Potencial de Ação Nervoso

Juliana  Alfer
Mind Map by Juliana Alfer, updated more than 1 year ago
Juliana  Alfer
Created by Juliana Alfer over 4 years ago
145
7

Description

KOEPPEN, BRUCE M.,STANTON, BRUCE A. BERNE e LEVY: Fisiologia. 6ª edição. Editora ELSEVIER, Rio de Janeiro. 2009.

Resource summary

Potencial de Ação Nervoso
  1. Alteração rápida, Tudo-ou-Nada, do potencial de membrana, seguida por retorno ao potencial de repouso da membrana
    1. Através dos canais iônicos dependentes de voltagem
      1. Oscilam em 2 estados de condutância: Aberto e Fechado
        1. Despolarização
          1. Comportas dos canais de Na+ se abrem
            1. Feedback Positivo
              1. Grande influxo de Na+
                1. Despolariza ainda mais
                  1. Abertura de mais canais
                    1. Aumento da corrente de Na+
                2. Aumento rápido do potencial de ação
                  1. Fase de Decréscimo
                    1. Comporta de inativação do canal de Na+
                      1. Diminui condutância de Na+ Aumenta condutância de K+
                        1. Abertura dos canais de K+
                          1. Efluxo de K+
                            1. Repolarização
                              1. Potencial de Repouso
                                1. Fechamento dos canais de K+
                                2. Hiperpolarização
                                  1. Excesso da saída de K+
          2. Codificado em padrões = informação a ser transmitida por células nervosas
            1. Influências na Velocidade de Condução
              1. Diâmetro dos axônios
                1. Mielinização
                  1. Reduz a capacitância da membrana
                    1. Isolante elétrico
                      1. Maior resistência da membrana = menor perda do sinal conduzido
                      2. Condução Saltatória nos nodos de Ranvier, onde há alta concentração de canais de Na+
                    2. Sinapses
                      1. Unidade microscópica entre um neurônio e outra célula, onde se dá a transmissão de um elemento mediador de comunicação celular
                        1. pode ser
                          1. Neurônio <-> Neurônio
                            1. Neurônio <-> Músculo
                              1. Neurônio <-> Glândula Exócrina
                              2. 1) Informação é veiculada eletricamente (potencial de ação) até o terminal pré-axônico
                                1. 2) A informação é transformada e veiculada quimicamente para a célula conectada
                                2. Tipos
                                  1. Elétrica
                                    1. Junções Comunicantes GAP: Sinal flui diretamente célula-célula
                                      1. Sincronização da rede comunicante
                                        1. Canal: 2 conéxons
                                        2. Rápidas e Bidirecionais
                                          1. Altamente Dinâmica
                                            1. Pode ser modulada por diversos fatores: pH, voltagem, receptores de proteína G
                                              1. Alteram ligação entre as células e a condutância entre os canais
                                                1. Formação de novas conexões ou destruição de existentes
                                          2. Química
                                            1. Não há ligação direta entre as células
                                              1. Existência da Fenda Sináptica
                                                1. Interações entre as células intermediada por neurotransmissores
                                                  1. Receptores
                                                    1. Metabotrópicos (transmissão lenta)
                                                      1. Ligado à Proteína G
                                                        1. Cascata de segundos mensageiros
                                                          1. Abre ou fecha os Ionotrópicos
                                                            1. Transcrição gênica
                                                              1. Ativadores químicos e celulares específicos
                                                          2. Ionotrópicos (transmissão rápida)
                                                            1. Canal iônico
                                                              1. Catiônico ou Aniônico
                                                      2. Unidirecionais
                                                        1. Elemento Pré-Sináptico
                                                          1. Extremidade terminal do axônio, repleto de vesículas e mitocôndrias
                                                          2. Elemento Pós-Sináptico
                                                            1. Receptores dos neurotransmissores - zonas ativas que liberam a informação
                                                            2. Ocorrem entre
                                                              1. Axodendríticas
                                                                1. Axo-Axônica
                                                                  1. Dendrodendrítica
                                                                    1. Dendrossomática
                                                                  2. Transmissão Sináptica
                                                                    1. Chegada do potencial de ação ao terminal pré-sináptico
                                                                      1. Abertura de canais de Ca++ voltagem dependente
                                                                        1. Influxo de Ca++ na membrana pré-sináptica
                                                                          1. Ca++ se liga a proteínas Sítio de Liberação na membrana interna pré-sináptica
                                                                            1. Fusão das vesículas (com neurotransmissor) à membrana plasmática
                                                                              1. Neurotansmissor é expelido na fenda sináptica e se difunde por ela
                                                                                1. Ligação com os receptores
                                                                                  1. Abertura dos canais iônicos na membrana pós-sináptica
                                                                                    1. Alteração do potencial e da resistência da membrana pós-sináptica
                                                                                      1. Excitabilidade celular: probabilidade de desencadear potenciais de ação
                                                                                        1. Baixa
                                                                                          1. Potenciais Pós-Sinápticos Inibitórios (PPSI)
                                                                                            1. Neurotransmissor se liga a receptores da membrana pós-sináptica
                                                                                              1. Canais permeáveis a Cl- e K+
                                                                                              2. Inibição Pré-Sináptica: reduz liberação de transmissor
                                                                                                1. Neurotransmissor inibitório GABA
                                                                                                  1. Abre canais aniônicos = influxo de Cl- para o terminal
                                                                                                    1. Cancelamento do efeito excitatório dos íons Na+
                                                                                            2. Alta
                                                                                              1. Potenciais Pós-Sinápticos Excitatórios (PPSE)
                                                                                                1. Neurotransmissor se liga aos receptores da membrana pós-sináptica
                                                                                                  1. Abertura de canais de Na+ e influxo de corrente
                                                                                                    1. Corrente Excitatória Pós-Sináptica (CPSE)
                                                                                                      1. Tempo entre CPSE e PPSE é muito curto
                                                                                                        1. Neurotransmissor permanece na fenda sináptica por pouco tempo
                                                                                                          1. Degradação enzimática
                                                                                                            1. Removido pelas células da Glia ou pelo terminal pós -sináptico
                                                                                                          2. Canais dos receptores fecham e interrompem CPSE
                                                                                                            1. Pico de PPSE
                                                                                                              1. Se os canais são bloqueados, não há PPSE
                                                                                                                1. Potencial de Inversão
                                                                                                                  1. Hiperpolarização ou Despolarização insuficiente
                                                                                                    2. Tem mais áreas Excitatórias do que Inibitórias, mas a somação das Inibitórias é maior, pois são ativados com maior frequência
                                                                                                    3. Integração e Modulação da Atividade Sináptica
                                                                                                      1. Somação de vários potenciais
                                                                                                        1. Espacial/Quantal
                                                                                                          1. Soma de potenciais de ação de múltiplos terminais excitados
                                                                                                            1. Alta condutividade elétrica em toda a superfície do corpo celular
                                                                                                          2. Temporal
                                                                                                            1. Mesma sinapse ativada diversas vezes em um só terminal pré-sináptico
                                                                                                          3. Facilitação
                                                                                                            1. Aumento da amplitude do 2º estímulo sucessivo no terminal pré-sináptico
                                                                                                            2. Fadiga
                                                                                                              1. Esgotamento dos neurorreceptores
                                                                                                              2. Potencialização a Longo Prazo
                                                                                                                1. Estímulo repetitivo = alterações mais persistentes = eficácia na transmissão
                                                                                                                  1. Aprendizado, manias
                                                                                                      2. Ancoradas por proteínas-sensor de Ca++, que fazem a aproximação e fusão das vesículas para a exocitose
                                                                                                    4. Se houver gradiente eletroquímico
                                                                                                      1. O potencial de ação torna a membrana (+) = diminui a força impulsionadora = pouca entrada de Ca++
                                                                                                        1. Potencial de membrana (+) gera potencial de equilíbrio de Nerst para o Ca++
                                                                                                          1. Potencial de Supressão
                                                                                                            1. Não há liberação de neurotransmissor nem resposta pós-sináptica
                                                                                            3. Mista (glomérulo): Elétrica + Química
                                                                                              1. Unidas por GAP, mas com vesículas sinápticas e zona ativa
                                                                                          2. Unidade processadora de sinais do Sistema Neural
                                                                                        Show full summary Hide full summary

                                                                                        Similar

                                                                                        Anatomia e Fisiologia do Aparelho Urinário Humano
                                                                                        Ana Inês Kruecck Quintas
                                                                                        Anatomia e Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino
                                                                                        Ana Inês Kruecck Quintas
                                                                                        Sistema nervoso
                                                                                        João Victor
                                                                                        Sistema Urinário
                                                                                        mariana monteiro
                                                                                        Fisiologia do Sistema Renal
                                                                                        Paula Ceccon
                                                                                        Fisiologia Vegetal
                                                                                        victorgalol13
                                                                                        Aparelho Locomotor - Sistema Muscular
                                                                                        mariana monteiro
                                                                                        FISIOLOGIA DO SISTEMA RESPIRATÓRIO 1
                                                                                        Paula Ceccon
                                                                                        Sistema linfático
                                                                                        Matheus Paracampos
                                                                                        Fisiologia Humana - Eletrocardiograma, Atividade mecânica do coração e Ciclo cardíaco.
                                                                                        Eduardo Almeida
                                                                                        Quiz - Sistema Respiratório - mais em: iago-medeiros.blogspot.com.br
                                                                                        Iago Medeiros