ATUALIDADES

Graciela Dias
Flashcards by Graciela Dias, updated more than 1 year ago
Graciela Dias
Created by Graciela Dias almost 6 years ago
311
18

Description

ATUALIDADES

Resource summary

Question Answer
O Q DEU INÍCIO A 1ª GLOBALIZAÇÃO A EXPANSÃO ULTRAMARINA EUROPEIA; A CHEGADA DE CRISTÓVÃO COLOMBO À AMÉRICA 1942. SÉC. XV E XVI
QUAL FOI A BASE P/ ACONTECER A REV. INDUSTRIAL? O DESENV. MERCANTILISMO ESTIMULOU A PROCURA DE DIFERENTES ROTAS DA EUROPA P/ ÁSIA E A ÁFRICA. JUNTAMENTE C/ ACÚMULO DE RIQUEZAS DE ALGUNS PAÍSES E GRANDE BURGUESIA. SOMADOS AO OURO E A PRAT EXTRAÍDOS DA AMÉRICA
O Q REVOLUÇÃO INDUSTRIAL DESENVOLVEU? O TRABALHO ASSALARIADO E MERCADO CONSUMIDOR; AS DESCOBERTAS CIENTÍFICAS E AS INVENÇÕES PROVOCARAM EXPANSÃO SETORES INDUSTRIALIZADOS E EXPORTAÇÃO PRODUTO PELO MUNDO
QDO O MERCADO MUNDIAL ATINGIU TODOS CONTINENTES? C/ SURGIMENTO DAS CORPORAÇÕES MULTINACIONAIS, INDUSTRIAIS E FINANCEIRA NO FINAL SÉC. XIX E INICIO XX
O QUE FICOU EVIDENTE C/ A QUEDA DA BOLSA DE VALORES? A INTERDEPENDÊNCIA ECONÔMICA ENTRE AS NAÇÕES, C/ A DEPRESSÃO NORTE-AMERICANA DE 1929, Q TEVE CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS NO MUNDO TODO
O Q A REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA ACENTUOU? A INTEGRAÇÃO DA ECONOMIA GLOBAL, ESPECIAL POR MEIO DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES. TROCAS INFO DADOS, VOZ, IMAGENS TORNARAM-SE QUASE SIMULTÂNEAS O Q ACELEROU A INTEGRAÇÃO ATIV. ECONÔMICAS 1990
QUAIS AS CONSEQUENCIAS DA REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA? A CIRCULAÇÃO VELOZ DO CAPITAL PELO GLOBO, FACILITANDO OS INVESTIMENTOS DIRETOS E OS MOVIMENTOS ESPECULATIVOS. AS CADEIAS PRODUTIVAS SE ESPALHARAM C/ EMPRESAS TRANSFERIDAS P/ PAÍSES C/ MENOR CUSTO DE PRODUÇÃO (MÃO DE OBRA)
A GLOBALIZAÇÃO É UM PROCESSO ACABADO? NÃO, É UM PROCESSO EM CURSO E TRATA-SE DE UMA NOVA FASE DO CAPITALISMO FINANCEIRO, COMANDADA POR PAÍSES RICOS E GRANDES TRANSNACIONAIS. O PODER DESSAS EMPRESAS ULTRAPASSA O PODER DAS ECONOMIAS NACIONAIS
O Q CONTRIBUIU P/ EXPANSÃO MUNDIAL DA GLOBALIZAÇÃO E DO CAPITALISMO O DESMANTELAMENTO DO SISTEMA SOCIALISTA, Q FEZ C/ Q ANTIGAS NAÇÕES SOCIALISTAS SE INTEGRASSEM AO MERCADO GLOBAL CAPITALISTA
QUAL A CARACTERÍSTICA CENTRAL DO PERÍODO GLOBALIZANTE? A INTERDEPENDÊNCIA ENTRE OS ATORES ECONÔMICOS GLOBAIS - GOVERNOS, EMPRESAS E MOVIMENTOS SOCIAIS -
NO Q CONSISTE KEYNESIANISMO? IDEÁRIO DOMINANRE NO PERÍODO PÓS-GUERRA, A PARTIR 1945- *DEFENDIA PRESENÇA ATIVA DO ESTADO NA ECONOMIA COMO FORMA DE IMPULSIONAR O DESENVOLVIMENTO
QUAL FOI A POLÍTICA APLICADA POR JOHN KEYNES? NEW DEAL, ADOTADO NOS EUA APÓS A QUEBRA DA BOLSA, C/ MACIÇOS INVESTIMENTOS ESTATAIS P/ REATIVAR A ECONOMIA)
AS IDEIAS DO NEOLIBERALISMO VEM DE ENCONTRO C/ ÀS DO KEYNESIANISMO? SE CONTRAPÕEM, O NEOLIBERALISMO SE EXPANDE EM 1980
QUAL A CONSEQUENCIA DA EXPANSÃO DO COMÉRCIO GLOBAL? RESULTOU NA INTENSIFICAÇÃO DO FLUXO DE CAPITAIS ENTRE OS PAÍSES. A BUSCA DE MAIOR LUCRATIVIDADE LEVOU AS EMPRESAS A INVESTIREM CADA VEZ MAIS NO MERCADO FINANCEIRO, TORNANDO A ECONOMIA GLOBALIZADA
QUAL A CONSEQUÊNCIA DA REDUÇÃO DAS BARREIRAS COMERCIAIS? NO CONTEXTO DA GLOBALIZAÇÃO A FABRICAÇÃO E QQ PONTO DO MUNDO E EXPORTAÇÃO P/ OUTROS MERCADO + CADA VEZ + RENTÁVEL
O QUE A ATUAL MOBILIDADE DO MERCADO PERMITE? O FECHAMENTO DE UNIDADE DE PRODUÇÃO EM UM LOCAL E SUA ABERTURA EM OUTRA REGIÃO OU PAÍS. P/ CORTAR GASTOS C/ MÃO DE OBRA, MENOS CUSTOS C/ IMPOSTOS E INFRAESTRUTURA PRODUTIVA. MECANISMO GLOBALMENTE USADO
A GLOBALIZAÇÃO BENEFICIOU A TODOS? NÃO, A RIQUEZA CONCENTRA-SE NAS MÃOS DE POUCOS GRUPOS C/ RENDIMENTOS + ELEVADOS TORNARAM-SE + RICOS E AS DESIGUALDADES SOCIAIS AUMENTAM ENTRE AS NAÇÕES
O Q EXPLICA A CONCENTRAÇÃO DE RENDA NOS PAÍSES RICOS? A REDUÇÃO DAS TARIFAS DE IMPORTAÇÃO,POIS BENEFICIA MAIS OS PRODUTOS EXPORTADOS PELOS +RICOS. OS +POBRES NÃO TÊM CONSEGUIDO EXPORTAR PRODUTOS AGRÍCOLAS P/ +RICOS, POIS ESTES SUBSIDIAM A PRODUÇÃO INTERNA
NOS PERÍODOS DE CRISE QUAIS SÃO OS RESULTADOS DA GLOBALIZAÇÃO? NOS PAÍSES POBRES É DRAMÁTICO, POIS GERAM UM CUSTO SOCIAL ALTÍSSIMO. OCORRE BARATEAMENTO DA MÃO DE OBRA, AUMENTO DO DESEMPREGO E EXCLUSÃO SOCIAL. TBM AUMENTO DA MIGRAÇÃO PESSOAS DE PAÍSES POBRES P/ + RICOS
A DESIGUALDADE SE ACENTUA C/ A GLOBALIZAÇÃO? OS PAÍSES RICOS CONCENTRAM A VENDA DE TECNOLOGIA DE PONTA, C/ ALTO VALOR AGREGADO; E POBRES VENDA DE MATÉRIAS-PRIMAS
O Q SE OBSERVA AO LONGO DE 58 ANOS DE COMÉRCIO MUNDIAL? HÁ UM CRESCIMENTO ENORME DAS EXPORTAÇÕES DOS EUA E DA EUROPA EM RELAÇÃO AO RESTO DO MUNDO. ÁSIA C/ JAPÃO E CHINA TIVERAM UM CRESCIMENTO EM RELAÇÃO AOS DEMAIS
DO QUE DECORRE A GLOBALIZAÇÃO DOS DIAS ATUAIS? DECORRE PROCESSO HISTÓRICO IMPULSIONADO, A PARTIR DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL, PELA EXPANSÃO IMPERIALISTA E NEOCOLONIALISTA INICIADA EM MEADOS DO SÉC. XIX
QUAL A CONSEQUÊNCIA DO CRESCIMENTO DOS PARQUES INDUSTRIAIS E ACÚMULO DE CAPITAIS FIZERAM C/ Q AS GRANDES POTÊNCIAS ECONÔMICAS DA EUROPA BUSCASSEM A AMPLIAÇÃO DE SEUS MERCADOS E PROCURASSEM MAIORES QTIDADES MATÉRIA-PRIMA DISPONÍVEIS A BAIXO CUSTO.
COMO SE DEU O PROCESSO DO NEOCOLONIALISMO? A EXPLORAÇÃO DAS REGIÕES ÁFRICA, ÁSIA E OCEANIA, DOMINAÇÃO POVOS E TERRITÓRIOS E IMPLANTAÇÃO DE COLÔNIAS PELA NAÇÕES EM BUSCA DE RIQUEZAS
O QUE É IMPERIALISMO? POLÍTICA DE EXPANSÃO E DOMINAÇÃO TERRITORIAL, ECONÔMICA E CULTURAL DE UM PAÍS SOBRE OUTROS OU SOBRE 1 OU VÁRIAS REGIÕES GEOGRÁFICAS
O QUE É IMPERIALISMO CONTEMPORÂNEO? DENOMINADO NEOCOLONIALISMO, POR POSSUIR MUITAS SEMELHANÇAS C/ O COLONIALISMO DOS SÉC. XV A XIX. FINAL 2ª GUERRA(1945) MARCA O INÍCIO DA DESCOLONIZAÇÃO DA ÁFRICA, ÁSIA E OCEANIA E O INÍCIO DA GLOBALIZAÇÃO MODERNA.
CONCENSO DE WHASTINGTON CARTILHA TEÓRICA Q DEFINE AS DIRETRIZES Q A GLOBALIZAÇÃO DEVE SEGUIR. SOB IDEOLOGIA NEOLIBERAL, OU SEJA, A ECONOMIA DEVE SER ENTREGUE AS LEIS DO MERCADO. A PRESENÇA DO ESTADO INIBE O SETOR PRIVADO E FREIA O DESENVOLVIMENTO
PRINCÍPIOS FORMADORES NEOLIBERALISMO: *LIBERDADE DE MERCADO; *MÍNIMA PARTICIPAÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA; *REDUÇÃO DE SUBSÍDIOS E GASTOS SOCIAIS POR PARTE DO GOVERNO *LIVRE CIRCULAÇÃO DE CAPITAIS * FLEXIBILIZAÇÃO MERCADO DE TRABALHO *ABERTURA DOS MERCADOS INTERNOS P/ ESTRANGEIROS
CONSENSO DE WHASHINGTON E GLOBALIZAÇÃO ECONÔMICA PRÍCIPIOS NEOLIBRAL "LIBERDADE DE MERCADO *ELIMINAÇÃO DE TODOS DISPOSITIVOS Q ATRAPALHAM O LIVRE FUNCIONAMENTO DOS INVESTIMENTOS E DO COMÉRCIO: *EXCESSO IMPOSTOS, LEIS E REGRAS Q INIBAM AS TRANSAÇÕES FINANCEIRAS OU LIMITEM FUSÕES E INCORPORAÇÕES
MÍNIMA PARTICIPAÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA NEOLIBERALISMO O ESTADO É INEFICIENTE E ATRAPALHA O LIVRE FUNCIONAMENTO DOS MERCADOS, ADMINISTRA MAL OS RECURSO; ESTADO NÃO SE MODERNIZA GERA MENOS LUCRO E SERVIÇOS DE PIOR QUALIDADE; AS EMPRESAS DEVEM SER PRIVATIZADAS BARATEANDO E MELHORANDO A QUALIDADE
REDUÇÃO DE SUBSÍDIOS E GASTOS SOCIAIS POR PARTE DOS GOVERNOS NEOLIBERALISMO ESTADO DISPERDIÇA DINHEIRO C/ DIREITOS SOCIAIS; O Q PROVOCA AUMENTO DE IMPOSTOS PAGOS PELA SOCIEDADE P/ GERAR ASSISTÊNCIA AOS POBRES. SIGNIFICA PREMIAR OS FRACASSADOS E PUNIR C/ IMPOSTOS OS COMPETENTES
LIVRE CIRCULAÇÃO DE CAPITAIS NEOLIBERALISMO VISA GARANTIR A LIVRE ENTRADA E SAÍDA DE CAPITAIS EM QQ PAÍS E PERMITIR Q O MESMO DINHEIRO SEJA APLICADO E REMUNERADO EM OPERAÇÕES FINANCEIRAS, P EX, BOLSA DE VALORES, E NÃO SOMENTE NA PRODUÇÃO OU NA GERAÇÃO DE EMPREGOS
FLEXIBILIZAÇÃO MERCADO DE TRABALHO PODE-SE CONTRATAR E DEMITIR LIVREMENTE OS EMPREGADOS E REDUZIR O DISPÊNDIO DAS EMPRESA C/ FUNCIONÁRIOS; MEDIDA Q DINAMIZA A ECONOMIA E POSSIBILITA Q OS EMPRESÁRIOS INVISTAM NA PRODUÇÃO E AMPLIEM OFERTA DE EMPREGO
ABERTURA DOS MERCADOS INTERNOS P/ PRODUTOS ESTRANGEIROS ELIMINAÇÃO DO PROTECIONISMO ECONÔMICO; NENHUM PAÍS DEVE COIBIR A LIVRE CONCORRÊNCIA, INDEP. DE SUA ORIGEM NACIONAL OU ESTRANGEIRA. QUEM VAI DEFINIR QUAL A MELHOR MERCADORIA É O CONSUMIDOR Q SERÁ BENEFICIADO: OFERTA, PREÇOS BAIXOS
CONSEQUÊNCIA DA GLOBALIZAÇÃO NEOLIBERAL AMPLIOU FORMAÇÃO BLOCOS ECONÔMICOS. SOB ECONOMIA GLOBALIZADA, AJUDAM A ABRIR AS FRONTEIRA DE CADA NAÇÃO AO LIVRE FLUXO DE CAPITAIS, AO REDUZIR BARREIRAS ALFANGÁRIAS, PRÁTICAS PROTECIONISTAS E REGULAMENTAÇÕES NACIONAIS
BLOCOS ECONÔMICOS SÃO ORGANIZAÇÕES CRIADAS POR PAÍSES, PARA PROMOVER A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA, O CRESCIMENTO E A COMPETITIVIDADE INTERNACIONAL DOS PAÍSES-MEMBROS
QUAIS SÃO OS MODELOS DE BLOCO ECONÔMICO? *ÁREA DE LIVRE-COMÉRCIO *UNIÃO ADUANEIRA *MERCADO COMUM *UNIÃO ECONÔMICA E MONETÁRIA
ÁREA DE LIVRE-COMÉRCIO BLOCO ECONÔMICO IMPOSTOS, TARIFAS OU TAXAS DE IMPORTAÇÃO SÃO ELIMINADOS DE BOA PARTE OU DE TODAS AS MERCADORIAS E SERVIÇOS P/ PROMOVER O INTERCÂMBIO ENTRE PAÍSES-MEMBROS. *EXEMPLO: NAFT
UNIÃO ADUANEIRA BLOCO ECONÔMICO ABRE O MERCADO INTERNO, OS PAÍSES-MEMBROS DEFINEM REGRAS P/ O COMÉRCIO C/ NAÇÕES DE FORA DO BLOCO. A TARIFA EXTERNA COMUM É ADOTADA P/ BOA PARTE OU TOTALIDADE, DOS SERVIÇOS E MERCADORIA PROVENIENTES DE OUTROS PAÍSES, TODOS COBRAM OS MESMOS IMPOSTOS, TAXAS E TARIFAS DE IMPORTAÇÃO DE TERCEIROS
MERCADO COMUM BLOCO ECONÔMICO É UMA UNIÃO ADUANEIRA, MAS ALÉM DE MERCADORIAS E SERVIÇOS, CAPITAL E TRABALHADORES TBM PODEM CIRCULAR LIVREMENTE E SE ENGAJAR EM ATIVIDADE ECONÔMICAS EM QQ DOS PAÍSES-MEMBROS. MERCOSUL, COMUNIDADE ANDINA
UNIÃO ECONÔMICA E MONETÁRIA BLOCO ECONÔMICO ESTÁGIO FINAL DE INTEGRAÇÃO ECONÔMICA ENTRE PAÍSES. OS MEMBROS ADOTAM UMA MOEDA COMUM E A MESMA POLPITICA DE DESENVOLVIMENTO. UNIÃO EUROPEIA É O ÚNICO BLOCO A ATINGIR ESSE ESTÁGIO INTEGRAÇÃO
O QUE É LIBERALIZAÇÃO COMERCIAL OS ACORDOS ENTRE OS PAÍSES REDUZIRAM, E EM ALGUNS CASOS ACABARAM, C/ ESSAS BARREIRAS COMERCIAIS: ALTA TAXAÇÃO DE IMPOSTOS AO CRUZAR A ALFÂNDEGA. O PRODUTO IMPORTADO CHEGAVA CARO P/ CONSUMIDOR
BLOCOS ECONÔMICOS REGIONAIS *UNIÃO EUROPEIA; *ALCA *NAFTA *COMUNIDADE ANDINA *ALIANÇA DO PACÍFICO * UNIÃO ECONÔMICA EUROASIÁTICA (E.E.)
UNIÃO EUROPEIA BLOCO REGIONAL UNIÃO ECONÔMICA E MONETÁRIA, C/ 28 PAÍSES; EURO MOEDA ÚNICA, NÃO ADOTADA POR TODOS PAÍSES. ZONA DO EURO, 19 PAÍSES
QUAIS SÃO OS PAÍSES DA ZONA DO EURO? ALEMANHA, ÁUSTRIA, BÉLGICA, CHIPRE, ESLOVÁQUIA, ESLOVÊNIA, ESPANHA, ESTÔNIA, FINALÂNDIA, FRANÇA, GRÉCIA, HOLANDA, IRLANDA, ITÁLIA, LETÔNIA, LITUÂNIA, LUXEMBURGO, MALTA E PORTUGAL. REINO UNIDO NÃO FAZ PARTE DA ZONA, SUA MOEDA É LIBRA ESTERLINA
ALCA BLOCO REGIONAL PROPOSTA PELOS EUA, EM 1994, NÃO CHEGOU A SE CONSTITUIR COMO UM BLOCO ECONÔMICO. ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO INTEGRADA PAÍSES AMERICANOS, EXCETO CUBA. EM 2005 A CÚPULA DAS AMÉRICA REALIZADA NA ARGENTINA, MARCA O FRACASSO DO ACORDO, DEIXANDO AS NEGOCIAÇÕES EM SUSPENSO
NAFTA BLOCO REGIONAL ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO, INTEGRADA POR EUA, CANADÁ E MÉXICO
MERCOSUL BLOCO REGIONAL MERCADO COMUM BRASIL, ARGENTINA, URUGUAI, PARAGUAI E VENEZUELA. PARAGUAI ESTAVA SUSPENSO VOLTOU 2013. QDO O PARAGUAI APROVOU ENTRADA DA VENZUELA
PAÍSES C/ STATUS DE ASSOCIADO NO MERCOSUL BOLÍVIA, DESDE 2012 EM PROCESSO ADESÃO, CHILE, PERU, COLÔMBIA E EQUADOR NÃO ESTÃO EM PROCESSO DE ADESÃO, MAS TÊM STATUS DE ASSOCIADO GUIANA E SURINAME POSSUEM DIREITO DE PARTICIPAÇÃO NAS REUNIÃO BLOCO
O ACORDO DE LIVRE COMÉRCIO ENTRE MERCOSUL E UNIÃO EUROPEIA JÁ ESTÁ VIGENTE? NÃO, A ARGENTINA, PAÍS EM DIFICULDADES ECONÔMICAS, Q NÃO CONSEGUE APROXIMAR-SE DA OFERTA DE LIBERALIZAÇÃO DE 90% DO COMÉRICO DO BLOCO C/ A U.E, É MOTIVO Q AS NEGOCIAÇÕES NÃO AVANÇAM
COMUNIDADE ANDINA BLOCO REGIONAL MERCADO COMUM, INTEGRADO POR BOLÍVIA, COLÔMBIA, EQUADOR E PERU
ALIANÇA DO PACÍFICO BLOCO REGIONAL FORMADA EM 2012, MÉXICO, PERU, COLÔMBIA E CHILE P/ ESTABELECER LIVRE COMÉRCIO ENTRE SEUS MEMBROS E ENTRE ELES E OS PAÍSES ASIÁTICOS BANHADOS PLEO OCEANO PACÍFICO. COSTA RICA ENTROU EM 2013. ADOTA POLÍTICAS ECONÔMICAS NEOLIBERAIS E TEM APOIO DOS EUA
UNIÃO ECONÔMICA EUROASIÁTICA UEE, BLOCO REGIONAL MAIS NOVO BLOCO ECONÔMICO DO MUNDO, MAIO 2014 ASTANA, CAPITAL CAZAQUISTÃO. INTEGRADO RÚSSIA, CAZAQUISTÃO E BELARUS. ARMÊNIA E QUIRGUISTÃO (EX-REPÚBLICAS SOVIÉTICAS) MUITO POBRES, ESTÃO PROCESSO ADESÃO
A UEE COMPROMETE-SE? A GARANTIR A LIVRE CIRCULAÇÃO DE PRODUTOS, SERVIÇOS, CAPITAIS E TRABALHADORES, ALÉM DE APLICAR POLÍTICA SEMELHANTE EM DOMÍNIOS CHAVES DA ECONOMIA: ENERGIA, INDUSTRIA, AGRICULTURA, TRANSPORTES. ELES DISPÕEM 1/5 DOS RECURSOS MUNDIAIS DE GÁS E 15% DOS PETRÓLEO.
A UCRÂNIA FAZ PARTE DA UEE? PARTICIPOU DAS NEGOCIAÇÕES P/ A FORMAÇÃO DA UEE ATÉ A DEPOSIÇÃO DO PRESIDENTE VIKTOR YANUKOVICH EM FEVEREIRO 2015. O ESTOPIM DA SUA DEPOSIÇÃO FOI DEVIDO A SUA DESISTÊNCIA EM ASSINAR UM ACORDO DE ASSOCIAÇÃO E LIVRE-COMÉRCIO C/ UNIÃO EUROPEIA, EM PROL DA PARTICIPAÇÃO NA UEE
O MUNDO EM CRISE GRÉCIA, UM DOS PAÍSES MENOS DESENV. DA ZONA DO EURO, TEVE Q RECORRE À EU E AO FMI P/ OBTER RECURSOS P/ ENFRENTAR SEU GIGANTESCO DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO.
ALÉM DA GRÉCIA QUAIS OUTROS PAÍSES FORAM ATINGIDOS PELA CRISE NA EUROPA PORTUGAL, TÁLIA, IRLANDA, ESPANHA E + RECENTEMENTE O CHIPRE, PROVOCANDO TEMOR DE CONTAMINAÇÃO GENERALIZADA NA UE.
QUAL EXPRESSÃO DA VISÍVEL CRISE MUNDIAL? É O ALTO ENDIVIDAMENTO PÚBLICO Q AFETA 2 DOS PRINCIPAIS MOTORES DA ECONOMIA MUNDIAL: UNIÃO EUROPEIA E ESTADOS UNIDOS
ORIGEM DA CRISE ESTOU DA BOLHA IMOBILIÁRIA NOS EUA, EM 2088, FOI O INÍCIO DA ATUAL CRISE. FOI O FARTO CRÉDITO IMOBILIÁRIO OFERECIDO NOS ANOS ANTERIORES. ENTRE 2002 E 2008, C/ TAXAS DE JURO NORTE-AMERICANO NUM PATAMAR MUITO BAIXO
ORIGEM DA CRISE OS BANCOS FIZERAM EMPRÉSTIMOS DE LONGO PRAZO A CLIENTE SEM BOA AVALIAÇÃO COMO PAGADORES- CHAMADOS SUBPRIME. CRÉDITO FÁCIL INTENSIFICOU A PROCURA POR IMÓVEIS, Q TIVERAM OS PREÇOS ELEVADOS. MAIS TARDE, O GOVERNO SUBIU OS JUROS P/ COMBATER A INFLAÇÃO
ORIGEM DA CRISE C/ ALTA DA INFLAÇÃO AS PRESTAÇÕES FICARAM MAIS CARAS E MUITOS COMPRADORES PARARAM DE PAGAR. OS IMÓVEIS (GARANTIAS DOS EMPRÉSTIMO) FORAM RETOMADOS PELOS BANCOS, Q OS COLOCAVAM À VENDA, P COBRIR OS EMPRÉSTIMOS NÃO PAGOS. O AUMENTO DAS OFERTAS FEZ OS PREÇOS CAÍREM
ORIGEM DA CRISE MESMO C/ A VENDA, OS BANCOS NÃO CONSEGUIRAM RECUPERAR O PREJUÍZO E OS BANCOS VENDERAM TÍTULOS NO MERCADO P/ INVESTIDORES. MAS MUITOS TÍTULOS NEGOCIADOS TINHAM COMO GARANTIA EMPRÉSTIMOS SUBPRIME EC/ FALTA DE PAGAMENTO VALOR CAIU.
ESTOURO DA BOLHA IMOBILIÁRIA EM 2008, CUJO MARCO FOI A QUEBRA DE UM DOS MAIORES BANCOS DE INVESTIMENTO DOS EUA, O LEHAMN BROTHERS. A CRISE SE ESPALHOU PELO SISTEMA FINANCEIRO MUNDIAL EM EFEITO DOMINÓ
CRISE ECONÔMICA OS BANCOS E AS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS CONFIARAM DE MODO EXCESSIVO NOS CLIENTES Q NÃO TINHAM BOM HISTÓRICO DE PAGAMENTO DE DÍVIDAS, O SUBPRIME, OS BANCOS TRANSFORMARAM ESSES EMPRÉSTIMOS HIPOTECÁRIOS EM PAPÉIS (DERIVATIVOS) E VENDEREM A OUTRAS INSTITUIÇÕES FIANCEIRAS
PACTO DE ESTABILIDADE DO EURO SÃO REGRAS A SEGUIR PARÂMETROS RÍGIDOS DE INFLAÇÃO, JUROS, DÍVIDA PÚBLICA E DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO. DÉFICIT DEVE FICAR ABAIXO DE 3% DO PIB E A DÍVIDA NACIONAL EM ATÉ 60% DO PIB NAÇÕES Q TÊM ECONOMIA INTRLIGADA
QUAL A FINALIDADE DO PACTO DE ESTABILIDADE? FUNDAMENTAL P/ MANTER MOEDA ÚNICA. BANCO CENTRAL EUROPE (BCE), ÚNICO Q PODE IMPRIMIR PAPEL-MOEDA. UM DESEQUILÍBRIO ECONÔMICO-FISCAL MAIOR EM QQ NAÇÃO PÕE EM RISCO O EURO.
PLANOS DE AUSTERIDADE (OU AJUSTE) A RECEITA DESSES PLANOS É AUMENTO DE IMPOSTOS E CORTE DE GASTOS, SOBRETUDO EM BENEFÍCIOS SOCIAIS E C/ O FUNCIONALISMO PÚBL. SÃO FORMAS DE EQUILIBRAR AS CONTAS NACIONAIS.
CONSEQUENCIA DOS PLANOS DE AUTERIDADE? SÃO MEDIDAS Q EMPOBRECEM A POPULAÇÃO, LIMITAM O CRESCIMENTO ECONÔMICO E AMPLIAM O DESEMPREGO. GERA PROTESTOS E VÁRIOS DIRIGENTES DEIXARAM O PODER POR PERDER SUSTENTAÇÃO PARLAMENTAR OU DERROTAS ELEITORAIS
ENTE TROIKA É FORMADA PELA COMISSÃO EUROPEIA (CE), PLEO FMI E PELO BANCO CENTRAL EUROPEU. É QUEM DITA AS REGRAS E IMPÕE AS MEDIDAS DE AUSTERIDADE P/ ADEQUAR AS ECONOMIAS AOS PADRÕES DO EURO.
QUEM MAIS FOI ATINGIDO C/ A CRISE NA EUROPA? PORTUGAL E GRÉCIA- ECONOMIAS + FRÁGEIS *ATINGIU TBM ESPANHA E ITÁLIA. *ENTRE 2010 E 2012 CINCO PAÍSES RECORREM A EMPRÉSTIMO DA UE: GRÉCIA, ESPANHA, PORTUGAL, IRLANDA E CHIPRE. DEVIDO RETRAÇÃO NO PIB
GRÉCIA Q FOI O 1º PAÍS DA ZONA DO EURO SERIAMENTE ATINGIDO PELA CRISE DA DÍVIDA, ENTROU EM RECESSÃO EM 2009. TROIKA APROVOU DOIS PACOTES DE EMPRÉSTIMOS EMERGENCIAIS
MEDIDAS Q A GRÉCIA TEVE DE ADOTA EM TROCA DOS EMPRÉSTIMOS FORAM OBRIGADOS A ADOTAR UMA AMPLA REFORMA, COM AUMENTO DE IMPOSTOS, PRIVAÇÕES, CORTES DE DIREITOS TRABALHISTAS, DEMISSÕES DE SERVIDORES E REDUÇÃO DAS APOSENTADORIAS E DOS SALÁRIOS.
GRÉCIA E O DECLÍNIO MEIDAS PROVOCARAM UMA REVOLTA SOCIAL, GREVES E PROTESTOS. ESSA POLÍTICA ACELEROU O DECLÍNIO ECONÔMICO NACIONAL E LEVOU A UM DESEMPREGO RECORDE E O PAÍS NÃO ATINGIU AS METAS "TROIKA". CRISE DERRUBOU 1º MINISTRO GEORGE PAPANDREOU. 2002 PAÍS AMEAÇA SAIR ZONA EURO
GRÉCIA VOLTA AO MERCADO FINANCEIRO MUNDIAL DEPOIS DA AUSÊNCIA DE 4 ANOS, VOLTA AO MERCADO FINANCEIRO O PAÍS VENDE TÍTULOS DA DÍVIDA SOBERANA. A COLAIZAÇÃO DE ESQUERDA SYRIZA VENCEU AS ELEIÇÕES NO FINAL DE JANEIRO DE 2014.
GRÉCIA ALEXIS TSIPRAS, LIDER DA COALIZÃO, É O NOVO 1º MINISTRO DA GRÉCIA. O PARTIDO É CONTRA AS MEDIDAS DE AUSTERIDADE IMPOSTAS PELA TROIKA E QUER REDISCUTIR AS MEDIDAS E A DIVIDA DA GRÉCIA. VITÓRIA DE SYRIZA GERA TEMORES DE UM CONFRONTO ENTRE A GRÉCIA E O RESTANTE DA UE
UNIÃO EUROPEIA É COMPOSTA POR 28 PAÍSES, DOS QUAIS 19 INTEGRAM A ZONA DO EURO, NO QUAL COMPARTILHAM UMA MOEDA ÚNICA, E COMO CONSEQUÊNCIA, RÍGIDOS CONTROLES EXTERNO SOBRE SUAS ECONOMIAS NACIONAIS
UNIÃO EUROPEIA ENFRENTA A MAIS GRAVE CRISE DE SUA HISTÓRIA PROVOCADA PELA ELEVADA DÍVIDA PÚBLICA EM PAÍSES DA ZONA DO EURO
UNIÃO EUROPEIA ESSA CRISE COMEÇA PELAS NAÇÕES PERIFÉRICAS: GRÉCIA, IRLANDA E PORTUGAL, Q RECEBERAM SOCORRO FINANCEIRO DA UE E DO FMI
UNIÃO EUROPEIA A GRÉCIA CHEGA À BEIRA DO CALOTE DA DÍVIDA E QUASE DEIXA A ZONA DO EURO. A CRISE CONTAMINA ECONOMIAS PODEROSAS, COMO ITÁLIA E ESPANHA. ESTA RECEBE AUXÍLIO FINACEIRO P/ SALVAR OS BANCOS. EM 2013. A CRISE ATINGE CHIPRE.
QDO MUITO ENDIVIDADOS E S/ CONDIÇÕES DE PAGAR AS SUAS DÍVIDAS, UMA DAS ALTERNATIVAS ADOTADAS PELOS PAÍSES É? A EMISSÃO DE PAPEL-MOEDA P/ HONRAR OS SEUS COMPROMISSOS, MEDIDA Q NÃO PODE SER ADOTADA NA ZONA DO EURO, POIS QUEM NADA NA MOEDA É O BCE
PORTUGAL E GRÉCIA SAÍRAM DA ZONA DO EURO? NÃO, AMEAÇARAM ABANDONAR, SENDO Q UE COGITOU DE A GRÉCIA DEIXAR A UNIÃO MONETÁRIA. PORÉM NINGUÉM SAIU. O EURO PERMANECE COMO MOEDA OFICIAL
2013 e 2014 TIVERAM CRESCIMENTO MODESTO OS ESTUDOS SÃO UNÂNIMES: QQ CRESCIMENTO DEPENDE + DO DESEMPENHO DAS ECONOMIAS AVANÇADA (EUA) DO Q DOS MERCADOS EMERGENTES.
ECONMIA NORTE-AMERICANA OS MAIORES RISCOS À RECUPERAÇÃO VÊM DOS EUA. Q TERMINOU 2014 C/ INDICATIVOS MERCADO IMOBILIÁRIO SE RECUPERA; A CAPACIDADE OCIOSA DA INDUSTRIA AINDA É ALTA, + CONSUMO INTERNO SE AQUECE C/ AUMENTO CRÉDITO
ECONOMIA NORTE-AMERICANA A TAXA DE DESEMPREGO CAIU DE 10% EM OUTRUBRO DE 2009 P/ 5,6% NO FINAL DE 2014. O MERCADO DE TRABALHO JÁ SE ENCONTRA NO MESMO NÍVEL DE JUNHO DE 2008, ANTES DA EXPLOSÃO DA CRISE FIANCEIRA
ECONOMIA NORTE-AMERICANA A ECONOMIA DOS EUA PREOCUPA POR CAUSA DO ALTO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO PÚBLICO. SUBIU DE 9,3 TRILHÕES DE DÓLARES EM 2007 P/ 16,7 TRILHÕES EM 2013 - PRATICAMENTE A 100% DO PIB DO PAÍS - CORROENDO O ORÇAMENTO
ZONA DO EURO TAXA RECORSE DE DESEMPREGO E A DÍVIDA PÚBLICA CONTINUA ALTA EM VÁRIOS PAÍSES, EMBORA O PIB TENHA VOLTADO A CRESCER APÓS A CRISE MAIS SÉRIA DE SUA HISTÓRIA
ZONA DO EURO A TAXA DE EMPREGO ESTÁ MUITO ALTA: + DE 12%, EM MÉDIA. EM ALGUNS PAÍSES É MAIS GRAVE. NA GRÉCIA E NA ESPANHA, MAIS DE 1/4 DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA ESTÁ PARADA
ZONA DO EURO OUTRO PROBLEMA É O RISCO DE DEFLAÇÃO, Q EXISTE QDO HÁ QUEDA DE PREÇOS E DE SALÁRIOS.
ZONA DO EURO A DEFLAÇÃO INDICA FRAGILIDADE ECONÔMICA E É PERIGOSA: EMPRESAS E CONSUMIDORES ADIAM GASTOS, O Q REDUZ A ARRECADAÇÃO E AGRAVA OS PROBLEMAS FISCAIS
ZONA DO EURO P/ ESTIMULAR A ECONOMIA E ELEVAR A INFLAÇÃO, BCE LANÇOU PROGRAMA DE COMPRAR DE BÔNUS GOVERNAMENTAIS. SERÃO INJETADOS NA ECONOMIA DA ZONA DO EURO, 60 BILHÕES MENSAIS, ENTRE MARÇO DE 2014 A SET. DE 2016
ZONA DO EURO O DESDOBRAMENTO POLÍTICO + RECENTE DA CRISE NA EUROPA É O AVANÇO DE PARTIDOS POÍTICOS EUROCÉTICOS Q SACODEM O MUNDO POLÍTICO DO BLOCO. SÃO DE EXTREMA DIREITA NACIONALISTA E DA ESQUERDA E EXTREMA ESQUERDA
ZONA DO EURO PARTIDOS POLÍTICOS PELA EXTREMA DIREITA DESTACAM-SE A FRENTE NACIONAL NA FRANÇA, O PARTIDO DA INDEPENDÊNCIA DO REINO UNIDO (UKIP), JOBBIK NA HUNGRIA E O AURORA DOURADA NA GRÉCIA. NO CAMPO DA ESQUERDA E EXTREMA O SIRIZA, GRÉCIA.
ZONA DO EURO PARTIDOS POLÍTICOS EXTRAM DIREITA É CONTRÁRIA AO LIVRE TRABALHO E A LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOA E CONSIDERA OS IMIGRANTES COMO OS RESPONSÁVEIS POR PROBLEMAS COMO DESEMPREGO E BAIXO CRESCIMENTO NOS SEUS PAÍSES.
ZONA DO EURO PARTIDOS POLÍTICOS A EXTREMA ESQUERDA É BASTANTE CRÍTICA A PERDA DA SOBERANIA DOS PAÍSES SOBRE A MOEDA NACIONAL, ADOTAM EURO, E EM ALGUMAS DECISÕES ECONÔMICAS, JÁ ESTÃO SUBMETIDAS ÀS REGRAS DO BLOCO
AS ECONOMIAS EMERGENTES BRCS: BRASIL RÚSSIA, ÍNDIA, CHINA E ÁFRICA DO SUL; CONTINUAM CRESCENDO, MAS NÃO C/ MESMO FÔLEGO. NA CRISE DE 2009 E 2010 ESSAS ECONOMIAS PASSARAM BEM POR APRESENTAREM TAXAS SIGNIFICATIVAS DE CRESCIMENTO
AS ECONOMIAS EMERGENTES MAS FORAM ATINGIDO, POR CAUSA DA QUEDA NO COMÉRCIO INTERNACIONAL, POIS OS MERCADOS FINANCEIROS ATINGIDOS PELA CRISE REDUZIRAM INVESTIMENTOS NOS EMERGENTES. HOJE, O CRESCIMENTO ESTÁ 3 PONTO PERCENTUAIS ABAIXO DE 2010
AS ECONOMIAS EMERGENTES 3 FATORES Q FREIAM O SEU CRESCIMENTO 1- A QUEDA NO PREÇO DO PETRÓLEO E OUTRAS COMMODITIES; 2- O RECUO NO COMÉRCIO INTERNACIONAL; 3- OS GARGALOS DE INFRAESTRUTURA INTERNOS
AS ECONOMIAS EMERGENTES ESSES FATORES AFETAM PRINCIPALMENTE A CHINA. A REDUÇÃO NO RITMO DE CRESCIMENTO CHINÊS, DE 10% P/ CERCA DE 7% NOS PRÓX. ANOS, NÃO É PREOCUPANTE, POIS SE MANTÉM EXPANSÃO FORTE. C/ ELA O GIGANTE ASIÁTICO CONTINUARÁ NA POSIÇÃO DE LÍDER ECONÔMICO MUNDIAL
AS ECONOMIAS EMERGENTES MAS ESSA DESACELERAÇÃO AFETA OS PAÍSES DA ÁSIA E D+ EMERGENTES EXPORTADORES DE MATÉRIA-PRIMA P/ A INDUSTRIAS CHINESA. A ÍNDIA TBM DEVE CRESCER MENOS ENTRE 2013 E 2014.
AMÉRICA LATINA O AVANÇO É TÍMIDO. O MÉXICO DEPENDE DOS EUA, DEVE SEGUIR DE PERTO O DESEMPENHO DA ECONOMIA NORTE AMERICANA. O BRASIL TEM TIDO PREVISÕES DE CRESCIMENTO REBAIXADA.
FINAL DE 2013 ECONOMIA AS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E ECONOMIAS INTERNACIONAIS APONTAM P/ 1 EXPANSÃO EM TORNO DE 2,5% EM 2013 E 2014
PETRÓLEO BARATO PODE CAUSA TERREMOTO GEOPOLÍTICO A COTAÇÃO DO PREÇO DO BARRIL DE PETRÓLEO CAIU P/ O SEU MENOR VALOR EM QUASE 6 ANOS, NESTE MÊS DE JANEIRO. EM 8 MESES, A QUEDA É DE 60% EM JUNHO SE 2014, O BARRIL CUSTAVA US$ 107 E EM JANEIRO CAIU P/ US$ 46,00
MOTIVO DA QUEDA DO PETRÓEO -OFERTA MAIOR Q A DEMANDA, DEVIDO À ESTAGNAÇÃO DA ECONOMIA NA EUROPA, -À REDUÇÃO DO CRESCIMENTO DA CHINA E, SOBRETUDO, -O AUMENTO DA PRODUÇÃO NOS EUA (ÓLEO E GÁS DE XISTO) E CANADÁ (ÓLEO DE AREIAS BETUMINOSAS)
PETRÓLEO BARATO PODE CAUSA TERREMOTO GEOPOLÍTICO EUA SÃO O MAIOR CONSUMIDOR MUNDIAL DE PETRÓLEO E ERA O MAIOR IMPORTADOR MUNDIAL DO ÓLEO. A VIABILIDADE DA EXPLORAÇÃO DO XISTO FEZ DOS EUA O MAIOR PRODUTOR MUNDIAL DE PETRÓLEO E, EM BREVE, PODERÁ TORNÁ-LO EXPORTADOR. REVOLUÇÃO ENERGÉTICA
PETRÓLEO + BARATO IMPULSIONA CO CRESCIMENTO MUNDIAL, GANHAM OS GRANDES IMPORTADORES, Q LIBERAM RECURSOS P/ OUTROS FINS: CHIN A, JAPÃO, FRANÇA E ALEMANHA POR OUTRO LADO, PERDEM PAÍSES MUITO DEPENDENTES DAS EXPORTAÇÕES COMO RÚSSIA, VENEZUELA E NIGÉRIA.
O MEIO AMBIENTE TBM É UM DOS PERDEDORES, POIS ÓLEO BARATO HÁ MENOS INCENTIVO P/ INVESTIR EM FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA, NÃO POLUENTES E SUSTENTÁVEIS, O Q É RUM P/ A POLÍTICA DE CONTENÇÃO DO AQUECIMENTO GLOBAL QDO O PREÇO DO PETRÓLEO CAI MUITO, A ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO (OPEP) - CARTEL Q CONTROLA O PREÇO DO ÓLEO- DECIDE REDUZIR A PRODUÇÃO P/ ELEVAR O PREÇO DO PRODUTO
PORÉM A OPEP NÃO TOMOU ESTA DECISÃO. A ESTRATÉGIA DO PAÍS Q DÁ AS CARTAS NO CARTEL, A ARÁBIA SAUDITA, FOI MANTER O MESMO NÍVEL DE PRODUÇÃO MESMO C/ OS PREÇOS EM BAIXA A MEDIA FOI INTERPRETADA COMO UMA TENTATIVA DE ALIJAR NOVOS PRODUTORES DO MERCADO MUNDIAL. UM DOS ALVOS SERIA A PRODUÇÃO DE ÓLEO E GÁS DE XISTO DOS EUA. SERIA UMA TENTATIVA DE CRIAR DIFICULDADES A EXPANSÃO DA PRODUÇÃO NORTE-AMERICANA E EVITAR Q O PAÍS SE TORNE UM GRANDE EXPORTADOR DE ÓLEO, DISPUTANDO MERCADO C/ OS ATUAIS EXPORTADORES
Show full summary Hide full summary

Similar

Retrospectiva de abril 2017
Luís Felipe Mesiano
Quiz Sobre Atualidades do Vestibular
Alessandra S.
Atualidades
Larissa Guimarães
Atualidades Brasil e Mundo
Alessandra S.
Atualidades
GoConqr suporte .
Atualidades Vestibular Enem 2
GoConqr suporte .
Atualidades Enem e Vestibular - 1
GoConqr suporte .
Temas de Redação
Marina Faria
Marco Civil da Internet
Alessandra S.
PRIMAVERA ÁRABE
robertamoraes199
Retrospectiva mês de Janeiro 2017
Luís Felipe Mesiano