CAPÍTULO VIII - DA ACAREAÇÃO

Elizabethe Andrade
Mind Map by Elizabethe Andrade, updated more than 1 year ago
Elizabethe Andrade
Created by Elizabethe Andrade over 4 years ago
18
0

Description

2
Tags

Resource summary

CAPÍTULO VIII - DA ACAREAÇÃO
1 Conceito de acareação: é o ato processual, presidido pelo juiz, que coloca frente a frente declarantes, confrontando e comparando manifestações contraditórias ou divergentes, no processo, visando à busca da verdade real.
1.1 Valor da acareação: Seria um meio de prova dos mais promissores, contornando as contradições, possibilitaria o reequilíbrio das provas colhidas em desarmonia, permitindo o correto deslinde da causa. Na prática, no entanto, é inócua e sem utilidade, uma vez que, raramente, as pessoas confrontadas voltam atrás e narram, de fato, a verdade do que sabem.
2 Art. 229. A acareação será admitida entre acusados, entre acusado e testemunha, entre testemunhas, entre acusado ou testemunha e a pessoa ofendida, e entre as pessoas ofendidas, sempre que divergirem, em suas declarações, sobre fatos ou circunstâncias relevantes.
2.1 Admissão da acareação: pode dar-se, como prevê a norma, entre todos os sujeitos envolvidos no processo.
2.2 Fatos e circunstâncias relevantes: o objeto da acareação há de ser fato ou circunstância relevante para o desfecho da causa.
2.3 Requerimento das partes ou procedimento de ofício: pode a acareação ser requerida por qualquer das partes e, também, determinada de ofício pelo magistrado.
3 Parágrafo único. Os acareados serão reperguntados, para que expliquem os pontos de divergências, reduzindo-se a termo o ato de acareação.
3.1 Procedimento do magistrado na condução da acareação: após a colocação frente a frente, na presença das partes (acusação e defesa), das pessoas que devem aclarar as divergências apresentadas em suas declarações, deve o juiz destacar, ponto por ponto, as contradições existentes.
4 Art. 230. Se ausente alguma testemunha, cujas declarações divirjam das de outra, que esteja presente, a esta se darão a conhecer os pontos da divergência, consignando-se no auto o que explicar ou observar. Se subsistir a discordância, expedir-se-á precatória à autoridade do lugar onde resida a testemunha ausente, transcrevendo-se as declarações desta e as da testemunha presente, nos pontos em que divergirem, bem como o texto do referido auto, a fim de que se complete a diligência, ouvindo-se a testemunha ausente, pela mesma forma estabelecida para a testemunha presente. Esta diligência só se realizará quando não importe demora prejudicial ao processo e o juiz a entenda conveniente.
4.1 Acareação à distância: Torna-se possível promover a acareação entre pessoas que não estão face a face
4.2 Testemunha ausente: A pessoa ausente não necessariamente precisa residir em outra Comarca, mas pode ter falecido ou ter ficado insana. Dessa forma, os pontos de divergência serão confrontados pelo que a ausente tiver declarado com o que a presente puder esclarecer.
4.2.1 ELIZABETHE DE ALMEIDA ANDRADE
4.3 Princípio da economia processual
Show full summary Hide full summary

Similar

Simbolismo
joycecarvalhosan
MÁQUINA HIDRÁULICA INDUSTRIAL
Prof. Valerio
ATRIBUIÇÕES DO CONGRESSO LEI SANÇÃO
Karine12
Bioética
Stéphanie Tharli
Não somos latinos
Ana Carolina Soa7326
Método para diagnóstico de cárie
caio leite
fontes do direito
marinesflorek
Recursos Naturais
rcembra
Ciclo Motivacional
clarice ferreira
BIOESTATÍSTICA - 17.10.2015 TIPOS DE VARIÁVEIS
Guilherme Avelin