Métodos e princípios da Avaliação Nutricional

Gizelly de Jesus
Mind Map by Gizelly de Jesus, updated more than 1 year ago
Gizelly de Jesus
Created by Gizelly de Jesus over 3 years ago
43
2

Description

Mind Map on Métodos e princípios da Avaliação Nutricional, created by Gizelly de Jesus on 05/06/2017.

Resource summary

Métodos e princípios da Avaliação Nutricional
1 Estado nutricional:
1.1 Reflexos que a alimentação pode exercer na saúde. Exemplos: * ingestão calórica: baixo peso obesidade * nutrientes específicos: deficiência vitamínica - vitamina C: escorbuto vitamina D: raquitismo e mineral ferro, ácido fólico: anemia
1.1.1 No entanto, o estado nutricional apresenta dimensão mais ampla
1.1.1.1 O estado nutricional reflete o equilíbrio entre a ingestão e a necessidade de nutrientes de um indivíduo, sendo que este equilíbrio depende de diversos fatores.
1.1.1.1.1 Ingestão de alimentos
1.1.1.1.1.1 FATORES SOCIAIS E CULTURAIS
1.1.1.1.1.2 FATORES EMOCIONAIS
1.1.1.1.1.3 FATORES FÍSICOS
1.1.1.1.1.4 FATORES ECONÔMICOS
1.1.1.1.2 Necessidades de nutrientes
1.1.1.1.2.1 MANUTENÇÃO DAS NECESSIDADES CORPORAIS
1.1.1.1.2.2 DESENVOLVIMENTO E CRESCIMENTO
1.1.1.1.2.3 CONDIÇÕES ESPECIAIS COMO DOENÇA, FEBRE E ESTRESSE
1.1.1.2 Dimensão social do Estado Nutricional
1.2 Condição de saúde de um indivíduo, influenciada pelo consumo e a utilização de nutrientes, identificada pela correlação de informações obtidas de estudos físicos, bioquímicos, clínicos e dietéticos
2 AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL
2.1 > CONCEITO : AVALIAÇÃO ABRANGENTE PARA DETERMINAR O ESTADO NUTRICIONAL
2.1.1 * Utiliza a história clínica, nutricional e de medicamentos; * Exame físico; * Medidas antropométricas * Dados laboratoriais; * além do julgamento profissional para organizar e avaliar as informações.
2.1.2 ETAPAS DA ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL :
2.1.2.1 AVALIAÇÃO -->
2.1.2.1.1 1. Quem se pretende atender 2. Qual a razão deste atendimento 3. Quais os problemas nutricionais possíveis a serem identificados
2.1.2.2 DIAGNÓSTICO -->
2.1.2.2.1 A parir das informações obtidas, será tratado o perfil nutricional do indivíduo ou grupo avaliado
2.1.2.3 INTERVENÇÃO -->
2.1.2.3.1 A parir das informações obtidas, será possível definir condutas , relacionadas à elaboração de planos alimentares, planos educativos ou prescrição de suplementos e/ou complementos alimentares
2.2 •Existem diversos métodos para a avaliação do estado nutricional de indivíduos saudáveis ou enfermos
2.2.1 RASTREAMENTO DE RISCO NUTRICIONAL
2.2.1.1 -------------------------------------- Desenvolvido pela Sociedade Dinamarquesa de Nutrição Parenteral e Enteral ----------------------------------- Finalidade : avaliar o potencial risco de depleção nutricional • É uma ferramenta na qual os pacientes são caracterizados de acordo com o grau de desnutrição e gravidade da doença.
2.2.2 AVALIAÇÃO SUBJETIVA GLOBAL (ASG)
2.2.2.1 HISTÓRIA + EXAME FÍSICO
2.2.3 ANAMNESE NUTRICIONAL
2.2.3.1 Aná = recordar, mnesis = memória Construir elementos para relações pessoais!
2.2.3.1.1 Definição: entrevista (antecedentes: fisiológicos, de doença, e socioeconômicos-culturais do paciente/cliente e familiares) para facilitar o diagnóstico.
2.2.4 HISTÓRIA
2.2.4.1 Baseada em entrevista (anamnese) e/ou dados do prontuário médico do indivíduos • Inclui sintomas atuais e passados (queixas)
2.2.4.2 É utilizada para detectar sintomas de alteração no estado nutricional e em todos os aspectos envolvidos com o problema • Envolve também a história alimentar ou dietética do indivíduo
2.2.4.3 Alguns instrumentos utilizados na avaliação da história alimentar: • Recordatório de 24 horas (R24h) • Registro Alimentar • “Semanário Alimentar” • Questionário de Frequência Alimentar (QFA)
2.2.5 EXAME FÍSICO
2.2.5.1 Semiologia Nutricional --> Relacionada ao estudo dos sinais e sintomas das doenças. A semiologia é muito importante para o diagnóstico da maioria das enfermidades.
2.2.5.1.1 • EXAME GERAL • EXAME DA CABEÇA • EXAME DA PELE • EXAME DAS UNHAS • EXAME DAS RESERVAS CORPORAIS DE GORDURA • EXAME DAS RESERVAS CORPORAIS MUSCULARES • EXAME DA CAPACIDADE FUNCIONAL • EXAME DO ESTADO HÍDRICO
2.2.6 ESCALA DO EDEMA
2.2.7 SINAIS DE DEFICIÊNCIA NUTRICIONAL
2.2.7.1 Aparência de dentes,unhas ,gengivas,pele e etc.
2.2.8 MEDIDAS CORPORAIS
2.2.8.1 Método objetivo para medir as dimensões do corpo, incluindo:
2.2.8.1.1 Composição corporal: dobras cutâneas, bioimpedância, plestismografia, densitometria.
2.2.8.1.1.1 Resultados são comparados com valores de referência obtidos de grande número de indivíduos
2.2.8.1.1.1.1
2.2.8.1.2 Antropometria: peso, estatura e suas relações (IMC); circunferências e suas relações: dobras/pregas cutâneas
2.2.9 EXAMES LABORATORIAIS
2.2.9.1 Lei nº. 8.234/91 -------------------------------------------------------- O nutricionista pode fazer solicitação de exames laboratoriais necessários ao acompanhamento dietoterápico, desde que relacionados com alimentação e nutrição humanas.
2.3 • Não existe um método padrão-ouro.
2.4 •Devem-se utilizar as abordagens que detectem melhor o problema nutricional da população estudada e/ou aquelas que sejam mais acessíveis (habilidade, equipamento, custo, número de indivíduos).
2.5 •Respeitar de maneira criteriosa a técnica e a metodologia para a definição do diagnóstico nutricional.
2.6 A escolha do método dependerá do objetivo da avaliação e dos problemas investigados.
2.7 • Recomenda-se a combinação de diferentes métodos para maior precisão dos resultados.
2.8
2.9 RISCO NUTRICIONAL
2.9.1 A identificação de indivíduos com risco nutricional é a maior atividade necessária para fornecer intervenção custo-efetiva e ajudar a conter custos nos sistemas de saúde
2.9.1.1 DESNUTRIÇÃO
2.9.1.1.1 * PRIMÁRIA: caracteriza-se pela inadequação e pelo desequilíbrio da quantidade e qualidade da alimentação * SECUNDÁRIA ou iatrogênica: Consequência de outras enfermidades (má absorção, anorexia, alcoolismo, insuficiência de órgãos, etc
3 VIGILÂNCIA NUTRICIONAL
3.1 A avaliação contínua do perfil alimentar e nutricional da população e seus fatores determinantes compõe a Vigilância Alimentar e Nutricional (VAN).
3.2 Quase todas as pesquisas na área da nutrição (governo, universidades, hospitais, indústrias), de forma individual ou coletiva, envolvem aspectos da avaliação nutricional.
3.3 Recomenda-se que nos serviços de saúde seja realizada avaliação de consumo alimentar e antropometria de indivíduos de todas as fases da vida (crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes) e que estas observações possam ser avaliadas de forma integrada com informações provenientes de outras fontes de informação, como pesquisas, inquéritos e outros Sistemas de Informações em Saúde (SIS) disponíveis no SUS.
4 A avaliação do estado nutricional é o começo, o meio e o fim de tudo o que se faz em nutrição para indivíduos e populações, sejam saudáveis ou doentes.
Show full summary Hide full summary

Similar

GCSE AQA Chemistry - Unit 3
James Jolliffe
Mind Maps with GoConqr
Elysa Din
Les Aliments
dAnn dAnn
ESTEQUIOMETRIA EN REACCIONES QUIMICAS
Selena Flores
Diagrama de Flujo
Jose Mauro Tejeda Robles
DIDÁCTICA
Juan Cruz Alonso
DERECHO INTERNO E INTERNACIONAL.
Ha-neul Park
Mapa Conceptual Comportamientos del Consumidor
Rosario Pellejero
TEST SOBRE LOS CONOCIMIENTOS BÁSICOS EN TICS
Juan Villegas