Relações entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação

Bárbara  Costa
Mind Map by Bárbara Costa, updated more than 1 year ago
Bárbara  Costa
Created by Bárbara Costa over 6 years ago
141
15

Description

Mapa Mental sobre Relações entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, criado por barbaratcn em 28-09-2015.

Resource summary

Relações entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação
  1. Biblioteconomia: Conjunto de regras de acordo com os quais os livros são organizados em espaços apropriados.

    Annotations:

    • 1895 = Bibioteconomia
    1. Organizar livros: ordenar, conservar e torná-los conhecidos por meio de catálogos, bibliografias, resumos, etc.
      1. Henri La Fontaine (1854 - 1943) e Pau Otlet (1868 - 1944) fundaram em BRUXELAS no ano de 1895 um INSTITUTO INTERNACIONAL DE BIBLIOGRAFIA
        1. Seu objetivo era registrar em fichas ou produção mundial de impressos um REPERTÓRIO BIBLIOGRÁFICO UNIVERSAL
          1. Com o surgimento dos documentos não-impressos (como a patente de invenções e as marcas de fábricas) a que se juntaram as resultantes de aperfeiçoamento nas técnicas de registros de som e imagem. THOMAS ALVA EDISON (1847 - 1931) propôs a substituição de termo BIBLIOGRAPHIC EXPLOSION por DOCUMENTATION EXPLOSION. Por ocasião do seu 10º Congresso Anual (Haia, 1931), o Instituto Internacional de Bibliografia passou a se chamar Instituto Internacional de Documentação. Seis anos depois fundava-se nos EUA o AMERICAN DOCUMENTATIOS INSTITUTE.
            1. Paul Otlet é considerado criador e sistematizador da nova ciência a partir do seu Traité de Documentation.
            2. A matéria-prima da Biblioteconomia era considerada as obras impressas, a documentação passou a se interessar por obras de qualquer natureza (DOCUMENTOS NÃO-CONVENCIONAIS).
              1. Documento é, por definição, o suporte da informação, cuja origem, transmissão e uso passaram a ser estudados por especialistas em diferentes áreas do conhecimento científico e humanístico.
              2. Biblio = Livro. Théke = Caixa. Nomos = Regra.
              3. A Ciência da Informação, tambem chamada de Informatologia foi institucionalizada a partir de algumas fundações, entre elas, na cidade de LONDRES em 1924 = ASLIB (Association of Special Libraries and Information Bureaux) sob os auspícios de instituições de pesquisas metalúrgicas. Em 1958 fundou-se na mesma cidade o Institute of Information Scientists. E dez anos depois o American Documentation Institute transformava-se em American Society for Information Science.

                Annotations:

                • 1924 = Ciência da Informação.
                1. A ciência da informação surgiu em consequência de um acordo tácito entre bibliotecários e documentalistas, tendo estes aceito a nova denominação e aqueles imposto a palavra biblioteca, do que resultou a frase hifenizada por George E. Bennett libraryand information science: frase consagrada, sem os hífens, tanto nos nomes de várias escolas de pós-graduação como nos títulos de importantes obras de referência. Uma delas, a monumental Encyclopedia of library and information science, cujo corpus principal, em 36 volumes, vem sendo permanentemente atualizado por suplementos.
                  1. OBJETIVO DA BIBLIOTECONOMIA: democratização da cultura através de bibliotecas públicas , a preservação e difusão do patrimônio bibliográfico de cada nação, tarefa das bibliotecas nacionais e das bibliografias nacionais correntes e retrospectivas o apoio documental ao ensino e à pesquisa oferecido pelas bibliotecas universitárias.
                    1. OBJETIVO DA DOCUMENTAÇÃO: fornecer resumos de pesquisas, em processo ou já concluídas, tanto quanto de artigos, comunicações a congressos, relatórios, teses, patentes etc., e, eventualmente, traduções e reproduções desses documentos, muitos dos quais não-impressos
                      1. OBJETIVO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: não veio substituir a documentação, eis que seu objetivo é estudar a gênese, transformação e utilização da informação
                    2. Le Coadic acredita que as 4 disciplinas - a biblioteconomia, a museoconomia, a documentação e o jornalismo - é que todas atribuíram um interesse particularmente grande aos suportes da informação e não à informação.
                      1. Para Le Coadic, a biblioteconomia não é ciência, mas,, uma prática de organização: a arte de organizar bibliotecas. É importante enfatizar que para o autor a Ciência da Informação é uma ciência interdisciplinar, Também é importante colocar que, grosso modo, a Ciência da Informação é uma ciência social, pois não se preocupa com a informação em si, e sim com os impactos sociais que ela provoca.
                      2. Pioneiros: vai até o período da Primeira Grande Guerra (1914-1918). Principais expoentes: Paul Otlet, Henri La Fontaine, dois advogados belgas. Foi o período chamado por Lópes Yepes (1989) “Movimento da Documentação”. Nesse período surgiram a CDU, o IIB (Insituto Internacional de Bibliografia), a FID (Federação Internacional de Documentação); e o programa de Controle Bibliográfico Universal.
                        1. Segundo período (1919 à II Guerra - 1939-1945): O IIB é reestruturado e se constitui numa Federação de Organizações de Documentação. Otlet e Goldschimidt apresentam uma biblioteca portátil composta de microfichas, equivalente a cerca de 500 metros de estantes cheias de livros. Otlet publica o seu Tratado de Documentação (1934).
                          1. Segundo período (1919 à II Guerra - 1939-1945): O IIB é reestruturado e se constitui numa Federação de Organizações de Documentação. Otlet e Goldschimidt apresentam uma biblioteca portátil composta de microfichas, equivalente a cerca de 500 metros de estantes cheias de livros. Otlet publica o seu Tratado de Documentação (1934).
                            1. Terceiro período (Do pós-guerra à Conferência Internacional sobre Informação Científica, 1958): É o período da explosão da informação. Destaca-se Vannevar Bush e seu conhecido texto As we may think, de 1945.
                              1. Quarto período (1960 à década de 80): Ocorrem as conferências do Georgia Tech (1961 e 1962). Destaca-se Robert Taylor e seus estudos sobre CI, que teriam como escopo, para ele, “o estudo das propriedades, estrutura e transmissão do conhecimento especializado e o desenvolvimento de métodos para sua organização e disseminação úteis.”
                                1. Quinto período (Da década de 90 aos dias atuais): Destacamse Wersig e Saracevic. Ciência da Informação como ciência interdisciplinar. Saracevic afirma que há diferença substancial entre CI e Biblioteconomia.
                              Show full summary Hide full summary

                              Similar

                              OCR Chemistry - Atoms, Bonds and Groups (Definitions)
                              GwynsM
                              Cognitive Psychology - Loftus and Palmer (1974)
                              Robyn Chamberlain
                              Plant Structure and Photosynthesis
                              Evangeline Taylor
                              English Literary Terminology
                              Fionnghuala Malone
                              AQA GCSE Physics Unit 2.1
                              Matthew T
                              English Poetry Key Words
                              Oliviax
                              Peace and Conflict Flashcards - Edexcel GCSE Religious Studies Unit 8
                              nicolalennon12
                              GCSE Biology B1 (OCR)
                              Usman Rauf
                              GCSE REVISION TIMETABLE
                              megangeorgia03
                              Using GoConqr to study Maths
                              Sarah Egan
                              Conocimiento General de Aeronaves
                              Adriana Forero