Primavera Árabe

kl.a.b
Mind Map by kl.a.b, updated more than 1 year ago
kl.a.b
Created by kl.a.b about 5 years ago
61
1

Description

História Mind Map on Primavera Árabe, created by kl.a.b on 04/08/2015.

Resource summary

Primavera Árabe

Annotations:

  • É uma onde revolucionária de manifestações e protestos ocorridos em boa parte dos países do mundo árabe
  • Em dezembro de 2010, essa onda de manifestações iniciou no Norte da África, atingindo a Tunísia, o Egito e a Líbia e no Oriente Médio, envolvendo o Iêmen, o Bahrein e a Síria.
  • O estopim da Primavera Árabe foi a morte do jovem tunisiano Mohamed Bouaziz. Este, em forma de protesto, ateou o fogo em seu corpo após a polícia tunisiana apreender sua a barraca de frutas e verduras.  
  • O Norte da África e o Oriente Médio são duas regiões marcadas pela instabilidade política, com uma democracia ainda incipiente. Além disso, a existência de reservas de petróleo e a atuação de grupos religiosos fundamentalistas nessas regiões aprofundam, ainda mais, a situação.
1 Aspectos comuns
1.1 Politicos

Annotations:

  •  Causa 1) Existência de longo período ditatorial    a) Norte da África             Tunísia: Ben Ali ( 23 anos); Egito: Hosni Mubarak (30 anos) e Líbia: Muammar Kaddafi (42 anos)    b) Oriente Médio         Bahrein: Rei Al-Khalifa (13 anos); Iêmen: Ali Saleh (33 anos); Família Assad ( 33 anos)  2) Corrupção e enriquecimento ilícito das elites políticas a) Ben Ali possuía uma fortuna estimada em quase 3 milhões de euros
  • Enfraquecimento político do Governo e familiares 1) Tunísia: renúncia e asilo na Árabia Saudita 2) Egito: prisão e condenação do Ex-presidente. 3) Líbia: deposto e assassinado
  • Reformas políticas: eleições livres 1) Tunísia: eleições para ANC/2011, obtendo 90 cadeiras o partido Renascença. 2) Egito: eleições parlamentares em 2011, obtendo a maioria de cadeiras o partido liberdade e justiça
  • Por que os governos ditatoriais permaneceram bastante tempo no poder? 1) Controle militar de governos ditatoriais 2) Longo histórico de repressão aos opositores políticos 3) Domínios dos clãs (elites políticas, religiosas e econômicas) 4) Corrupção generalizada e enriquecimento ilícito
  • Praticamente a população de todos os países envolvidos lutava pela democracia, isto é, reinvidicavam a liberdade de expressão, a conquista da igualdade e a queda dos governos corruptos
1.2 Militares

Annotations:

  • Manifestações reprimidas com violência pelo aparato estatal. Egito: 800 mortos p/ F policiiais Síria: 40 mil mortosLíbia: a presença de mercenários
1.3 Psicosocial

Annotations:

  •                    Causas Alto nível de desemprego principalmente entre os jovens 1) Tunísia e Egito: 25%
  • Protestos e manifestações principalmente de jovens A Irmandade Muçulmana não apoiou diretamente as manifestações no Egito.
  • Largos emprego das redes sociais 1) Twitter, Msg SMS e face book Obs:1) A internet potencializou e acelerou a ampla mobilização popular.2) Elas auxiliaram os manifestantes no rompimento da censura3) Elas tornaram impossível o controle imposto pelos governos ditatoriais. Egito: somente 25% da população tinha acesso a rede de internet. Os ativistas utilizaram os taxistas do Cairo para difundir a local da primeira manifestação contrária ao governo de Kaddafi.
1.4 Econômicos

Annotations:

  •         Causas 1) Alta de alimentos e inflação, pcp após a crise de 2008.
  • Diminuição do turismo da região. Ressorts da Tunísia teve queda no numero de hóspedes.
  • A crise de econômica de 2008, ocorrida a partir da quebra do mercado imobiliário dos EUA, desestabilizou os regimes ditatoriais do NF e OM
2 Norte da África
2.1 Tunísia

Annotations:

  • 1)País que iniciou a Primavera Árabe 2) Mohamed Bouaziz 3) Governo provisório foi instaurado
  • Governos ditatorial de BEN ALI estava a 24 anos no poder Em 2010, cerca de 3 milhões de pessoas sem emprego.
  • Ben Ali não suportou a força das manifestações populares e renunciou ao cargo de presidente em 2011. No mesmo ano, ocorreram eleições para eleger um novo governo.
2.1.1
2.1.1.1 Ben Ali
2.2 Egito

Annotations:

  • Hosni Mubarak permaneceu no poder durante 30 anos. Ele, por meio de práticas fraudulentas, foi reeleito por 6 vezes. Governo caracterizado pela corrupção em toda sua estrutura. Os EUA eram os que mais apoiavam o regime de Mubarak. então se privou dos acontecimentos que estavam ocorrendo no Egito. Em 2011, ele perdeu o apoio dos EUA.
  • Motivos que levaram a revolta: 1) O uso de serviço secreto para reprimir os opositores políticos 2) contexto social dominado pela pobreza 3) enriquecimento rápido de todos os membros governo e familiares 4) Cerca de 20 milhões de pessoas desempregadas 5) 30% da população era analfabeta
  • O exército se recusou a atirar contra a população. Ele ficou ao lado dos egípcios. 15 oficiais deixaram seus postos e se juntaram a população. Foi preso, acusado de corrupção, e mesmo hospitalizado teve que comparecer ao tribunal. O Governo desligou todas as redes, impossibilitando a transmissão on-line de dados. O Egito tinha sido isolado do mundo. (não deu certo) Esse ato do governo favoreceu a aglomeração da população nas ruas. Cerca de 40 mil manifestantes de uma cidade egípcia  saíram para saber o que estavam acontecendo, pois estava sem net. Sem o apoio do Exército e dos EUA, Hosni renunciou ao poder em 2011.
  • Em 2012, ocorreram as eleições parlamentares.
2.2.1
2.2.1.1 Hosni Mubarak
2.3 Líbia

Annotations:

  • O governo resistiu e enfrentou a manifestação popular, o que gerou  a instauração de uma Guerra Civil no País. Desencorajava qq forma de reunião. 5% da população líbia tinha acesso a net, Kaddafi não vi problemas na internet. Tal fato possibilitou o largo emprego dos chats. Os manifestantes se reuniram em Bengazi A internet foi desligada também. Ficou mais difícil organizar o movimento. Emprego de atiradores. Eles matavam as pessoas mais ativas, os supostos lideres das manifestações.
  • A OTAN Rlz intervenção no País. EUA, ING, FRA, ITA apoiaram os rebeldes contrários ao governo kaddafi.
  • Kaddafi contratou mercenários para atacar a população civil. Condenado por crimes contra a população no Tribunal de Haia.
  • Rebeldes conquistaram Trípoli e capituraram Kaddafi, vindo a posterior matá-lo em 2011.
  • O parlamento foi eleito em 2012. Os rebeldes se dividiram e possuem projetos diferentes uns dos outros. Os rebeldes, os mesmo que foram ajudados pela OTAN, atacaram o consulado dos EUA, resultando na morte do embaixador norte-americano. O motivo foi a circulação de um filme pela net que teria conteúdo ofensivo ao Islã.
2.3.1
2.3.1.1 Muammar Kaddafi
2.4 Marrocos
3 Oriente Médio
3.1 Síria

Annotations:

  • 5 mil civis mortos A ONU não interveio no PaísPor que?Possui armas químicas. Os jornalistas foram banidos da Síria
  • A Síria tem um dos governos mais repressivos do OM. Al Assad estava no poder a 11 anos. A Síria é aliada do grupo extremista muçulmano Hezbollah.
3.1.1
3.1.1.1 Bashar Assad
3.2 Iêmen

Annotations:

  • Os protestos ameaçavam o poder de 30 anos de Ali Saleh
3.2.1
3.2.1.1 Ali Saleh
3.3 Bahrein

Annotations:

  • O Rei Hamad: 12 anos no poder Os Xiitas eram discriminados Abrigava a quinta frota norte-americana. Exigiram reformas por parte do Governo. Jovem ativista Bahein foi assassinado pelo governo. no dia seguintes a população de Bahein saiu a rua para protestar. Youtube foi utilizado. Hostilidade entre os Suniitas e os Xiitas fizeram-se presente. Contou com apoio das tropas Sauditas. Bahrein decretou lei marcial.
3.3.1
3.3.1.1 Al-Khalifa
4 2010-até os dias atuais
Show full summary Hide full summary

Similar

Projeto Med 2015: História e Geografia
elisacoltro
Períodos da História do Brasil
GoConqr suporte .
História do Brasil - Período Colonial
alessandra
Hebreus, Fenícios e Persas
Júlia Flores
Brasil: Primeiro Reinado e Período Regencial
Professor Junior
Mercantilismo
Professor Junior
A CIVILIZAÇÃO ROMANA
Lucas Villar
Iluminismo
Priscila Reinaldo
SEGUNDO REINADO
Lucas Villar
Feudalismo
Malu Miralha
República Velha
Vitor Gomes