Vias de administração

milene_ferreira2
Mind Map by milene_ferreira2, updated more than 1 year ago
milene_ferreira2
Created by milene_ferreira2 over 5 years ago
21
1

Description

maps Farmacologia Mind Map on Vias de administração, created by milene_ferreira2 on 03/24/2016.

Resource summary

Vias de administração
  1. Tópicas
    1. Efeito local; a substância é aplicada diretamente onde se deseja a sua ação
      1. Cutânea
        1. Auricular
          1. Ótica
            1. Nasal
              1. Vaginal
                1. Pulmonar
                  1. Intranasal
                  2. Sistémicas
                    1. Entéricas
                      1. Efeito sistémico (não-local); recebe-se a substância via trato digestivo
                        1. Oral
                          1. Vantagens: maior segurança, comodidade: estabelecimento de esquemas terapêuticos fáceis de serem cumpridos pelo doente; absorção intestinal favorecida pela grande superfície de vilosidades intestinais
                            1. Desvantagens: aparecimento de efeitos adversos (náuseas, vómitos e diarreia) pela irritação da mucosa; acção de enzimas digestivas; interacção com alimentos; tempo de latência médio longo
                            2. Retal
                              1. Vantagens: evita o efeito de primeira passagem no fígado
                                1. Desvantagens: não é pratico; velocidade e extensão de absorção irregulares; pode induzir irritação da mucosa
                              2. Parentéricas
                                1. Efeito sistémico; recebe-se a substância por outra forma que não pelo trato digestivo
                                  1. Intramuscular
                                    1. Efeito rápido, devido ao músculo ser bastante irrigado; risco de lesões
                                    2. Intravenosa
                                      1. Absorção muito rápida; utilização de grandes volumes; riscos envolvidos
                                      2. Subcutânea
                                        1. Efeito mais lento; maiores volumes; menores riscos de complicações
                                        2. Intradérmica
                                          1. Via limitada; pequenos volumes
                                          2. Intratecal
                                            1. Via muito dolorosa; injeção de substâncias no canal raquideano, diretamente no espaço subaracnoide
                                            2. Transdérmica
                                              1. Administração não-invasiva; libertação continua de fármaco; aumento da adesão ao tratamento
                                              2. Sublingual
                                                1. Retenção do fármaco por mais tempo; área de absorção muito pequena, não aplicável para fármacos com sabor desagradável
                                            3. Fatores que influenciam a escolha da via de administração: objectivo da terapêutica, fármaco, rapidez de ação pretendida, doente.
                                              Show full summary Hide full summary

                                              Similar

                                              Analgesicos
                                              Adriana
                                              Antibióticos
                                              Drive Med
                                              Antibióticos
                                              Rafael Mangueira de Lima
                                              Antibióticos
                                              Vitoria Oliveira
                                              Antibióticos
                                              Isabella Fernandes
                                              Antibióticos
                                              Flávia Mazzarro
                                              Antibióticos
                                              Hannah Santis
                                              Antibióticos
                                              Universo JK
                                              FUNGOS
                                              Marcos Melo