Império de Gana (feito por Willian Simões)

Description

Conheça o império de gana.
willian423TV ㅤ
Mind Map by willian423TV ㅤ, updated more than 1 year ago
willian423TV ㅤ
Created by willian423TV ㅤ over 1 year ago
4
0

Resource summary

Império de Gana (feito por Willian Simões)
  1. Origem
    1. A teorização sobre as origens de Gana foi dominada por disputas entre relatos etno-históricos e interpretações arqueológicas. As primeiras discussões sobre suas origens são encontradas nas crônicas sudanesas de Mahmud Kati e Abd al-Rahman as-Sadi. De acordo com Tarikh al-Fettash de Kati em uma seção provavelmente composta pelo autor por volta de 1580, mas citando a autoridade do juiz-chefe de Messina, Ida al-Massini, que viveu um pouco antes, vinte reis governaram Gana antes do advento do profeta Maomé, e o império estendeu-se até o século após o profeta. Ao abordar a origem dos governantes, o Tarikh al-Fettash fornece três opiniões diferentes: que eles eram Soninke, Wangara (que são um grupo Soninke) ou Sanhaja Berberes.
    2. Economia
      1. O Império de Gana foi um dos impérios mais ricos de todos. A maior parte das informações sobre a economia de Gana vem de al-Bakri. Al-Bakri observou que os mercadores tinham que pagar um imposto de dinar de ouro sobre as importações de sal e dois sobre as exportações de sal. Outros produtos tinham taxas fixas; al-Bakri mencionou o cobre e "outros bens". As importações provavelmente incluíram produtos como tecidos, ornamentos e outros materiais. Muitos dos artigos de couro feitos à mão encontrados no antigo Marrocos também tiveram suas origens no império. Ibn Hawqal cita o uso de um cheque no valor de 42.000 dinares.
      2. Governo
        1. O testemunho sobre a Gana antiga dependia de quão bem disposto o rei era para os viajantes estrangeiros, de quem vem a maioria das informações sobre o império. Os escritores islâmicos costumam comentar sobre a estabilidade político-social do império com base nas ações aparentemente justas e na grandeza do rei. Al-Bakri, um nobre mouro que vive na Espanha questionou os mercadores que visitaram o império no século 11 e escreveu sobre o rei: Ele se senta em audiência ou para ouvir queixas contra funcionários em um pavilhão abobadado em torno do qual estão dez cavalos cobertos com materiais bordados a ouro. Atrás do rei estão dez pajens segurando escudos e espadas decoradas com ouro, e à sua direita estão os filhos dos reis de seu país vestindo roupas esplêndidas e seus cabelos trançados com ouro. O governador da cidade se senta no chão diante do rei e ao redor dele há ministros sentados da mesma forma. Na porta do pavilhão estão cães de excelente pedigree que dificilmente saem do local.
          1. onde está o rei, guardando-o. Em volta do pescoço, eles usam colares de ouro e prata cravejados de várias bolas dos mesmos metais.
        2. Fontes
          1. Wikipédia, Wikipédia (inglês), Britannica Escola, 10 Civilizações Africanas Surpreendentes (Part 1) | Mwana Afrika Oficina Cultural, Brainly.
          2. Sociedade
            1. Uma prática comum na sociedade do império de Gana era as pessoas fazerem manoescritos e organizar-se em lugares estáveis para praticar a agricultura, a produção de cerâmicas e esculturas.
            2. Cultura
              1. Na Cultura do Gana é bem visível a pratica de danças, agricultura, pesca e caça.
              Show full summary Hide full summary

              Similar

              Projeto Med 2015: História e Geografia
              elisacoltro
              Iluminismo
              Priscila Reinaldo
              Hebreus, Fenícios e Persas
              Júlia Flores
              História do Brasil - Período Colonial
              alessandra
              Períodos da História do Brasil
              GoConqr suporte .
              A CIVILIZAÇÃO ROMANA
              Lucas Villar
              Brasil: Primeiro Reinado e Período Regencial
              Professor Junior
              Mercantilismo
              Professor Junior
              SEGUNDO REINADO
              Lucas Villar
              Feudalismo
              Malu Miralha
              República Velha
              Vitor Gomes