Negócio Jurídico

Hariel Bett
Mind Map by Hariel Bett, updated more than 1 year ago
Hariel Bett
Created by Hariel Bett over 6 years ago
150
2

Description

negocio juridico 2015

Resource summary

Negócio Jurídico
  1. Vícios do Consentimento
    1. São aqueles em que a vontade não é expressa de maneira absolutamente livre, podendo ser eles: Erro; Dolo; Coação; Lesão e; Estado de Perigo.
    2. Vícios Sociais
      1. são aqueles em que a vontade manifestada não tem, na realidade, a intenção pura e de boa-fé que enuncia, sendo eles: Fraude contra Credores e Simulação.
      2. Erro: O erro é um engano fático, uma falsa noção da realidade, ou seja, em relação a uma pessoa, negócio, objeto ou direito, que acomete a vontade de uma das partes que celebrou o negócio jurídico.
        1. Dolo: Pós artifícios ou manobras de uma pessoa visando a induzir outra em erro a fim de tirar proveito para si ou pra terceiro na realização do negócio jurídico.
          1. Coação: A coação pode ser conceituada como sendo uma pressão de ordem moral, psicológica, que se faz mediante ameaça de mal serio e grave, que poderá atingir o agente, membro da família ou a pessoa a ele legada, ou, ainda, ao patrimônio, para que a pessoa pratique determinado negócio jurídico.
            1. Coação absoluta, que tolhe totalmente à vontade.
              1. Coação relativa, que é vicio da vontade propriamente falando.
        2. Estado de Perigo: Configura o estado de perigo quando alguém premido ela forte necessidade de livrar-se de grave dano à pessoa, realiza negócio jurídico com outrem, sabedor dessa necessidade, em condições excessivamente onerosas.
          1. Lesão: É vício do negócio jurídico que se caracteriza pela obtenção de um lucro exagerado por se valer uma das partes da inexperiência ou necessidade econômica da outra.
            1. Fraude Contra credores: A fraude contra credores é um vício social. É a prática de qualquer negócio jurídico pelo devedor insolvente ou na iminência de o ser, que importe em diminuição de seu patrimônio, coma finalidade de frustrar o direito de seus credores ou represente violação da igualdade dos credores quirografários.
              1. Simulação: É um vicio social. É uma declaração falsa, enganosa, da vontade, visando aparentar negócio diverso do efetivamente desejado. Negócio jurídico simulado, assim, é o que tem aparência contrária à realidade.
          2. Ocorrem defeitos do negócio jurídico quando surgem imperfeições decorrentes de anomalias na formação da vontade ou em sua declaração. Deixando claro que nosso direito pátrio prestigia com maior vigor a intenção das partes do que exatamente a declaração da vontade destas, ou seja, a linguagem com qual está vestida. Há seis defeitos do negócio jurídico e que o torna anulável, a saber: o erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão e fraude contra credores. É curial observar o prazo decadencial de 4 (quatro) anos para se anular o negócio jurídico defeituoso
            Show full summary Hide full summary

            Similar

            Negócio Juridico
            rafael bortoli
            Direito Civil II Capítulo IV
            Maria Mariana Zuquelo Frá
            - Smart Micro - Laboratório de Manutenção (Loja física)
            Dirceu Sousa
            Defeitos do Negócio Jurídico
            Ani Julie
            Negócio Juridico
            Catarina Santos
            Negócio Juridico
            Joabe Pereira
            Negócio Juridico
            Giselle Gi
            Negócio Juridico
            Ravella Kerlen
            Negócio Juridico
            Loyana Alfaia
            Negócio Juridico
            virginia oliveira
            Negócio Juridico
            Cristina Brasão