A glândula tireoide

Lucas Mariz
Mind Map by Lucas Mariz, updated 7 months ago
Lucas Mariz
Created by Lucas Mariz 8 months ago
4
0

Description

Livro: Fisiologia Médica de Boron e Boulpaep

Resource summary

A glândula tireoide
1 Características únicas
1.1 Pode ser vista e palpada
1.2 Requer iodo para produção de hormônio ativo
1.3 Hormônio armazenado no coloide tireoideano (extracelular)
1.3.1 Principal proteína é a tireoglobulina
1.3.1.1 Estrutura primária dos hormônios:
1.3.1.1.1 Tiroxina (tetraiodotirosina ou T4)
1.3.1.1.2 triiodotirosina ou T3
1.3.1.1.2.1 Não se tem receptor de membrana para esses hormônios
1.3.1.1.2.1.1 Atuam por ligação a receptores nucleares
1.3.1.1.2.1.1.1 Regula transcrição gênica para proteínas celulares
1.3.2 Produz também calcitonina
1.3.2.1 Síntetizado por células C
1.3.2.2 Homeostase de Ca++ e P
2 Síntese dos hormônios tireoidianos
2.1 Produzidos por iodação dos resíduos de tirosina na tireoglobulina
2.2 Se inicia com a captação de iodeto (I-) pela glândula
2.2.1 O cotransportador Na/I especializado (NIS)
2.2.1.1 Localizado na membrana basolateral da célula folicular
2.2.1.2 Move o I- para dentro da célula folicular
2.2.1.2.1 Contra o gradiente eletroquímico (transporte ativo secundário)
2.2.1.2.2 O I- entra no lúmen do folículo
2.2.1.2.2.1 Através da membrana apical
2.2.1.2.2.1.1 Onde se tem a pendrina
2.2.1.2.2.1.1.1 Contribui para a secreção de I-
2.2.1.2.2.1.1.2 Mutações nessa proteína causa:
2.2.1.2.2.1.1.2.1 Bócio
2.2.1.2.2.1.1.2.1.1 O crescimento se da pela absorção deficitaria de I-
2.2.1.2.2.1.1.2.1.1.1 E também em dieta deficiente de I-
2.2.1.2.2.1.1.2.2 Perda auditiva
2.2.1.2.2.2 Enquanto isso, a célula folicular secreta tireoglobulina
2.2.1.2.2.2.1 Que contem grupos tirosil
2.2.1.2.2.2.1.1 Onde o I se liga
2.2.1.2.2.2.2 As vesículas secretoras que contem a tireoglobulina
2.2.1.2.2.2.2.1 Carregam a enzima peroxidase da tireoide
2.2.1.2.2.2.2.1.1 A medida que a vesícula se funde a membrana apical
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1 A enzima penetra no lúmen
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1 Transformando iodeto (I-) em iodo (I)
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1 Na exocitose da tireoglobulina para o lúmen
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1 Tirosil reage com o iodo
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1 O hormônio (T3 e T4) ainda ligado a tireoglobulina é armazenado como coloide no folículo
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1 Essa tireoglobulina é hidrolisada liberando T3 e T4 na circulação
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Pelas enzimas lisossomais
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2 90% do secretado é T4 e 10% T3
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.1 +95% é transportado ligado a proteínas
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.1.1 TBG
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.1.2 Albumina
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.1.3 Transtiretina (TTR)
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.1.4 Só a forma livre tem ação biologica
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.2 T3 é mais importante que o T4
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.2.1 T4 é ligado mais fortemente a proteínas do plasma
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.2.2 T4 é convertido a T3 no tecido-alvo
2.2.1.2.2.2.2.1.1.1.1.1.1.1.1.2.2.3 T3 tem mais afinidade com o receptor
3 Ação do hormônio
3.1 Ocorre a medida que o hormônio se liga e ativa os
3.1.1 Receptores nucleares
3.1.1.1 Estão ligados a cromatina e alteram a transcrição de genes
3.2 Altera a taxa metabólica basal
3.2.1 Em excesso aumenta
3.2.1.1 Em baixa presença dimunui
3.2.2 Metabolismo carboidrato
3.2.2.1 Aumenta a produção hepática de glicose
3.2.2.1.1 Principalmente por gliconeogênese
3.2.2.1.1.1 Induzindo a atividade de enzimas importantes
3.2.2.1.2 Mas não aumenta a concentração de glicose plasmática
3.2.2.1.2.1 Pois o pâncreas responde com insulina
3.2.3 Metabolismo proteína
3.2.3.1 Aumenta a proteólise
3.2.3.1.1 Principalmente no músculo
3.2.3.1.2 Também aumenta a síntese de proteínas
3.2.3.1.2.1 A proteólise ainda é maior
3.2.3.1.2.1.1 Perda de proteína muscular
3.2.3.1.2.1.1.1 O T3 em excesso causa perda muscular e fraqueza
3.2.3.1.3 aa para gliconeogênese
3.2.4 Metabolismo lipídios
3.2.4.1 Aumenta a degradação de triglicerídeos
3.2.4.1.1 Glicerol para gliconeogênese
3.2.4.1.2 Além da lipólise também aumenta a lipogênese
3.2.4.1.2.1 Com o T3 em excesso ocorre mais lipólise
3.2.4.1.2.1.1 Perda de gordura corporal
4 Eixo hipotalâmico-hipofisário-tireoidiano
4.1 O hipotálamo libera o TRH
4.1.1 Que vai estimular a hipófise
4.1.1.1 A liberar o TSH
4.1.1.1.1 Os hormônios tiroidianos exercem o controle por feedback
4.1.1.1.1.1 Tanto da secreção de TRH quanto de TSH
Show full summary Hide full summary

Similar

Anatomia e Fisiologia do Aparelho Urinário Humano
Ana Inês Kruecck Quintas
Anatomia e Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino
Ana Inês Kruecck Quintas
Sistema Cardiovascular: Artérias, Veias e Capilares
Natália Abitbol
Anatomia: sistema esquelético I
Natália Abitbol
Anatomia Artérias
Filipe Brito
Regras NBRs
Maria Clara Oliveira
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
SIMULADO - Casos Clínicos
Rodrigo Gouvea
Anatomia membro inferior - Ossos, acidentes e movimentos
vitorstoco
AVALIAÇÃO TEÓRICA 13 DE MARÇO
Residencia CM HBDF
DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO
Vanessa Palauro