TEORIAS DO CURRÍCULO

Regiana Nepomuceno
Mind Map by Regiana Nepomuceno, updated more than 1 year ago
Regiana Nepomuceno
Created by Regiana Nepomuceno over 3 years ago
6
1

Description

Tomaz Tadeu

Resource summary

TEORIAS DO CURRÍCULO
1 TRADICIONAIS
1.1 TECNICISTA
1.1.1 O currículo como instrumento para formar trabalhadores eficientes, produtivos e disciplinados.
1.1.1.1 Ralfh Tyler
1.2 PROGRESSISTA
1.2.1 Aprender pela ação através de experiências concretas em uma escola ativa e democrática deve ser garantido pelo currículo.
1.2.1.1 John Dewey
1.3 O currículo deve ser neutro, garantir o controle social e a eficiência no mundo do trabalho e da produção industrial
1.3.1 Franklin Bobbitt
2 CRÍTICAS
2.1 O currículo deve identificar e extinguir aspectos que limitavam a liberdade do indivíduo e dos mais diversos grupos sociais.
2.2 Currículo Oculto
2.2.1 Conhecimentos adquiridos na escola que não figuram nos programas oficiais .
2.3 Tóricos Reconceitualistas
2.3.1 Michel Young (Nova Sociologia da Educação)
2.3.1.1 A maneira como uma sociedade classifica, seleciona, distribui, transmite e avalia os conhecimentos reflete a distribuição de poder e assegura o controle social dos comportamentos individuais
2.3.2 Althusser
2.3.2.1 Nas escolas (AIE), a classe dominada é formada para o trabalho submisso e obediente, enquanto a dominante é formada para chefia e liderança. O currículo transmite e garante os princípios da ideologia dominante e a reprodução social.
2.3.3 Bourdieu e Passeron
2.3.3.1 O currículo transmite a cultura dominante garantindo sua hegemonia, e menosprezando a cultura e os costumes dos dominados. Isso dificulta o entendimento das crianças da classe dominada, levando-as, na maioria das vezes, a não completar seus estudos na escola.
3 PÓS-CRÍTICAS
3.1 Crítica aos padrões considerados “rígidos” da modernidade (masculino, heterossexual, branco e cristão). Rompe a lógica positivista, tecnocrática e racionalista, para dar voz aos subalternos e excluídos de um sistema totalizante e padronizado.
3.2 ESTUDOS DE GÊNERO
3.2.1 O mundo social fez-se de acordo com os interesses masculinos de pensamento, constituindo uma profunda desigualdade entre homens e mulheres. O currículo embora, naturalize certas condutas e estereótipos aceitos como normais e por isso é um dos responsáveis pela manutenção desses estereótipos, traz também em si um poder de subversão.
3.3 NARRATIVAS ÉTNICOS-RACIAIS
3.3.1 Focalizam a dinâmica da raça e da etnia e em questões de acesso e exclusão. Esses conceitos devem ser tratados a partir de processos de conquista e subjugação e que estão impregnados de interesses e intenções,instituindo formas de inclusão,exclusão, subordinação e exploração.
3.4 MULTICULTURALISMO
3.4.1 Maneira de atuar e transformar a dinâmica social. O currículo deve reconhecer nossas identidades culturais, identificar nossas representações do que constitui o “outro”, conceber a prática pedagógica como um processo de negociação cultural, evidenciar a construção histórico e social dos conteúdos e conceber a escola como um espaço de crítica e produção cultural.
Show full summary Hide full summary

Similar

All the Countries of the World and their Capital Cities
PatrickNoonan
Cell Structure
daniel.praecox
Resumo para o exame nacional - Felizmente Há Luar!
miminoma
The Berlin Crisis
Alina A
Get your grammar right!
Sarah Holmes
1PR101 1.test - 4. část
Nikola Truong
MP. RUPTURA PREMATURA DE MEMBRANAS
GINA DANIELA TABLA GERENA
mi mapa conceptual
Alejandra De león
mi mapa conceptual
Mónica Zetina
CLASES Y CARACTERÍSTICAS DE LOS DOCUMENTOS
jennifer Garcia buitrago
BASES EPISTEMOLÓGICAS
LAREN DOMINGUEZ