões relativas aos fins
1.3.1.1.2.1 Relação entre as práticas e as políticas
1.3.1.2 Disciplina epistemologicamente fraca
1.3.1.2.1 Fronteiras tênues
1.3.1.2.2 Conceitos fluidos
2 Ciências da educação
2.1 Área de saber
2.1.1 Produz saber
2.1.1.1 Científico
2.1.1.1.1 Normas de produção científica
2.2 Área de práticas e de políticas sobre as quais diferentes ciências humanas e sociais produzem conhecimento
2.3 Especificidades de uma disciplina denominada educação
2.3.1 Educação é um triplo processo que opera em uma tripla articulação
2.3.1.1 Humanização
2.3.1.2 Socialização
2.3.1.3 Cultura (singularização-subjetivação)
2.3.1.4 Educando
2.3.1.4.1 Produz, ou não, o conhecimento
2.3.1.4.1.1 Tem a capacidade de bloquear todo o processo
2.3.1.5 Educador
2.3.1.5.1 Poder intelectual
2.3.1.5.1.1 Não pode produzir diretamente o resultado de sua ação
2.3.1.5.1.1.1 Mobiliza o educando para que ele se eduque
2.3.1.6 Instituição (escola, família, outras)
2.3.1.6.1 Social
2.3.1.6.2 Submetida a políticas
2.3.1.6.3 Poder político
2.3.1.6.3.1 Define as condições materiais, financeiras, burocráticas etc.
2.3.1.6.3.1.1 Não pode produzir o conhecimento no aluno, mas influencia o processo de ensino-aprendizagem
3 ANPEd - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação
3.1 Reúne pesquisadores de diferentes disciplinas, interessados na questão da educação
3.1.1 Conjunto de pesquisas de cunho psicológico, sociológico, pedagógico, didático, etc, que tratam da educação
3.1.1.1 Estudos "em educação" ou "sobre educação"?
4 Desenvolver uma pesquisa
4.1 "Mostrar que..."
4.1.1 Hipóteses
4.1.1.1 Determina os resultados antes mesmo de começar a "pesquisa"
4.1.1.1.1 Fazer pesquisa não é refletir e escrever sobre a ação realizada
4.2 A justificativa de uma pesquisa é sempre a construção do conhecimento
4.3 Objetivo é sempre entender o que não sabemos
4.4 O que se quer saber, que ninguém ainda sabe?
4.4.1 Saber o que quer conhecer e como, concretamente, se fará isso
4.4.1.1 Base de um projeto de pesquisa
4.4.1.1.1 Definir uma questão de pesquisa
4.5 Dados
4.5.1 Relevância em relação às reais condições de trabalho
4.5.1.1 Professores/as com jornada dupla
4.5.1.2 Baixos salários
4.5.1.3 Ter feito o vestibular para Pedagogia porque era o mais "fácil"
4.5.1.4 Prática é um elemento a ser analisado
4.5.1.4.1 Contextualizada
4.6 Escolha dos objetos de pesquisa
4.6.1 Pressão difusa e implícita
4.6.1.1 Objetos sociomidiáticos
4.6.1.1.1 Objetos que a opinião pública e os políticos questionam
4.6.1.1.1.1 Atenção direcionada
4.6.1.1.1.1.1 Impressão de ser questões importantes que têm de ser resolvidas
4.6.1.1.1.1.1.1 Sobre isso, o que faz a pesquisa?
4.6.1.1.1.1.1.1.1 Grande tentação de tomá-las como objetos de estudo
4.6.1.1.1.1.1.1.2 Disponibilização de verba
4.6.1.1.1.1.1.1.3 Pode partir de temas sociomidiáticos, mas não tomá-los como objetos de pesquisa
4.6.1.1.2 Socialmente relevantes, mas que não são, enquanto tais, objetos de pesquisa
4.6.1.1.3 Fracasso escolar
4.6.1.1.4 Violência na escola
4.6.1.1.5 Cidadania
4.6.1.1.6 Qualidade da educação
4.6.1.1.7 Avaliação
4.6.1.1.8 Formação de professores/as
4.6.1.1.9 Parceria educativa
4.6.2 Pensados em relação a uma disciplina: filosofia, sociologia, psicologia, história etc.
5 Carece de memória
5.1 Refaz continuamente as mesmas teses, as mesmas dissertações
5.1.1 Não sabe o que foi produzido anteriormente
5.1.1.1 Freia o progresso da pesquisa em educação
5.2 Torna-se urgente constituir um arquivo coletivo da pesquisa em educação
5.2.1 Definir uma ou várias frentes da pesquisa
6 "A pesquisa educacional entre conhecimentos, políticas e práticas: especificidades e desafios de uma área de saber" (Bernard Charlot)

Media attachments