PROPRANOLOL

rocha.ruda
Mind Map by rocha.ruda, updated more than 1 year ago
rocha.ruda
Created by rocha.ruda about 5 years ago
2
0

Description

Mind Map on PROPRANOLOL, created by rocha.ruda on 03/13/2015.

Resource summary

PROPRANOLOL
1 INDICAÇÃO:
1.1 HIPERTENSÃO
1.1.1 O cloridrato de Propranolol é indicado no tratamento da hipertensão. Pode ser usado isoladamente ou em associação com outros agentes anti-hipertensivos, especialmente com um diurético tiazídico. O cloridrato de Propranolol não está indicado para as emergências hipertensivas
1.2 ANGINA PECTORIS DEVIDO À ATEROSCLEROSE CORONARIANA
1.2.1 O cloridrato de Propranolol é indicado no tratamento prolongado de pacientes com angina pectoris.
1.3 ARRITMIAS CARDÍACAS
1.3.1 Arritmias supraventriculares
1.3.2 Taquicardias ventriculares
1.3.3 aquiarritmias por intoxicação digitálica
1.4 INFARTO DO MIOCÁRDIO
1.5 ENXAQUECA
1.6 ESTENOSE SUBAÓRTICA HIPERTRÓFICA
1.7 FEOCROMOCITOMA
2 CONTRA INDICAÇÃO:
2.1 1. choque cardiogênico; 2. bradicardia sinusal; 3. bloqueio atrioventricular maior que o primeiro grau (o bloqueio betaadrenérgico pode impedir a facilitação de condução induzida pela atividade simpática); 4. asma brônquica; 5. insuficiência cardíaca congestiva (vide Precauções e Advertências), a menos que a insuficiência seja subsequente a uma taquiarritmia tratável com cloridrato de Propranolol.
3 ALGUNS CUIDADOS:
3.1 O uso contínuo de bloqueadores beta-adrenérgicos em pacientes sem antecedentes de insuficiência cardíaca pode, em alguns casos, conduzir à própria insuficiência cardíaca
3.2 O bloqueio de receptores beta-adrenérgicos pode causar redução da pressão intraocular. Os pacientes devem ser avisados que cloridrato de Propranolol pode interferir em teste de triagem de glaucoma
3.3 Há relatos de exacerbação de angina e, em alguns casos, infarto do miocárdio, após a descontinuidade abrupta do tratamento com cloridrato de Propranolol
4 ALGUMAS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
4.1 bloqueadoras de canais de cálcio
4.1.1 Deve-se ter cautela quando da administração de drogas bloqueadoras de canais de cálcio em pacientes que estejam recebendo beta bloqueadores, especialmente verapamil intravenoso, pois ambas as drogas podem deprimir a contratilidade miocárdica ou a condução atrioventricular.
4.2 drogas depletoras de catecolaminas
4.2.1 Pacientes recebendo drogas depletoras de catecolaminas, tais como reserpina, devem ser rigorosamente observados caso recebam cloridrato de Propranolol. A ação adicional bloqueadora de catecolamina pode provocar uma redução excessiva da atividade nervosa simpática final, a qual pode resultar em hipotensão, bradicardia acentuada, vertigem, crises de síncope, ou hipotensão ortostática
5 COMO AGE:
5.1 O cloridrato de Propranolol, quimicamente designado de cloridrato de -(±)-1- isopropilamino-3-(1-naftiloxi) propran-2-ol, é um agente bloqueador de receptores beta-adrenérgicos, não seletivo, não possuindo qualquer outra atividade sobre o sistema nervoso autônomo. Compete especificamente com agentes estimulantes de receptores beta-adrenérgicos, pelos sítios receptores disponíveis. Quando o acesso aos sítios receptores beta-adrenérgicos é bloqueado pelo cloridrato de Propranolol, as respostas cronotrópica, inotrópica e vasodilatadora do estímulo beta-adrenérgico são proporcionalmente diminuídas
Show full summary Hide full summary

Similar

General Knowledge Quiz
PatrickNoonan
IB Chem Flashcards
j. stu
IB Bio - Mitosis Quiz
j. stu
Attachment - Psychology - Flash Cards
Megan Price
Key Biology Definitions/Terms
jane zulu
Edexcel Additional Science Biology Topic 2- Life Processes
hchen8nrd
5 Tips for motivating your students
Jen Molte
The Circulatory System
Johnny Hammer
Cell Physiology and General Physiology of Excitable Tissues- Physiology PMU 2nd Year
Med Student
HEMORRAGIAS - OBST PATOLOGICA
María José Alvarez Gazzano