ecologia

Maria Eduarda Guedes
Mind Map by Maria Eduarda Guedes, updated more than 1 year ago
Maria Eduarda Guedes
Created by Maria Eduarda Guedes almost 4 years ago
30
0

Description

ecologia de organismos

Resource summary

ecologia
1 é o estudo que busca entender a distribuição e abundância dos organismo e interações que determinam sua distribuição e abundância
2 ciência que busca entender o funcionamento da biosfera no seu âmbito biológico
3 objetivos
3.1 identificar padrões
3.2 elaborar modelos
3.3 propor mecanismos
4 ecologia de organismos
4.1 como adaptações e escolhas comportamentais pelos indivíduos afetam sua sobrevivência e reprodução e, consequentemente, sua distribuição e abundância?
4.1.1 porque o organismo está onde está?
4.1.1.1 condição
4.1.1.1.1 é um fator abiotico que determina o funcionamento e a atividade dos organismos
4.1.1.1.2 limites de tolerância
4.1.1.1.2.1 esteno: organismos que não toleram grandes variações ambientais
4.1.1.1.2.2 euri: organismos que toleram grandes variações ambientais
4.1.1.1.3 curvas de tolerância: método gráfico que demonstra a resposta de um indivíduo ou população a variação de um fator ambiental
4.1.1.1.3.1 organismos podem ser usados como bioindicadores - representam uma condição temporal
4.1.1.1.4 oxigênio, água e abrigo (recursos pois podem ser consumidos, considerados condição geralmente quando ocorrem fora da zona ótima)
4.1.1.2 recurso
4.1.1.2.1 quaisquer requerimentos de um organismo cuja quantidade pode ser reduzida pela atividade do mesmo
4.1.1.2.2 quando o recurso é limitante, sempre há competição
4.1.1.2.3
4.1.1.3 o ambiente impõe pressões através de recursos, condições e competição
4.1.1.3.1 ajustes
4.1.1.3.2 a resposta do individuo a isso pode ser resultado de um processo evolutivo
4.1.1.3.2.1 evolução: é a mudança da freqüência de atributos herdáveis de uma população ao longo do tempo
4.1.1.3.2.1.1 a evolução, através da seleção natural, atua garantindo que os melhores atributos aumentem sua freqüência na população.
4.1.1.3.2.1.1.1 seleção natural
4.1.1.3.2.1.1.1.1 variação individual
4.1.1.3.2.1.1.1.1.1 só faz sentido selecionar se houver variações
4.1.1.3.2.1.1.1.1.2 diferenças consistentes e não aleatórias na sobrevivência e reprodução entre indivíduos
4.1.1.3.2.1.1.1.1.3 surgem através de mutação e migração
4.1.1.3.2.1.1.1.2 hereditariedade
4.1.1.3.2.1.1.1.2.1 garante que as diferenças sejam mantidas a níveis mínimos na população
4.1.1.3.2.1.1.1.2.2 se não há hereditariedade as variações somem
4.1.1.3.2.1.1.1.3 aptidão diferenciada
4.1.1.3.2.1.1.1.3.1 o indivíduo de maior fitness ou aptidão em uma população é aquele que deixa o maior numero de descendentes comparado ao numero de descendentes de ouros indivíduos daquela população
4.1.1.3.2.1.1.1.3.2 a variação que surge e é mantida por hereditariedade deve apresentar alguma vantagem para haver seleção natural.
4.1.1.3.2.1.1.2 a seleção natural atua no individuo, não na população
4.1.1.3.3 como lidar com uma condição ambiental que se impõe agora?
4.1.1.3.3.1 respostas plásticas (plasticidade fenotipica: variação de fenotipos dentro da distribuição de uma espécie)
4.1.1.3.3.1.1 é uma propriedade do genótipo de produzir diferentes fenotipos ao ser exposto a ambientes variados
4.1.1.3.3.1.2 desenvolvimento: ajustes na morfologia em função de condições externas no período inicial da vida (irreversível)
4.1.1.3.3.1.3 comportamento: permite ajustes rápidos a mudanças e esta relacionado a ajustes finos no fenotipo do organismo (reversível)
4.1.1.3.3.1.4 aclimatação: mudança reversível na morfologia ou fisiologia de um organismo em resposta de uma mudança ambiental; adaptação fisiológica
5 habitat
5.1 é o lugar onde um organismo vive ou o lugar em que eu iria encontrá-lo
5.2 o que influencia o habitat de um organismo?
5.2.1 fatores biótipos: todo fator que afeta um organismo e é vivo
5.2.1.1 prevê interação com organismos
5.2.2 fatores abióticos: todo fator que afeta um organismo e não é vivo
5.2.2.1 prevê interação com o meio
6 nicho ecológico
6.1 lugar que a espécie ocupa no ambiente
6.2 intervalo de condições necessárias para um organismo viver e se reproduzir
6.3 nicho realizado: conjunto de condições nas quais os organismos vivem
6.4 nicho fundamental: conjunto de condições ideias nas quais um organismo pode viver
6.5 teoria de nicho
6.5.1 amplitude de nicho
6.5.1.1 variedade de recursos e/ou habitats usados por uma determinada espécie.
6.5.1.2 capacidade do organismo de explorar seu ambiente e desenvolver os caminhos pelos quais encara e usa o seu ambiente
6.5.1.3 generalistas x especialistas
6.5.2 diferenciação de nicho
6.5.2.1 o grau de uso diferencial de um recurso por espécies que coexistem
6.5.3 sobreposição de nicho
6.5.3.1 sobreposição no uso de um recurso por espécies diferentes
6.5.3.2 limite de similaridade: similares para ocuparem os mesmo lugares e diferentes para diminuírem a sobreposição de nicho
6.5.4 nicho e comunidade
6.5.4.1 a colonização e organização de espécies com diferentes usos de recurso
6.6 “se cada espécie ocupa um “espaço” e os ambientes são limitados em abrigar todas as espécies, há competição”
7 objetivo do individuos é viver (crescer e sobreviver) e se reproduzir
7.1 precisa escolher onde investir sua energia
7.1.1 trade-off: balanço entre a alocação de recursos limitados para determinada atividade em detrimento de outra.
7.1.1.1 implica que o favorecimento de uma atividade diminui a disponibilidade do recurso para executar outra atividade.
7.1.1.2 alocação de recursos: representa a distribuição dos produtos do crescimento, metabólicos essenciais e energia, entre os diferentes componentes e funções do indivíduo.
7.1.1.3 triangulo de grime (método gráfico; mostra que não da pra investir em todas as estratégias ao mesmo tempo)
7.1.1.3.1 competidoras (investem mais em crescimento)
7.1.1.3.2 ruderais (investem mais em reprodução)
7.1.1.3.3 tolerantes (investem mais em sobrevivência)
7.1.2 demandas conflitantes
7.1.2.1 compensações
7.1.2.1.1 para aumentar a eficiência, necessita de uma estratégia
7.1.2.1.1.1 padrão herdado geneticamente para estabelecer estas funções básicas, resultado do processo de seleção natural
7.1.2.1.1.2 fatores ambientais podem ser determinantes no estabelecimento desta estratégia - ela é extremamente flexível
7.1.2.1.1.3 quando reproduzir para garantir eficiencia?
7.1.2.1.1.3.1 iteroparidade: indivíduos tem vários eventos de reprodução dentro da fase reprodutiva
7.1.2.1.1.3.2 semelparidade: os indivíduos tem apenas um único evento em um período, distinto, de reprodução em suas vidas
7.1.2.1.1.4 organismos r e K estrategistas
7.1.2.1.1.4.1 r: investem em reprodução, crescimento populacional (número de filhotes)
7.1.2.1.1.4.2 K: investem em competição, crescimento individual (em cuidado parental)
7.2 o sucesso vem ao potencializar esses três parâmetros
Show full summary Hide full summary

Similar

Ecologia I
kyungsos
Evolução Biológica: os mecanismos. A formação de novas espécies I
Bruno Fernandes3682
Relações Ecologicas
Thamila Souza
Ecologia
vivi sousa
Ecologia
Ana Bressan
Ecologia I
Mariana Macedo
Ecologia
Mariana Macedo
Ecologia I
Beatriz Castilho