2º GERAÇÃO ROMANTISMO Ultraromantismo/mal do século

Rejania Cruz
Mind Map by Rejania Cruz, updated more than 1 year ago
Rejania Cruz
Created by Rejania Cruz almost 6 years ago
201
1

Description

Mind Map on 2º GERAÇÃO ROMANTISMO Ultraromantismo/mal do século, created by Rejania Cruz on 03/24/2014.

Resource summary

2º GERAÇÃO ROMANTISMO Ultraromantismo/mal do século
1 CONTEXTO HISTÓRICO: A segunda geração do Romantismo tem seus traços mais facilmente identificáveis no campo da poesia e seu marco inicial é dado pela publicação da poesia de Álvares de Azevedo, em 1853. Em vez do índio, da natureza e da pátria.É a evasão da realidade que ganha ênfase através da angústia, o sofrimento, a dor existencial, o amor que oscila entre a sensualidade e a idealização ( o amor é platônico, ou seja, a mulher era visto como uma figura inatíngível, impalpável, vista mais no plano espiritual do que no material). Entre esses temas, uma grande carga subjetividade.
2 Alvares de Azevedo
2.1 1- Biografia: Manoel Antonio Alvares de Azevedo (São Paulo, 1831-Rio, 1852) Formado em humanidades e Direito. Fundou a revista da Sociedade Ensaio Filosófico Paulistano, foi escritor, poeta e contista. Traduziu várias obras inglesas e não teve nenhuma obra publicada em vida, morreu vitima de tuberculose. O livro "Lira dos Vinte Anos", foi a única obra preparada pelo poeta.
2.1.1 3- Características estéticas: Suas poesias retratam o seu mundo interior, marcadas pelo subjetivismo utiliza-se do léxico para dar conta da situação adolescente, instigando aspéctos móbidos e depressivos da existência: "pálpebra demente", "matéria impura", "enganosas melodias". Fazia oposição (ainda que só retórica) ao imobilismo monárquico e aos abusos do clero, através dos poemas políticos. Alvares define uma nova inflexão do seu egotismo; dispersão, auto-ironia, fusão de libido e instinto de morte.
2.1.2 2- Principais obras: Macário (1850), Lira dos Vinte Anos (1853) Noite na Taverna (1855).Publicações postuma.
3 Casimiro de Abreu
3.1 1- Biografia: Casimiro José Marques de Abreu (Barra de são João- Rio 1839-1860). Estudou humanidades em Nova Friburgo e em Lisboa se inicia como poeta dramaturgo, depois de retornar para o Brasil morre de Tuberculose.
3.2 2- Principais Obras: Sua única Obra foi o livro: Primaveras (1859) publicado com recursos paternos. Escreveu "Meus oito anos" um dos poemas mais populares da literatura brasileira.
3.2.1 Característica estética: Permeam pelos mesmos temas dos poetas da 2 geração, mas o que diferencia é o modo de compor, ele reduzia a natureza e o próximo a um ângulo visual menor: seu lirismo de adolescente retratado na poesia, girava em torno do amor, da tristeza da vida, da saudade da Pátria e da saudade da infância e foi o que o tornou; o poeta mais popular da literatura brasileira.
4 Junqueira Freire
4.1 1- Biografia: Luiz José de Junqueira Freire (Bahia, 1832-1855). Cursou humanidades, foi professor, se dedicou ao sacerdócio na ordem Beneditina, pediu secularização retornando para casa onde veio a óbito por uma moléstia cardíaca.
4.1.1 2- Principais obras: Inspirações do Claustro (1855) e contradições poéticas.
4.1.2 3-Carcacterísticas estéticas:Sua estética é o convívio entre Eros e Thanatos (Eros e Thanatos significam, entre os gregos, o Amor e a Morte personificados), que sela a personalidade do religioso e poeta sem êxito. Em sua obra "Inspirações do Claustro" está divido entre a sensualidade, os terrores da culpa e os ideais religiosos.
5 Fagundes Varela
5.1 1- Biografia: Luis Nicolau Fagundes Varela (Rio claro, RJ 1841-Niterói, 1875). Filhos de fazendeiros, matriculou-se em Direito em São Paulo, onde casou-se e teve um filho que morreu aos 3 anos de idade. Tentou terminar os estudos em Recife, mas volta ao saber da morte da esposa, larga o curso e dedica-se a vida errante vindo a falecer de insulto cerebral.
5.1.1 2- Principais obras: Cântico do Calvário (1863),Vozes da América (1864), Cantos e Fantasias (1865)...
5.1.1.1 Características estéticas: "O maior dentre os menores poetas saídos das arcadas paulistas" segundo Bosi, seus primeiros livros é antes documental do que artístico, pois ele acompanha a vigem política do II império prenunciando os condoneiros pelo ardor nacionalista de "O estandarte (1863)" pelo mito américa-paraíso-da-liberdade "Vozes da américa (1864) e abre o tema sobre o negro ao escrever "Mauro o escravo (1864)". Os temas são os mesmos dos poetas da 2º geração, o diferencial e o cunho documental de suas obras.
Show full summary Hide full summary

Similar

Mapa Mental - Como Criar um Mapa Mental
miminoma
Spanish Questions
Niat Habtemariam
Characteristics and Climate of a hot desert
Adam Collinge
Resumo global da matéria de Biologia e Geologia (10.º e 11.º anos)
miminoma
Computing Hardware - CPU and Memory
ollietablet123
AQA Biology B2 Unit 2.1 - Cells Tissues and Organs
BeccaElaine
NSI Test First day
brahim matrix
Longevidad y Envejecimiento Fisiológico
Isaac Alexander
Meteorologia II
Adriana Forero
FV modules 1-4 infinitives- ENTER SPANISH
Pamela Dentler
Specific topic 7.7 Timber (tools/equipment/processes)
T Andrews