Dislipidemias

Ingrid Iyama
Mind Map by , created over 1 year ago

bioquimica Mind Map on Dislipidemias, created by Ingrid Iyama on 05/27/2018.

6
0
0
Tags
Ingrid Iyama
Created by Ingrid Iyama over 1 year ago
Bioquimica cards
Leatrice Barros
Biomoléculas
Bruno Romio
Enzimas - Composto Orgânico
Daiana GM
HSC Economics
lydia le
Life in Germany
Ben C
Bioquímica
Luíza Cristina
Carboidratos (glicídios, açucares, hidratos de carbono)
Beatriz Avanzi
Proteínas - Composto Orgânico
Daiana GM
Sais Minerais - Compostos Inôrganicos
Daiana GM
Metabolismo de Carboidratos II
Juliana Alfer
Dislipidemias
1 Definição: Distúrbio nos níveis/metabolismo de lipídios e/ou lipoproteínas na corrente sanguínea.
1.1 Parâmetros avaliados: lipídeos → colesterol (col) e triglicérides ou triglicerídeos (TG).
1.1.1 Lipidograma:Avaliação do perfil lipídico. Registro da quantidade de lipídeos encontrados no sangue
1.1.1.1 Parâmetros avaliados
1.1.1.1.1 colesterol-total;
1.1.1.1.2 HDL;
1.1.1.1.3 LDL;
1.1.1.1.4 VLDL;
1.1.1.1.5 colesterol não-HDL;
1.1.1.1.5.1 Parâmetro que melhor representa o risco de doenças cardiovasculares;
1.1.1.1.5.2 Representa todo o colesterol sem a fração de HDL;
1.1.1.1.5.3 Não depende de nenhuma dosagem a mais, apenas de um cálculo;
1.1.1.1.5.4 Não depende do valor de triglicérides, sendo um parâmetro importante em algumas situações, como em uma trigliceridemia
1.1.1.1.5.5 Col não-HDL (mg/dL) = Col total - HDL
1.1.1.1.6 triglicérides
1.1.1.2 Informações Importantes
1.1.1.2.1
1.1.1.2.2
1.1.1.2.3 Jejum de 12 a 14 horas;
1.1.1.2.4
1.1.1.2.5
1.1.1.2.6
1.1.1.2.7
2 Classificação
2.1 Primárias:
2.1.1 Causa genética
2.1.1.1 Transmissão familiar (hereditário);
2.1.2 Menos frequente;
2.1.3 Não associado a outras doenças.
2.2 Secundárias:
2.2.1 Doenças
2.2.1.1 diabetes
2.2.1.2 hipotireoidismo
2.2.1.3 obesidade patológica
2.2.2 Medicamentos;
2.2.3 Fatores ambientais.
2.3 Hipercolesterolemia isolada:aumento do colesterol total e/ou LDL-colesterol;
2.4 Hipertrigliceridemia isolada: aumento dos triglicérides;
2.5 Hiperlipidemia mista: aumento do colesterol total e dos triglicérides.
3 IMPORTÂNCIA CLÍNICA: Colesterol e triglicerídeos (triglicérides) são lipídeos importantes para o funcionamento do organismo, mas em excesso são prejudiciais.
3.1 Complicações:
3.1.1 Aterosclerose :Doença inflamatória crônica causada pela deposição de lipídeos (placas de ateromas) na parede das artérias.
3.1.1.1 Como acontece: LDL em excesso não é utilizado pelo tecido, se acumula e se deposita na parede dos vasos sanguíneos, que induz o processo inflamatório.
3.1.1.2 Infarto agudo do miocárdio (IAM): deposição de colesterol nas artérias coronárias;
3.1.1.2.1 Interrupção do fluxo sanguíneo em determinada região;
3.1.1.2.2 Relacionada ao aumento do nível de colesterol não-HDL;
3.1.1.2.3 Placas de ateroma nas artérias coronárias.
3.1.1.3 AVC: deposição de colesterol nas artérias que irrigam o cérebro.
3.1.2 Esteatose Hepática
3.1.2.1 Acúmulo de lipídeo nas células do fígado;
3.1.2.2 Relacionada ao aumento do nível de triglicerídeos.
3.1.3 Obesidade
3.1.4 Diabetes
4 SINTOMAS:Costuma ser assintomático até que surjam as complicações.
5 COLESTEROL:lipídeo, substância encontrada em todas as células do nosso corpo;
5.1 Funções:composição das membranas plasmáticas, síntese de hormônios (testosterona, estrógeno, cortisol); bainha de mielina.
5.2 Origem:
5.2.1 Endógena: produzido pelo fígado (75%);
5.2.2 Exógena: adquirido através da alimentação (25%).
5.3 Colesterol (gordura) não se dissolve na água. Fígado → Transportadores → lipoproteínas:
6 Triglicerídeos ou triglicérides:lipídeo, substância encontrada principalmente no tecido adiposo;
6.1 Poliproteinas
6.1.1 VLDL (very low-density lipoprotein): TG e um pouco de COL; fígado → tecidos (tecido adiposo);
6.1.1.1
6.1.2 LDL (low-density lipoprotein) - COL e um pouco de TG; fígado → tecidos;
6.1.3 HDL (high-density lipoprotein) – COL e TG; tecidos → fígado, onde será metabolizado e excretado;
6.1.4 IDL, quilomicrons.
6.1.5
6.2 Funções: reserva energética do organismo;
6.3 Quebra leva a produção de energia através dos corpos cetônicos (ácidos) e a formação de novas moléculas de glicose (gliconeogênese).
6.4 Origem: dieta.

Media attachments