Teoria das cores e aplicação do círculo cromático

Myllena Souza
Mind Map by Myllena Souza, updated more than 1 year ago
Myllena Souza
Created by Myllena Souza over 6 years ago
263
1

Description

Teoria das cores, significados das cores, circulo cromatico, seus elementos e aplicação ao ambiente

Resource summary

Teoria das cores e aplicação do círculo cromático
  1. As cores possuem tês dimensões:
    1. MATIZ - atributo pelo qual reconhecemos e descrevemos uma cor, como vermelho ou mamarelo.
      1. VALOR - o grau de luminosidade ou escurecimento de uma cor em relação ao preto e branco.
        1. SATURAÇÃO - o brilho ou a opacidade de uma cor depende da quantidade de matiz em uma cor.
          1. CÍRCULO CROMÁTICO - Entende-se por círculo cromático, como o próprio nome designa uma paleta composta por doze cores, sendo elas
            1. ESQUEMA DE CORES
              1. ACROMÁTICO - são utilizados somente preto, branco e tons de cinza ou seja, nenhuma cor.
                1. NEUTRO - os tons de alguns elementos da natureza, como areia, sisal, algodão, terra e tonalidades de marrom e bege. consideradas nem quentes e nem frias.
                  1. MONOCROMÁTICO - uso de somente uma cor, que poderá ser utilizada em diferentes tonalidades. (ideal para ambientes pequeno)
                    1. COMPLEMENTAR - utilizada cores opostas no círculo cromático, faz uso de cores contrastantes.
                      1. TRIÁDICO - emprega as cores primarias (azul, vermelho e amarelo) ou qualquer esquema que utilize três cores equidistantes no círculo cromático.
                        1. ANÁLOGO - utiliza cores próximas no círculo cromático e uma cor das primarias.
                          1. A ESCOLHA DE UM ESQUEMA
        2. Elemento capaz de infinitas possibilidades (combinação de tons), produz composições atrativas, impactantes ou tranquilizantes.
          1. Por seu caráter físico (luz e pigmento) x subjetivo (percepção pessoal) a cor coexiste entre a arte e a ciência.
          2. Conceitos e Referências - JOHANNES ITTEN
            1. O contraste tem um papel preponderante no reconhecimento da cor. Pois, "o olho e a mente conseguem distinguir perceptivelmente através de comparação e de contraste". Logo, a composição química do pigmento sofrerá adaptações diante da percepção humana. Já quanto as combinações e preferências de matiz, Itten destaca o TIMBRE SUBJETIVO DA COR, que estará diretamente relacionado ao nosso estado de ânimo, limitações e preconceitos estabelecidos para com determinadas cores
              1. Ele ainda afirma que acima de todos os gostos pessoais se sustenta uma capacidade de julgamento mais elevada no homem.
                1. "O conhecimento dos princípios objetivos é essencial para a correta avaliação e uso das cores".
                2. HARMONIA CROMÁTICA - Baseada na satisfação do olho humano, evitando que este produza (fisiologicamente/ilusoriamente) as cores que estão faltando na composição.
                  1. "O olho possui a cor complementar.Ele procura restaurar o equilíbrio em si mesmo".
                    1. EX.: Olhar fixamente para o quadrado verde por cerca de um minuto... Esse é o fenômeno da pós imagem, que manifesta-se para qualquer cor, sempre causando a sensação de que enxergamos a cor complementar.
                  2. Para ITTEN, o cinza médio é o único tom que não incita nossos olhos a criar ilusões de óptica, sendo, assim, uma cor que provoca SENSAÇÃO DE EQUILÍBRIO.
                    1. E que uma combinação harmônica acontecerá entre duas ou mais cores se sua fusão produzir um cinza claro.
                      1. "Ao examinar cada cor, é importante vê-la sobre um fundo cinza neutro". ITTEN
                    2. As cores que percebemos são produzidas pela luz. As cores exercem diferentes efeitos fisiológicos sobre o organismo humano e tendem, assim, a produzir vários juízos e sentimentos. A cor, elemento fundamental em qualquer processo de comunicação, merece uma atenção especial. É um componente com grande influência no dia à dia de uma pessoa, interferindo nos sentimentos, emoções e intelecto, pode portanto, ser usada deliberadamente para se atingir objetivos específicos.
                      1. As cores são originadas da luz que ilumina e revela a forma e o espaço. E que sem a luz, a cor não existe. Ching
                        1. "A superfície do objeto absorve certos comprimentos de luz e reflete outros. Nossos olhos captam a cor da luz refletida como a cor do objeto".
                      2. APLICAÇÃO DAS CORES NOS AMBIENTES INTERNOS
                        1. Devemos sempre observar a luz (natural ou artificial) que ilumina o ambiente e/ou os objetos.
                          1. A luz quente tende a acentuar as cores quentes e a neutralizar os matizes frios, ao passo que a luz fria intensifica as cores frias e neutraliza as matizes quentes.
                            1. Logo, é sempre melhor testar as cores no ambiente no qual elas serão vistas, tanto sob incidência da luz do dia quanto à noite.
                              1. Grandes áreas com cores intensas devem ser usadas com parcimônia, especialmente em recintos pequenos. Elas reduzem as distâncias aparentes e podem ser visualmente cansativas.
                          2. PERCEPÇÃO VISUAL - a cor interfere na forma, espaço ou volume, tamanho e peso.
                            1. PERCEPÇÃO TEMPORAL - a cor aparentemente influencia o julgamento do tempo. Experiências mostraram que, em ambientes com cores quentes, o ser humano subestima a passagem do tempo e em ambientes com cores frias o tempo é superestimado.
                              1. PERCEPÇÃO TÁTIL - é produzida pela diferença no tom das cores, entre os tons quentes e frios. cores quentes parecem fofas e macias, enquanto cores frias causam a sensação de serem duras e secas.
                                1. PERCEPÇÃO DE TEMPERATURA - o calor ou frieza de uma cor demonstra sua tendência geral para o amarelo ou para o azul, respectivamente.
                                  1. PERCEPÇÃO AUDITIVA - sons altos e fortes fazem com que os olhos fiquem mais sensíveis ao verde e menos sensível ao vermelho. Estas associações são úteis para compensar, visualmente, o problema de ruídos em diversos tipos de ambientes.
                            2. CRIAÇÃO DE ATMOSFERAS
                            3. PSICOLOGIA DAS CORES
                              1. As cores atuam em nossa mente e em nosso físico, estimulando-nos de diferentes maneiras. Portanto, a escolha de uma delas deve ser cautelosa a fim de atingir plenamente os objetivos desejados.
                                1. AZUL - É a cor da tanquilidade, da harmonia, da paz e da devoção.
                                  1. VIOLETA E ROXO -
                                    1. VERMELHO -
                                      1. LARANJA -
                                        1. AMARELO -
                                          1. VERDE -
                                            1. PRETO -
                                              1. BRANCO -
                                                1. CINZA -
                                                  1. UTILIZAÇÃO DAS CORES
                              Show full summary Hide full summary

                              Similar

                              Como Estudar Matemática
                              Alessandra S.
                              Glossário de Português
                              Alessandra S.
                              TEORIA DO DIREITO CONSTITUCIONAL #3
                              Eduardo .
                              Teoria Geral da Administração(TGA)
                              Flávio Machado Lobo
                              DENSIDADE
                              Murillo Alves
                              Síntese da Arte Rupestre
                              Sandra Barros
                              ADMINISTRAÇÃO - OS CLÁSSICOS
                              Nathalino Pachêco
                              Teoria do Crime
                              Marianna Martins
                              Arte Rupestre
                              GoConqr suporte .
                              RCA 12-1/2014 (RADA)
                              Marcos Freitas
                              FORMAS GEOMÉTRICAS E CORES NA EDUCAÇÃO INFANTIL
                              DANIELA FARIA