Gramática - Visão Geral - Fonologia

tiago meira de almeida
Mind Map by , created almost 6 years ago

Baseado no livro Gramática da Língua Portuguesa para Concursos, Vestibulares, ENEM, colégios técnicos e militares... - Nílson Teixeira de Almeida

1197
41
2
tiago meira de almeida
Created by tiago meira de almeida almost 6 years ago
FONÉTICA - PROVA
Edison Antonio Oliveira
Vestibular - Crase
GoConqr suporte .
Gramática - Fonologia - Quiz I
tiago meira de almeida
To Kill A Mockingbird Complete Notes
jessica.moscrip
AQA Biology 12.1 cellular organisation
Charlotte Hewson
Funções de Linguagem
jumgarcia
Fonética e Fonologia
Camila Veronese
Colocação Pronominal
Cali Galvão
Elementos da Comunicação.
jumgarcia
Prova de Substantivos
Edison Antonio Oliveira
Gramática - Visão Geral - Fonologia
1 Parte da gramática que estuda os fonemas de uma língua
1.1 # Articulações da língua
1.1.1 1ª) os signos se relacionam corretamente formando uma sequência lógica
1.1.2 2º) os fonemas se relacionam formando os signos
1.1.2.1 Alofone: Variante fonética de um fonema
1.1.2.2 Fonema: unidade fônica distinta da palavra
1.1.2.2.1 Vogais
1.1.2.2.2 Semivogais
1.1.2.2.3 Consoantes
1.1.2.3 Letra: sinal gráfico que representa o(s) fonema(s)
1.1.2.4 Dígrafos: grupo de letras que representam um único fonema
1.1.2.5 Dífono: fonemas representados por uma única letra
1.1.2.6 Encontros vocálicos: sequência de fonemas vocálicos na mesma sílaba ou em sílabas separadas
1.1.2.6.1 Ditongo crescente e decrescente
1.1.2.6.2 Tritongo
1.1.2.6.3 Hiato
1.1.2.7 Encontros consonantais: sequência imediata de consoantes num mesmo vocábulo
1.1.2.8 Sílaba: fonema ou conjunto de fonemas emitidos num só impulso expiratório
1.1.2.8.1 Classificação quanto ao número de sílabas: monossílabos, dissílabos, trissílabos e polissílabos
1.1.2.9 Acento tônico: maior intensidade de voz de uma sílaba
1.1.2.9.1 Monossílabos tônicos são pronunciados com autonomia fonética. Geralmente pertencem as classes: substantivos, adjetivos, advérbios, verbos, numerais, pronomes retos e alguns pronomes oblíquos (mim, ti, si, nós, vós)
1.1.2.9.2 Monossílabos átonos: não tem autonomia fonética
1.1.2.9.3 Oxítonos: a última sílaba é tônica
1.1.2.9.4 Paroxítonos: a penúltima sílaba é tônica
1.1.2.9.5 Proparoxítonos: a antepenúltima sílaba é tônica
1.1.2.10 Separação silábica: deve ser feita pela soletração
1.1.2.10.1 Consoante interna não seguida de vogal pertence à sílaba anterior
1.1.2.10.2 Separam-se os dígrafos consonantais RR, SS, SC, SÇ, XC e XS
1.1.2.11 Ortoepia: correta pronúncia quanto à emissão de vogais, à articulação de consoantes e ao timbre
1.1.2.12 Prosódia: correta pronúncia quanto à posição da sílaba tônica
1.2 # Ortografia
1.2.1 Cuida da correta escrita das palavras
1.2.1.1 Emprego do K, W, Y: nomes próprios estrangeiros e seus derivados; palavras estrangeiras não aportuguesadas; abreviaturas e símbolos científicos
1.2.1.2 Emprego do H: no início de certas palavras, devido à etimologia; na formação de dígrafos; nos compostos unidos por hífen; no início e no final de interjeições; no substantivo próprio Bahia;
1.2.1.3 Emprego do X: depois de ditongos; depois da inicial me/en
1.2.1.4 Emprego do C e Ç: depois de ditongos, em palavras de origem árabe, tupi ou africana; formas correlatas de terminações -to ou -ter; sufixo -aço, -iço, -ação
1.2.1.5 Emprego do SS: substantivos relacionados com verbos: com radicais ced, met, prim, gred; com terminação -tir
1.2.1.6 Emprego do S: sufixo -ês, indicador de origem; sufixos -esa e -isa, formadores de femininos; sufixos -oso e -osa, formadores de adjetivos; depois de ditongos
1.2.1.7 Emprego do Z: verbos formados pelo sufixo -izar; substantivos formadores de adjetivos; sufixos formadores de aumentativos e diminutivos; sufixo -triz formador de femininos
1.2.1.8 Emprego do J: conjugação de verbos terminados em -jar; palavras de origem tupi, africana ou árabe; palavras derivadas de outras que já contêm a letra J
1.2.1.9 Emprego do G: substantivos terminados por -agem, -igem, -ugem, -ágio, -égio, -ígio, -ógio, -úgio
1.2.1.10 Grafia com E: formas verbais em que o infinitivo termina em -ear, -oar e -uar; palavras formadas pelo prefixo ante (anterioridade); palavras derivadas com terminação -eano(a)
1.2.1.11 Grafia com I: formas verbais em que o infinitivo termina em -air, - iar, -oer e uir; palavras formadas pelo prefixo anti (oposição); palavras derivadas com a terminação -iano(a)
1.3 # Emprego do hífen
1.3.1 Na maioria dos substantivos e adjetivos compostos cujos elementos têm acentuação própria e formam uma unidade significativa
1.3.2 Compostos designativos de espécies botânicas ou zoológicas
1.3.3 Encadeamentos vocabulares
1.3.4 Topônimos compostos iniciados pelos adjetivos grã, grão ou forma verbal, ou cujos elementos estejam ligados por artigo
1.3.5 Compostos com prefixos circum- e pan-, quando o segundo elemento iniciar-se por vogal, m ou n
1.3.6 Compostos formados com advérbios mal e bem quando esses elementos formam uma unidade sintagmática com significado e o segundo começa por vogal
1.3.7 Compostos com prefixos: além-, aquém-, recém-, sem-, ex-, vice-, vizo-, soto- e sota-
1.3.8 Palavras formadas por sufixos -açu, -guaçu, ou -mirim, desde que o primeiro elemento termine com vogal acentuada graficamente ou nasalizada
1.3.9 Compostos formados pelo prefixo sub- diante de palavras iniciadas com b ou h
1.3.10 Compostos iniciados com prefixos tônicos pré-, pró- e pós- seguidos de palavras de vida autônoma na língua
1.3.11 Compostos com prefixos inter-, hiper- e super-, quando o segundo elemento iniciar-se por r ou h
1.3.12 Palavras iniciadas por prefixos ou pseudoprefixos seguidas h ou letra idêntica à que encerra o primeiro elemento
1.3.13 Compostos formados pelo prefixo co- seguido de palavras iniciadas com h
1.4 # Acentuação Gráfica
1.4.1 Sinal de escrita que indica uma maior intensidade de uma sílaba. Serve para indicar as exceções de pronúncia.
1.4.1.1 Monossílabos tônicos são acentuados: quando terminados por a(s), e(s), o(s); quando formados por ditongos orais abertos éis, éu, ói; na relação entre singular e plural de verbos (ele vê/eles veem - ele vem/eles vêm)
1.4.1.2 Oxítonos são acentuados quando terminados em a(s), e(s), o(s), em, ens, éis, éu, ói
1.4.1.3 Paroxítonos são todos acentuados com exceção dos terminados em: a(s), e(s), o(s) (desde que não formem ditongos), am, em, ens. Não se acentua os ditongos orais abertos nas paroxítonas
1.4.1.4 Acentuam-se todas as proparoxítonas sem exceção.
1.4.1.5 Acentuam-se as letras i/u quando sejam a segunda vogal tônica de um hiato, esteja sozinhas na sílaba ou seguidas de s e não tenham LH ou NH posteriores. As letras i/u e e/o não recebem acento quando aparecerem repetidas
1.4.1.6 O acento diferencial deve ser usado apenas nas palavras pôde (3ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo), têm -e seus derivados- (3ª pessoa do plural do presente do indicativo), pôr (verbo)
1.5 # Semântica
1.5.1 É o estudo do significado das palavras e das sentenças
1.5.1.1 Significante: sucessão de sons (que podem ser representados por letras) que criam uma imagem em nosso cérebro (plano de expressão)
1.5.1.2 Signo linguístico é uma estrutura mínima constituída de significante e significado
1.5.1.3 Significado: conceito/ideia que associamos ao significante (plano de conteúdo)
1.5.1.4 Sinônimos: palavras de sentido igual ou aproximado
1.5.1.5 Antônimos: palavras de sentido oposto
1.5.1.6 Homônimos: palavras que possuem igualdade fonética (homófonos) ou gráfica (homógrafos)
1.5.1.7 Parônimos: palavras parecidas na escrita ou na pronúncia
1.5.1.8 Polissemia: propriedade da palavra de apresentar significados distintos que só podem ser explicados pelo contexto
1.5.1.9 Contexto: unidade linguística de âmbito maior, na qual se insere outra de âmbito menor
1.5.1.10 Denotação: conceito de origem, significação básica da palavra, sentido literal
1.5.1.11 Conotação:significação derivada, acréscimo de significado, sentido literário
1.5.1.12 Acarretamento: quando uma significação permite que consigamos inferir outra. Hiponímia: significado menos abrangente. Hiperonímia: significado mais abrangente.

Media attachments