Pronomes

Ana Beatriz Moraes
Mind Map by Ana Beatriz Moraes, updated more than 1 year ago More Less
Ana Beatriz Moraes
Created by Ana Beatriz Moraes over 3 years ago
7
1
0

Description

Concurso Público Português Mind Map on Pronomes, created by Ana Beatriz Moraes on 05/05/2016.

Resource summary

Pronomes
1 Classe de palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo, situando-o numa pessoa do discurso

Annotations:

  • - o ser que fala - 1ªp (eu e nós) -o ser com quem se fala - 2ª pessoa (tu e vós) - o ser (ou coisa) de que se fala - 3ª p. (ele e eles)
2 PRONOMES SUBSTANTIVOS

Annotations:

  • ELE (pronome substantivo) jamais desconfiou de NOSSA (pronome adjetivo) honestidade
2.1 Substitui o substantivo e exerce função típica deste
3 PRONOMES ADJETIVOS

Annotations:

  • O rapaz o (pron. subst.) comprou por meu (pron, adj,) intermédio
3.1 Acompanha o substantivo, atribuindo-lhe informações acessórias
4 CLASSIFICAÇÕES
4.1 PRONOMES PESSOAIS
4.1.1 Indicam diretamente as pessoas gramaticais(1ª,2ª e 3ª pessoa)
4.1.1.1 RETOS

Annotations:

  • EU TU ELE NÓS VÓS ELES
4.1.1.1.1 1- Função subjetiva

Annotations:

  • Funcionam como sujeito de um verbo Eles jamais deixarão os juros caírem demais Todos irão CONOSCO(oblíquo), João NÓS (reto) encontrá-LO(oblíquo)-emos no shopping à tarde
4.1.1.1.2 2- Força de tonicidade do pronome interfere no seu emprego

Annotations:

  • Ele sempre gosta de falar de si(tônico) Deixaram o livro para EU (átono) ler durante o final de semana [ A preposição "para" rege toda a oração de finalidade, mas não está regendo o pronome, que é átono]
4.1.1.1.3 3- Pronomes retos "EU" e "TU" só aparecem como sujeito, salvo exceções. Logo, nunca serão regidos preposição.

Annotations:

  • Ainda ontem eu participei de uma plenária Não há problemas entre mim e ti, Mário. Cuidado! "Não há problemas entre eu e tu" ->ERRADO, pois EU e TU não admitem ser regidos por preposição Onde está o papel para EU imprimir o trabalho? (EU é sujeito do verbo imprimir) A notícia chegou até mim * Eles saíram sem EU dar o dinheiro para o cinema (O EU é sujeito do verbo dar - a preposição SEM rege a oração )
4.1.1.1.3.1 Pronomes EU e TU podem, excepcionalmente, aparecer como PREDICATIVO e VOCATIVO respectivamente

Annotations:

  • Por favor, deixe que eu seja EU(predicativo) Ó TU(vocativo), meu senhor, ajuda-nos com teus favores!
4.1.1.1.4 4- Brasil - TU foi praticamente substituído por VOCÊ.
4.1.1.1.4.1 VOCÊ - se refere à 2ª pessoa do discurso, mas exige o verbo da concordância sempre na 3ª p.do singular

Annotations:

  • João, você vai conosco ao show? Em algumas regiões,  o falar COLOQUIAL emprega o TU com o verbo na 3ª pessoa do singular - TU FOI, TU VAI - não deve ser empregado no padrão culto
4.1.1.1.5 5- Plural de modéstia - Substituição do pronome EU por NÓS - para dar à mensagem um tom menos arrogante
4.1.1.1.5.1 Cuidado! A substituição de NÓS por A GENTE é típica da linguagem coloquial
4.1.1.2 OBLÍQUOS
4.1.1.2.1 Átonos

Annotations:

  • ME TE O,A,LHE,SE NOS VOS OS,AS,LHES,SE
4.1.1.2.1.1 Repelem a presença de uma preposição essencial que os reja
4.1.1.2.1.2 LHE, LHES - substituem termos que exigem preposição.

Annotations:

  • Também equivalem aos oblíquos tônicos preposicionados a ele, a ela, a eles, a elas Todos lhe fizeram grandes elogios (=fizeram grandes elogios a ela/a ele).
4.1.1.2.1.2.1 Equivalem ao oblíquos tônicos a ele, e ala...
4.1.1.2.1.3 O, A, OS, AS - são usados como OD e ODI - Pronomes acusativos

Annotations:

  • Equivalem aos oblíquos tônicos preposicionados A ELE, A ELA, A ELAS Os jornalistas o fotografaram quando descia a serra Todos as aplaudiam com entusiasmo
4.1.1.2.1.3.1 Quando enclíticos a verbos terminados em -r, -s, -z , assumem as formas LO, LAS, LOS, LAS e a forma verbal perde aquelas consoantes

Annotations:

  • Pegou dinheiro para comprar livros = Pegou dinheiro para comprá-los
4.1.1.2.1.3.2 Quando enclíticos a verbos terminados em ditongo nasal (-ão,-õe, -m)- NO, NA, NOS, NAS

Annotations:

  • Encontram o homem deitado = Encontraram-no deitado
4.1.1.2.1.4 ME, TE, SE ,NOS, VOS - são empregados como complementos de VTD e VTI.

Annotations:

  • Logo, podem funcionar como OD (caso acusativo) ou OI (caso dativo) Sempre nos (OI) disse o que fazer nas horas difíceis Informaram-nos (OD) sobre o problema. Eles se (OD) viram, mas não se (OD) cumprimentaram.
4.1.1.2.1.4.1 Podem equivaler a pronomes possessivos - a meu/minha; teu/tua; seu/sua; dele/dela; nosso/nossa, vosso/vossa e plurais

Annotations:

  • A velocidade do vento despenteava-nos os cabelos = ... despenteava os nossos cabelos
4.1.1.2.2 Tônicos

Annotations:

  • MIM,COMIGO TI,CONTIGO SI,CONSIGO,ELE, ELA CONOSCO,NÓS CONVOSCO,VÓS SI,CONSIGO, ELES, ELAS
  • Após mim, veio o cortejo Pedro fez tudo por mim e por ti
4.1.1.2.2.1 Sempre precedidos de uma preposição
4.1.1.2.2.2 Os pronomes ELE, ELA,NÓS,VÓS, ELES e ELAS - podem aparecer na função reta e oblíqua, nesse caso virão com preposição

Annotations:

  • Eles(reto sujeito) não irão à festa da nossa turma Disseram a eles (oblíquo tônico - objeto indireto) que a festa não se realizará A mulher do prefeito, parece que viram a ela (pronome oblíquo tônico - objeto direto preposicionado)
4.1.1.2.2.2.1 ELE, ELAS, ELES, ELAS - quando funcionam como complemento podem se contrair com preposições DE e EM

Annotations:

  • Todos acreditam NELE A família depende DELE para sobreviver
4.1.1.2.2.3 Pronomes SI e CONSIGO são reflexivos e só devem ser usados com referência ao Sujeito da oração

Annotations:

  • Os rapazes sempre levam CONSIGO (obliquo tônico - refere-se aos sujeito rapazes) um punhado de farinha Ele sempre fala de SI para os estanhos
4.1.1.2.2.4 Pronomes COMIGO, CONTIGO, CONSIGO, CONOSCO, CONVOSCO - já trazem em si mesmo a preposição COM (resultado de combinação)

Annotations:

  • Ao saíres, avisa-nos, pois iremos CONTIGO
4.1.1.2.2.4.1 CONOSCO e CONVOSCO - devem ser substituídos por COM NÓS e COM VÓS - quando presente reforço do pronome por meio de adjunto adnominal

Annotations:

  • Geralmente, esse reforço se dá com os vocábulos MESMO e PRÓPRIO Eles irão conosco OU Eles irão com nós mesmos/ com nós próprios/ com nós outros/ com nós dois
4.1.1.2.3 Pronomes que exercem função complementar
4.1.1.3 DE TRATAMENTO

Annotations:

  • Vossa Senhoria - para pessoas que exercem cargos importantes Vossa Excelência - para autoridades superiores (presidentes, juízes, deputados, senadores, governadores, etc) Vossa Eminência - para cardeais Vossa Alteza- para príncipes, princesas e duques Vossa Majestade- para reis e rainhas Vossa Merítissima - juízes Vossa Magnificência - reitores Vossa Reverendíssima - sacerdores religiosos, bispos, padres, pastores Vossa Santidade - papa
4.1.1.3.1 Usados em referência a certas pessoas consideradas autoridades ou quando a formalidade exigir
4.1.1.3.2 Referem à 2ª pessoa, entretanto exigem a concordância verbal e todos elementos que se refiram na 3ª p.

Annotations:

  • Suas Excelências ainda não deixaram os seus despachos
4.1.1.3.3 Tais tratamento só são considerados pronomes de tratamento quando vêm antecedido de SUA ou VOSSA
4.1.1.3.3.1 Desprovidas de tais partículas tornam-se meros substantivos femininos ou adjetivos

Annotations:

  • É uma excelência(subst) de pessoa Aquele rapaz é um reverendíssimo (adjetivo) imbecil.
4.1.1.3.4 Emprega-se SUA quando nos referimos à pessoa. Emprega-se VOSSA quando nos dirigimos à pessoa

Annotations:

  • Quando Sua Excelência chegar, avise-lhe, por favor, sobre o problema Vossa Alteza, quer que eu lhe traga o almoço agora?
4.2 PRONOMES DEMONSTRATIVOS

Annotations:

  • este,estes - esta,estas - isto esse,esses- essa,essas - isso aquele,aqueles - aquela,aquelas - aquilo mesmo(s),mesma(s), próprio(s), própria(s), tal, tais, semelhante(s)
4.2.1 Situam as pessoas ou coisas no tempo ou espaço, postas em relação às pessoas do discurso. Apresentam formas variáveis e invariáveis
4.2.1.1 LOCALIZAÇÃO ESPACIAL
4.2.1.1.1 Empregam-se ESTE, ESTA, ISTO e variações - quando o referente se encontra com o ser que fala

Annotations:

  • Estes livro contém preciosas lições Esta camisa aqui custou-me quarenta reais
4.2.1.1.2 ESSE, ESSA, ISSO e variações - quando o referente se encontra próximo,perto de quem fala

Annotations:

  • Quanto custou essa camisa que você está usando?
4.2.1.1.3 AQUELE, AQUELA, AQUILO e variações - quando o referente se encontra distante do ser que fala

Annotations:

  • Aquele menino acolá passou em um concurso para juiz federal
4.2.1.2 LOCALIZAÇÃO TEMPORAL
4.2.1.2.1 ESTE,ESTA,ISTO e variações- quando refere-se a um tempo presente em relação à pessoa que fala

Annotations:

  • Ainda este ano irei à Europa
4.2.1.2.2 ESSE, ESSA, ISSO e variações - quando se faz referências a um tempo passado ou futuro em relação à pessoa que fala

Annotations:

  • O ano passado marcou minha vida. Nesse ano nasceu o meu filho
4.2.1.2.3 AQUELE, AQUELA, AQUILO e variações - quando se faz referências a passado distante em relação ao ser que fala

Annotations:

  • Em 1980, a inflação era golpante. Naquele ano, viviam-se ....
4.2.1.3 LOCALIZAÇÃO TEXTUAL
4.2.1.3.1 ESSE, ESSA,ISSO e variações - para retomar termos e informações já mencionadas.

Annotations:

  • A violência assola o país de norte a sul. ESSE problema inviabiliza muitos negócios comerciais no Brasil
4.2.1.3.1.1 Elemento de Coesão Referencial Anafórica
4.2.1.3.2 ESTE,ESTA,ISTO e variações - para antecipar termos e inf. que ainda vão ser mencionadas
4.2.1.3.2.1 Elemento de Coesão Referencial Catafórica

Annotations:

  • O Brasil precisa disto: educação igualitária - de qualidade - para todos.
4.2.1.3.3 ESTE, ESTA, ISTO e variações - para retomar , dentro de um período, o termo mais próximo. AQUELE,AQUELA,AQUILO e variações para retomar, dentro do período, o termo mais distante

Annotations:

  • Os otimistas não julgam os pessimistas, nem estes àqueles, pois ambos convergem para alguma forma de idealismo. estes = pessimistas aqueles = otimistas
4.2.1.3.4 Empregam-se, indistintamente, ESSE,ESSA,ISSO,ESTE,ESTA,ISTO e variações para retomar termos e ideias anteriormente expressos,mormente quando o elemento retomado se encontra imediatamente atrás de tais pronomes
4.2.1.4 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES
4.2.1.4.1 A contração NISTO (em vez de nisso) - função circunstancial com o sentido de "nesse momento", "então" "em tal momento".

Annotations:

  • A bomba estourou precisamente às 17h. Nisto, soaram todos os alarmes da cidade.
4.2.1.4.2 AQUELE/AQUILO,AQUELA,AQUELES e AQUELAS - podem aparecer em forma reduzida O,A,OS,AS respectivamente

Annotations:

  • Estes são usados em função substantiva e são seguidos de preposição ou de uma oração adjetiva, Eles também aparecem em construções com o verbo SER. Todos sabiam o que ele pensava sobre o problema. o=aquilo o qual pensava... Se ele é pobre, eu também o sou o=aquilo Os que lutam são os que vencem os= aqueles
4.2.1.4.2.1 O artigo definido, quando ausente o substantivo, converte-se em pronome demonstrativo com o sentido de aquele, aquela, aquilo.

Annotations:

  • A minha casa é menos confortável que A do vizinho Se ele é rico, eu também O sou
4.2.1.4.2.1.1 Isto ocorre quando o "o" vem seguido de preposição, pronome relativo"que" ou construído com o verbo "ser"
4.2.1.4.3 Os pronomes MESMO e PRÓPRIO serão demonstrativos quando possuírem sentido de "exato, idêntico, em pessoa"

Annotations:

  • De fato, foi João mesmo quem resolveu o problema Amanhã tu deverás ir à mesma rua em que estiveste na semana passada.
4.2.1.4.4 TAL será pronome demonstrativo quando equivaler a ESTE, ESSE,AQUELE e flexões

Annotations:

  • Tal foi o filme que assistimos na semana passada Temos verdadeiro repúdio a tal sujeito
4.2.1.4.5 Expressão ISTO É (nunca isso é) equievale a "quer dizer, significa" quando se vai esclarecer um pensamento, uma ideia

Annotations:

  • A vida é um incógnita, isto é, nunca se sabe a que lugar ela chegará
4.2.1.4.6 Como conjunção conclusiva, o mais frequente a se usar é POR ISSO (em vez de por isto)

Annotations:

  • Por isto não está errado, todavia usa-se mais frequentemente POR ISSO Sempre estudou com afinco, por isso (ou por isto) obteve um bom desconto na mensalidade da escola
4.2.1.4.7 SEMELHANTE será pronome demonstrativo quando equivaler a TAL

Annotations:

  • Tenha mais cuidado para não cair em semelhante erro
4.2.1.4.8 É condenável o emprego de MESMO(S), MESMA(S) em função substantiva.

Annotations:

  • Encontramos o Ricardo em sua casa de praia. O mesmo nos disse que ... (Prefira: Ele nos disse que...) O bandido se evadiu, mas a polícia prendeu o mesmo poucas horas depois (Prefira: .. mas a polícia o prendeu...)
4.3 PRONOMES INDEFINIDOS

Attachments:

4.3.1 Pronomes que se referem à 3ª pessoa do discurso quando esta tem sentido vago e indeterminado.

Annotations:

  • Alguns são invariáveis e outros variáveis
4.3.1.1 Considerações Gerais
4.3.1.1.1 Quando o pron. e as locuções indefinidos estão no singular, o verbo de concordância também ficará no singular

Annotations:

  • Cada um dos trabalhadores CONSEGUIU aumento este mês Algum dos participantes SE ENTRETEVE bastante com o novo invento
4.3.1.1.2 Podem acompanhar o substantivo (pronomes adjetivos) ou substituir os subst. (pronomes substantivos)

Annotations:

  • NINGUÉM chegou até agora - pron. subst. MUITOS alunos saíram da sala - pron. adj.
4.3.2 QUALQUER
4.3.2.1 Será pronome indefinido quando vier anteposto ao subst. - equivalerá a ALGUM(NS)/ ALGUMA(S)

Annotations:

  • Indivíduo ou indivíduos tomados indistintamente dentre outros da mesma espécie QUALQUER(pron. indefinido) pessoa consegue fazer isso Eu era uma pessoa qualquer(adjetivo)
4.3.2.1.1 Quando posposto será morfologicamente adjetivo e geralmente terá sentido depreciativo
4.3.3 TODO

Annotations:

  • Coletivo universal Possui flexões TODA, TODOS, TODAS
4.3.3.1 Empregado no singular, sem a presença de artigo definido - com sentido de QUALQUER

Annotations:

  • TODO homem pode cometer um crime impensadamente Era homem de uma honestidade a TODA prova ...
  • Há gramáticos que não aceitam essa acepção do pronome indefinido TODO, pois só admitem o seu emprego no sentido de totalidade
4.3.3.2 Empregado no singular anteposto a substantivo precedido ou não de artigo - com sentido de TOTALIDADE ou CADA

Annotations:

  • Por toda a parte andava acesa a guerra Todo homem é mortal, mas o homem todo não é mortal
4.3.3.3 Empregado no singular e posposto a um subst. para indicar a totalidade das partes

Annotations:

  • Assim que chegamos, ele nos mostrou a casa toda ( = a casa em sua totalidade)
4.3.3.4 Empregado no plural, anteposto ou posposto, para indicar totalidade numérica

Annotations:

  • Usou todas as forças para impedir o avanço da doença
4.3.3.5 Emprega-se, acompanhado de adjetivo atributivo, com significado de EM TODAS AS SUAS PARTES, COMPLETAMENTE, MUITO - nesta acepção TODO exerce função de advérbio e admite flexão

Annotations:

  • Toda assustada, quis saber o que é que me doía A porta está TODO/TODA aberta Ela está TODO/TODA cheia de alegria Vimos uma casa TODO/TODA estragada A torta está TODO/TODA estragada Paris elegante estava todo ali
4.3.4 TUDO
4.3.4.1 Forma neutra do pronome TODO - pode aparecer como pron. subst. ou adj.

Annotations:

  • Sofrerei TUDO por amor de ti Vi TUDO isto, e fiquei satisfeito
4.3.4.1.1 Como pronome adjetivo aparece em combinações do tipo - tudo isso, tudo aquilo, tudo o que, tudo o mais, etc
4.3.5 ALGUM
4.3.5.1 Anteposto ao subst. assume frequentemente valor positivo de QUALQUER, UM

Annotations:

  • Folgamos de ver que os ingleses já servem para alguma coisa entre tão iminentes estadistas ... assentarei a mão para alguma obra de maior tomo
4.3.5.2 Anteposto ao subt., assume também valor de CERTO, UM POUCO DE

Annotations:

  • Daqui a algum tempo, quando .... Por algum tempo tempo esperou ...
4.3.5.3 Posposto ao substantivo, com valor negativo, equivale a NENHUM

Annotations:

  • Mas não o leva à feira anual, nem o aplica em trabalho algum. Esse biltre sem senso moral algum
4.3.6 CERTO
4.3.6.1 Só será pronome indefinido quando vier anteposto a um subst.

Annotations:

  • As outras escravas a contemplavam todas com CERTO interesse e cosimeração (pronome indefinido) Seguia devagar, mas com um destino CERTO (adjetivo)
4.3.6.1.1 Posposto a um subst. assume valor ADJETIVO equivalendo a VERDADEIRO, INFALÍVEL, EXATO, FIEL, QUE NÃO FALTA, CONSTANTE
4.3.6.1.2 Assume também função circunstancial - advérbio - equivalendo a CERTAMENTE
4.3.7 OUTRO
4.3.7.1 Indefinição que equivale a ALGUÉM, ALGO - geralmente no sentido de UM AO OUTRO, UM DO OUTRO, UM PARA O OUTRO

Annotations:

  • Um ou outro branco, levado pela necessidade de sair, atravessava a rua
4.3.7.1.1 Também pode ter valor de ADJETIVO - apresentando sentido de NOVO, DIFERENTE, MUDADO, SEMELHANTE, IGUAL

Annotations:

  • Os brasileiros de outras latitudes mal o compreendem.
4.3.8 CADA
4.3.8.1 Pronome Indf. INVARIÁVEL. " Geralmente nas expressões CADA UM, CADA QUAL"

Annotations:

  • CADA UM deles trazia à cinta dois pistoleiros CADA QUAL terá a sua recompensa Perdeu muito dinheiro em CADA aposta que fez
4.4 PRONOMES POSSESSIVOS
4.4.1 Estabelece noção de posse em referência às pessoas do discurso (1ª,2ª e 3ª)
4.4.1.1 Concordam com a coisa possuída e NÃO com o possuidor

Annotations:

  • A garota e o seu cãozinho passeavam pela praça tranquilamente seu = cãozinho da garota
4.4.2 Em geral, os pronomes possessivos adj. facultam a anteposição de um artigo (determinante)

Annotations:

  • Ainda não levei seu carro OU Ainda não levei o seu carro
4.4.3 Quando o pronome possessivo é substantivo - a presença de um artigo ou outro determinante é INDISPENSÁVEL

Annotations:

  • Este carro aqui não é mais caro que o seu
4.4.4 Geralmente não se emprega o pronome possessivo antes de nomes que indicam "partes do corpo" ou "faculdade do espiríto"

Annotations:

  • Ontem eu machuquei o joelho (e não o meu joelho) João perdeu o senso ( e não o seu senso)
4.4.5 ME, TE, LHE, NOS, VOS, LHES - podem ser as vezes possessivos

Annotations:

  • Equivalerão a MEU,MINHA, TEU, TUA, SEU, SUA, NOSSO, VOSSO, DELE, DELA, etc Naquele momento, ferveu-me o sangue O vento assanhava-nos os cabelos Cabelos cacheados moldam-lhe o rosto ( moldam o rosto dela).
4.4.6 São usados , em muitos casos, para indicar respeito e afetividade

Annotations:

  • Sente-se, por favor, minha senhora.
4.4.7 SEU, SUA, SEUS, SUAS - podem gerar ambiguidade quando houver mais de uma terceira pessoa -> devendo substituir por DELE,DELA,DELES, DELAS

Annotations:

  • João disse a Lana que sua prima está doente (prima de quem?) João disse a Lana que a prima dele está doente
4.4.8 Em alguns casos, a mudança do pronome possessivo alterrá o sentido

Annotations:

  • O meu livro ( = posse) O livro meu (=minha autoria) Suas notícias (= notícias dadas por você) Notícias suas (= notícias sobre você)
4.4.9 Empregam-se alguns possessivos no plural com o sentido de PARENTES, FAMÍLIA

Annotations:

  • Como vão os seus? Os meus continuam no interior.
4.5 PRONOMES RELATIVOS

Annotations:

  • INVARIÁVEIS - que, quem, onde VARIÁVEIS - o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas COMO e QUANTO também serão pronomes relativos quando retomar a termos anteriormente mencionados
4.5.1 Representam um antecedente e servem como vínculo gramatical entre duas orações. Relativos-conjuntivos
4.5.1.1 QUE
4.5.1.1.1 Relativo universal - se refere a pessoas ou coisas

Annotations:

  • Só deve ser substituído por outro relativo em casos específicos. Os soldados que tinham seguido a bandeira  ..
4.5.1.2 QUEM
4.5.1.2.1 Refere-se a pessoas ou coisas personificadas.
4.5.1.2.1.1 Com antecedente expresso - preposição

Annotations:

  • Há por aí tanta moça bonita, a quem o senhor pode fazer a corte
4.5.1.2.1.2 Sem antecedente expresso - sem preposição -> sentido de AQUELE QUE

Annotations:

  • Relativo condensado (pois é ao mesmo tempo pronome demonstrativo e pronome relativo) Quem com ferro fere com ferro será ferido
4.5.1.3 ONDE
4.5.1.3.1 Relativo locativo. Retoma e substitui termos com noção de lugar

Annotations:

  • Pádua enxugou os olhos e foi para casa, onde viveu prostrado alguns dias
4.5.1.3.1.1 -> EM QUE (na qual, no qual, nas quais, nos quais)
4.5.1.4 O QUAL, A QUAL, OS QUAIS, AS QUAIS
4.5.1.4.1 Devem substituir o QUE, quando este provocar ambiguidade, for precedido por um preposição com mais de uma sílaba ou for eufonicamente melhor
4.5.1.5 CUJO,CUJA,CUJOS,CUJAS

Annotations:

  • Trazem implícita a preposição DE Comprei um livro cujas páginas são verdes
  • O auditor em cuja competência confio é jovem - relação de posse - não confio no auditor, e sim na sua competência (confio EM) ##O auditor em quem/no qual confio é jovem
4.5.1.5.1 Utilizados para substituir termos com noção de posse ou de pertinência
4.5.1.5.1.1 Equivale a do qual, da qual, dos quais, das quais, seu, sua, seus, suas, dele, dela, delas, deles
4.5.1.5.1.2 Retomam a um termo antecedente, mas concordam em gênero e número com o substantivo consequente
4.5.1.5.2 Não admitem posposição de artigo e sempre serão adjunto adnominal

Annotations:

  • DICA: Você só vai usar CUJO, CUJAS, CUJOS, CUJAS quando estiver entre nomes/bistantivos
4.5.1.5.2.1 Cujo e Quem não admitem artigo
4.5.1.5.2.1.1 Logo, nunca terá crase no "a" antes de cuja
4.5.1.5.3 A QUE pode ser substituído por A QUAL ? Será À QUAL obrigatoriamente
4.5.1.5.4 Concorda com o termo posterior e indica posse do termo anterior
4.5.1.6 QUANTO, QUANTA,QUANTOS , QUANTOS

Annotations:

  • Tudo quanto eu pedira e ambicionara. ...
4.5.1.6.1 Somente serão pronomes relativos quando vierem antecedidas por: TUDO, TODO(A), TODOS(AS)
4.5.1.6.1.1 Ideia acessória de quantidade, intensidade ou número
4.5.1.7 COMO

Annotations:

  • Desconfiamos bastante da maneira como ele age E acharás a maneira como emendes a vida
4.5.1.7.1 Relativo modal. Sempre apresenta como antecedente um nome que equivale a modo, maneira, forma.
4.5.1.7.1.1 Pode ser substituído por SEGUNDO O QUAL, PELO QUAL ou PELA QUAL
4.5.1.8 QUANDO
4.5.1.8.1 Será pronome relativo quando tiver como antecedente um substantivo que exprima tempo ou divisões da duração equivalendo a EM QUE

Annotations:

  • Era no tempo alegre quando entrava
4.5.2 Promovem COESÃO REFERENCIA ANAFÓRICA

Annotations:

  • RETOMA
4.6 PRONOMES INTERROGATIVOS
4.6.1 QUE, QUEM, QUAL, QUANTO - orações interrogativas diretas e indiretas
4.6.1.1 Referem-se a pessoa ou coisa desconhecida
4.6.1.1.1 O pronome QUAL- é usado para distinguir uma pessoa, coisa ou qualidade dentre várias existentes
Show full summary Hide full summary

Similar

Substantivos
Peter Ensi
FIGURAS DE LINGUAGEM
Gabriela Vianna
Glossário de Português
Alessandra S.
Novo Acordo Ortográfico - Uso do Hífen
Alessandra S.
FONOLOGIA estudo dos sons
Viviana Veloso
SUBSTANTIVOS
Viviana Veloso
Figuras de linguagem
Roberta Souza
Gramática - Visão Geral - Fonologia
tiago meira de almeida
ESTRUTURA DAS PALAVRAS - Morfologia
Viviana Veloso
Português concurso
Roberta Souza
ACENTUAÇÃO GRÁFICA
Viviana Veloso