DISMENORREIA_ALUNA_THAÍS_SENRA_UnB

Thaís Senra
Mind Map by Thaís Senra, updated more than 1 year ago
Thaís Senra
Created by Thaís Senra over 1 year ago
1
0

Description

Programa de Suporte ao Cuidado Farmacêutico na Atenção à Saúde Guia de Prática Clínica: sinais e sintomas do aparelho genital feminino Dismenorreia

Resource summary

DISMENORREIA_ALUNA_THAÍS_SENRA_UnB
1 ACOLHIMENTO
1.1 Auxilia na escolha do melhor itinerário terapêutico
1.1.1 indicação serviço mais próximo e acessível
1.1.2 contato direto com SAMU
1.2 Se torna responsável
1.2.1 seleção de terapias adequadas
1.3 dar conforto
1.4 escutar
2 ANAMNESE
2.1 Identificar situações especiais e precauções
2.2 Buscar informações para interpretar sinais e sintomas
2.2.1 Características e gravidade
2.2.2 Início, frequência e duração
2.2.3 Possíveis sinais e sintomas relacionados
2.3 Orientar quanto à seleção da intervenção + adequada
3 Situações de alerta p/encaminhamento
3.1 Ciclo de vida
3.1.1 adolescente
3.1.2 grávidas
3.1.3 Lactantes
3.1.3.1 sangramento persistente por mais de 8 semsnas pós parto
3.2 Tto previo ou concomitante
3.2.1 tto prévio
3.2.2 uso de DIU
3.2.3 uso prolongado de medicamentos
3.3 Dispaneunúria
3.4 oligomenorreia
3.5 menorragia
4 TERAPIA NÃO FARMACOLÓGICA
4.1 Objetivos
4.1.1 evitar utilização desnecessária de medicamentos
4.1.2 minimizar interrupção das atividades diárias
4.1.3 Promover alívio da dor
4.2 aplicação de calor local
4.2.1 adesivo ou bolsas térmicas
4.2.2 toalhas aquecidas
4.3 acupuntura ou acupressão
4.4 mudanças dietéticas
4.5 exercícios físicos regulares
4.6 redução/cessação tabágica
4.7 TENS alta frequência
5 TERAPIA FARMACOLÓCIA
5.1 Fitoterápicos (recomendação com cautela devido à falta de comprovação científica mais forte.)
5.1.1 Bromelaína (Extrato contendo enzimas proteolíticas extraídas de plantas da família Bromeliaceae )
5.1.2 Hesperidina (flavonoide presente na casca de frutas cítricas)
5.1.3 Chaparral (Larrea divaricata)
5.2 Alopáticos
5.2.1 Antiespasmódicos+analgésicos
5.2.1.1 Butilbrometo de escopolamina + paracetamol
5.2.1.2 Cloridrato de papaverina + dipirona+ Atropa belladona
5.2.2 Antiespasmódicos
5.2.2.1 Escopolamina
5.2.3 Analgésicos
5.2.3.1 paracetamol
5.2.4 AINEs
5.2.4.1 ibuprofeno, naproxeno, cetoprofeno
6 EDUCAÇÃO E ORIENTAÇÃO AO PACIENTE
6.1 Técnica correta de utilização e limpeza dos acessórios no controle da dor
7 AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
7.1 Avaliar adesão
7.2 avaliar possíveis reação adversas
7.3 Reavaliação dos sinais e sintomas
7.3.1 aspectos inerentes de medicamentos
7.3.2 alerta para encaminhamento?
7.4 Redução ao cessação da dor
8 DECISÃO TERAPÊUTICA
8.1 Adolescentes
8.1.1 1ºlinha
8.1.1.1 Medidas não farmacológicas, exceto TENS
8.1.1.2 AINEs
8.1.2 2ºlinha
8.1.2.1 Antiespasmódicos
8.1.3 3ºlinha
8.1.3.1 Paracetamol
8.2 Adultas
Show full summary Hide full summary

Similar

DISLIPIDEMIA INTERPRETAÇÃO E CUIDADOS
Josenildo Segundo Sites
Infecções do trato respiratório inferior hospitalar
Adriele Silva
RESPONSABILIDADE CIVIL - FARMÁCIA
Josenildo Segundo Sites
Infecções do trato respiratório inferior ambulatorial ou comunitária
Adriele Silva
Tratamento da Sepse e do choque séptico
Adriele Silva
Infecções Intra-abdominais
Adriele Silva
Infecções do trato respiratório inferior comunitária na internação hospitalar
Adriele Silva
Conceitos farmacovigilância
Dayseanne Bugarim
Questões objetivas Introdução à Farmácia Clínica I
Adriele Silva
mi mapa conceptual
Michelle Diaz