Questões de Saúde mental e saúde coletiva

lorranycoelho
Note by lorranycoelho, updated more than 1 year ago
lorranycoelho
Created by lorranycoelho almost 6 years ago
134
5

Description

Questões sem possíveis respostas da disciplina de Saúde Mental e Saúde Coletiva - Professora Emilse.

Resource summary

Page 1

O que é saúde mental e saúde coletiva? Saúde Mental é o equilíbrio emocional entre o patrimônio interno e as exigências ou vivências externas. É a capacidade de administrar a própria vida e as suas emoções dentro de um amplo espectro de variações sem contudo perder o valor do real e do precioso.Saúde coletiva são as técnicas e os conhecimentos usados para intervir nos problemas e situações relacionados à saúde da população em geral ou de determinado grupo, com o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Saúde coletivaA saúde coletiva consiste em um movimento sanitário de caráter social que surgiu no SUS, esse movimento é composto da integração das ciências sociais com as políticas de saúde pública. A saúde coletiva identifica variáveis de cunho social, econômico e ambiental que possam acarretar no desenvolvimento de cenários de epidemia em determinada região, por meio de projeções feitas através da associação dos dados socioeconômicos com os dados epidemiológicos é possível elaborar uma eficiente politica de prevenção de acordo com as características da região. Vale ressaltar que a saúde coletiva também possui aplicações dentro da iniciativa privada.Toda a saúde pública é coletiva, mas nem toda saúde coletiva é pública, grosso modo podemos dizer que o planejamento da saúde pública e mais amplo que o da saúde coletiva, além de dispor de mais recursos do estado, ao passo que a saúde coletiva é planejada de acordo com as particularidades da região, tornando-a mais funcional em especial no aspecto preventivo. Quais são os principais pressupostos que norteiam a relação entre saúde mental e saúde coletiva? É de suma importância que os programas de saúde coletiva passem a cumprir um papel mais preventivo, criar a cultura do que é bom e o que é ruim para a saúde, elaborar campanhas de conscientização lúdicas que consigam transmitir a necessidade da vacinação, dos exames preventivos, programas que dão suporte a pessoas envolvidas com drogas, álcool e cigarro. Para manter a saúde mental da comunidade em dia vale o velho ditado “Prevenir é melhor que remediar”. Qual é o sentido da existência dessa disciplina na grade curricular do curso de psicologia? Por que temos que estudar políticas públicas em saúde? Por que formar alunos além da clínica privada? O que devemos priorizar nos conteúdos e ementas do curso? Quais serão as palavras-chaves que devemos perseguir nessa disciplina? Ética: parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo a respeito da essência das normas, valores, prescrições e exortações presentes em qualquer realidade social; conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade.Sujeito: o eu pensante, consciência, espírito ou mente enquanto faculdade cognoscente e princípio fundador do conhecimento; pessoa vinculada a uma relação jurídica; aquele que é titular de um direito; numa proposição, termo de que se fala, de que se afirma ou se nega algo, e ao qual se predicam propriedades, qualidades ou determinações.Subjetividade: realidade psíquica, emocional e cognitiva do ser humano, passível de manifestar-se simultaneamente nos âmbitos individual e coletivo, e comprometida com a apropriação intelectual dos objetos externos.Potência de cuidar: Potência característica do que é potente; poder; capacidade de mover (algo); força; capacidade para criar, produzir, agir; faculdade; possibilidade ou tendência de qualquer realidade material no sentido de modificar-se ou ser modificada, de tal forma que possa perfazer todas as determinações que ainda se mantêm apenas virtuais; trabalho realizado ou energia transferida por unidade de tempo.Cuidar atentar para, prestar atenção em; preocupar-se com, interessar-se por; responsabilizar-se por (algo ou alguém); tratar da saúde, do bem-estar de.Conclusão de potência de cuidar: capacidade de se interessar.Escuta: É a escuta clínica que tem papel fundamental na intervenção do paciente no sentido de ouvir a queixa e mediar com a solução para o problema.Encontro: ato de encontrar(-se), de chegar um diante do outro ou uns diante de outros; junção de pessoas ou coisas que se movem em vários sentidos ou se dirigem para o mesmo ponto.Invenção: imaginação produtiva ou criadora, capacidade criativa; descoberta ou criação (decorrente de estudo ou experimento) de alguma coisa, geração de utilidade social.

Show full summary Hide full summary

Similar

PSICOLOGIA DA GESTALT
eleuterapara
DOENÇA MENTAL E TRATAMENTO -Texto 16
eleuterapara
Behaviorismo - Skinner
Suliane Makelry
Psicologia Jurídica - Questões para reflexão sobre as aulas e o livro
Silvio R. Urbano da Silva
Quiz sobre Freud
Yasmin Padovan
TERAPIA FAMILIAR
dacir martins
POLÍTICAS PÚBLICAS
Alan Nunes
Psicologia da Educação
rsgomes88
TEORIA SEXUAL FREUD
eleuterapara
Abordagens Psicológicas
Alda Bezerra
FATORES NEUROPSICOLÓGICOS (anexo neuropsicologia)
Lorena S. Sousa