Classes de Palavras

odael souza
Flashcards by , created about 1 year ago

Gramática de Português

4
0
0
Tags
odael souza
Created by odael souza about 1 year ago
Português concurso
Roberta Souza
ESTRUTURA DAS PALAVRAS - Morfologia
Viviana Veloso
Vestibular - Crase
GoConqr suporte .
BIOLOGY HL DEFINITIONS IB
Luisa Mandacaru
Crime and Punishment Flashcards - Edexcel GCSE Religious Studies Unit 8
nicolalennon12
SUBSTANTIVOS
Viviana Veloso
GRAMÁTICA da LÍNGUA PORTUGUESA
Viviana Veloso
FONOLOGIA estudo dos sons
Viviana Veloso
Resumo para o exame nacional - Fernando Pessoa Ortónimo, Alberto Caeiro , Ricardo Reis e Álvaro Campos
marisacampos.ave
ACENTUAÇÃO GRÁFICA
Viviana Veloso
Question Answer
Quais são as classes de palavras variáveis? (admitem flexão) Variaveis (binary/octet-stream) Substantivo, adjetivo, artigo, verbo, pronome e numeral.
Palavras de Classes Variáveis. Exemplos: Caneta (substantivo), melhor (adjetivo), o, as (artigos), falar (verbo), ele (pronome) e dois (numeral).
Quais são as classes de palavras invariáveis? (Não admitem flexão). Conjunção, preposição, advérbio, interjeição. *embora (conjunção), de (preposição), mais (advérbio) , bravo! (interjeição).
Palavras de Classes Invariáveis. Exemplos: Embora (conjunção), de (preposição), mais (advérbio), bravo! (interjeição).
Morfologicamente, qual a função do substantivo? Nomeia os seres em geral.
Qual a diferença entre substantivos simples e compostos? Simples. Possuem um só radical em sua formaçã. Compostos. Possuem mais de um radical em sua formação.
Substantivo Simples. Exemplos: Cereia, amor, casa, pedra, cama.
Substantivo Compostos. Exemplo: Girassol, guarda-chuva, peixe-boi.
Qual a diferença entre substantivos comuns e próprios? Comuns. Nomeiam seres da mesma espécie, de forma geral. Próprios. Nomeiam um ser específico dentre todos de uma espécie.
Substantivo Comuns. Exemplo: Cadeira, peça, armário, quadro.
Substantivo próprio. Exemplo: João, Suécia, Bahia, Lionel Messi.
Qual a diferença entre substantivos primitivos e derivados? Primitivos. Não se originam de outra palavra. cachorro, pedra, árvore, caderno. Derivados. Originam-se de outro vocábulo. pedreira (de pedra), mangueira (de manga), arvoredo (de árvore).
Qual a diferença entre substantivos concretos e abstratos? Concretos. Nomeiam seres do mundo real ou imaginário que sejam independentes (que não necessitem de outros para existência).  mulher, sofá, fada, sereia, deus, mãe-d`água. Abstratos. Designam qualidade, estado, sentimento ou ação, portanto, nomeiam seres dependentes de outros seres. beleza (qualidade), paz (estado), saudade (sentimento), fuga (ação).
Qual a função dos substantivos coletivos? Designam um conjunto  de determinado universo de seres, objetos, etc. alcateia (de lobos), manada (de elefantes), molho (de chaves), elenco (de artistas).
Quando nos referimos à flexão do gênero do substantivo, estamos nos referindo à característica sexual do ser? Nem sempre! Quando o substantivo estiver se referindo a ser animado, a flexão de gênero poderá designar característica sexual: menino/menina, o poeta/a poetisa. Caso o substantivo se refira a ser inanimado, a flexão de gênero será puramente gramatical, fictícia, sem qualquer referência à característica sexual: o planeta, o céu, a poesia, a alma.
Qual a diferença entre os substantivos biformes e uniformes? Os biformes designam os seres conforme cada gênero - uma forma para masculino, outra para feminino: pato / pata; prefeito / prefeita. Ressalto ainda que, quando a oposição entre os gêneros for estabelecida por radicais diferentes, ocorre o substantivo heterônimo: cavalo / égua. Já os substantivos uniformes apresentam o mesmo vocábulo para designar os dois gêneros ou somente um gênero e se classificam em:  o artista / a artista;  a criança (ele ou ela)
Quais são os tipos de substantivos uniformes? Comuns de dois gêneros: a distinção entre gênero masculino e feminino é feita pelo artigo “o”:o cliente / a cliente, o artista / a artista.  Sobrecomuns: referem-se aos dois gêneros sem nenhuma marca de diferenciação gramatical: a testemunha (ele, ou ela), a criança (ele ou ela). Epicenos: esses possuem um só gênero e nomeiam animais com a posposição dos adjetivos macho e fêmea: cobra macho / cobra fêmea, jacaré macho / jacaré fêmea. 
Os substantivos sempre possuem a mesma significação quando mudam de gênero? Não. Alguns substantivos mudam completamente o significado ao alterar o gênero, são os substantivos heterossêmicos. Vejamos: o cura (pároco)                                                                                                  a cura (ato de curar) o moral (ânimo)                                                                                                a moral (honestidade,  ética) o pala (poncho)                                                                                                a pala (parte anterior do boné,) o rádio (aparelho receptor)                                                                         a rádio (estação emissora) o voga (remador)                                                                                              a voga (moda, popularidade) o grama (unidade de peso)                                                                          a grama (relva) o caixa (funcionário de caixa)                                        
látex, funil, míssil, retrós, lápis, contêiner, álcool, item. Como ficaria o plural dessas palavras? os látex (substantivo terminado em “x” não varia e o plural se faz com o determinante – artigo ou pronome). funis (substantivo terminado em “il”, quando oxítono, faz plural com “is”). mísseis (substantivo terminado em “il”, quando paroxítono, faz plural com “eis”). retroses (substantivo terminado em “s”, quando oxítono, faz plural com “es”). os lápis (substantivo terminado em “s”, quando paroxítono ou proparoxítono, não varia e o plural se faz com o determinante – artigo ou pronome). contêineres (substantivo terminado em “r e z” faz plural com “es”). álcoois (substantivo terminado em “ al, el, ol, ul” faz plural com “is”). Itens (substantivo terminado em “
Como é feito o plural dos substantivos terminados em “ão”? Na verdade, de três formas: substituindo “ão” por “ões”, “ãos” ou “ães”. Infelizmente, porém, não há uma regra específica, então concurseiro, o jeito é memorizar, sendo que a maioria dos substantivos, bem como adjetivos, terminados em “ão” fazem o plural com “ões”:balões, porões, visões, etc. Vejamos outros exemplos, uns com uma só forma, outros, com duas ou mais formas: alazão - alazães e alazões aldeão – aldeões, aldeãos e aldeães alemão- alemães anão – anões e anãos ancião – anciãos, anciães e anciões artesão – artesães e artesãos cão – cães capitão – capitães castelão – castelãos e castelões catalão – catalães charlatão – charlatães cirurgião – cirurgiões e cirurgiães corrimão – corrimãos e corrimões deão - deães e deões ermitão – ermitãos, ermitães e ermitões faisão – faisães e faisões guardião - guardiães e guardiões hortelão – hortelãos e hortelões  órfão – órfãos pão – pães  pagão – pagãos refrão – refrães e refrãos rufião – rufiões e rufiães sacristão -sacristães e sacristãos
"Os guardas-roupas estão quebrados". A flexão do plural da palavra em destaque está correta? Não, não. Nesse caso, substantivo composto no plural formado por verbo + substantivo (como guarda-chuvas, porta-malas) flexiona-se somente o segundo elemento.  A mesma logica é aplicada à formação de substantivo composto de palavra invariável + palavra variável = vice-rei / vice-reis e à formação do substantivo composto por palavras repetidas ou onomatopeicas = mata-mata / mata-matas, reco-reco / reco-recos. Mas saliento que, no caso de verbos repetidos, admite-se o plural dos dois elementos: matas-matas