Fisiologia Humana - Introdução ao Sistema Renal

Description

Fisiologia Humana Flashcards on Fisiologia Humana - Introdução ao Sistema Renal, created by Eduardo Almeida on 03/09/2018.
Eduardo Almeida
Flashcards by Eduardo Almeida, updated more than 1 year ago
Eduardo Almeida
Created by Eduardo Almeida almost 5 years ago
10
0

Resource summary

Question Answer
Quais as 7 principais funções renais? 1. Excreção de substâncias 2. Regulação ácido-básica 3. Regulação hidreletrolítica 4. Gliconeogênese 5. Produção de 1,25-dihidroxivitamina D3 6. Produção de eritropoetina 7. Regulação da pressão arterial
Como funciona o suprimento sanguíneo renal? Da aorta saem ramos colaterais que são as artérias renais direita e esquerda. Elas entram nos rins através do hilo renal formando artérias segmentares, as quais na região da pelve e medula renais formam artérias interlobares. Na região da base das pirâmides renais, as artérias interlobares passam a se chamar artérias arqueadas e, posteriormente, já próximo ao córtex renal, artérias interlobulares. Destas se originam arteríolas aferentes e, seguidamente, capilares glomerulares (que se emaranham formando o glomérulo). Saindo do glomérulo há arteríolas eferentes, as quais dão origem aos capilares peritubulares que circundam os túbulos e Alça de Henle atuando também nos processos de reabsorção e secreção de substâncias entre sangue e lúmen dos túbulos renais
O suprimento sanguíneo renal corresponde a qual porcentagem do débito cardíaco? 22% aproximadamente
Comente brevemente sobre a drenagem venosa que ocorre nos rins Os capilares peritubulares que circundam os túbulos renais vão, aos poucos, convergindo em vasos maiores (vênulas) e estas, por sua vez, convergem na veia renal, a qual sai pelo hilo renal para tributar na veia cava inferior
Qual a função primordial dos néfrons? Formação da urina
Quais os dois tipos de néfrons existentes? Néfrons corticais Néfrons justamedulares
Qual a diferença de posição dos glomérulos nos dois tipos de néfrons? Os glomérulos dos néfrons corticais encontram-se na zona cortical externa enquanto que os glomérulos dos néfrons justamedulares posicionam-se na zona cortical interna
Qual a diferença das Alças de Henle nos dois tipos de néfrons? Nos néfrons corticais, a Alça de Henle é mais curta e penetra muito pouco a região medular. Já as Alças de Henle dos néfrons justamedulares penetram grande extensão da medula renal em direção às papilas renais, e apresentam importante papel na formação de urina concentrada, contando com o auxílio dos vasa recta (vasos peritubulares especiais paralelos às Alças) que realizam troca de íons por contracorrente mantendo hiperosmolaridade da medula renal
Qual a função dos ureteres? Condução da urina do rim até a bexiga
Que tipo de movimento realiza a musculatura lisa do ureter para a condução da urina? Movimentos peristálticos (de propulsão)
Qual o efeito, nervo e receptor da inervação simpática no ureter? Efeito: vasodilatação e relaxamento da musculatura Nervo: hipogástrico Receptor: beta2 (Gs)
Qual o efeito, nervo e receptor da inervação parassimpática no ureter? Efeito: aumento das contrações peristálticas ureterais Nervo: esplâncnico pélvico Receptor: M3 (Gq)
Como ocorre o reflexo da micção? Na situação de enchimento da bexiga, o músculo detrusor encontra-se relaxado, o esfíncter interno contraído passivamente e o esfíncter externo contraído voluntariamente (via fibras motoras somáticas do nervo pudendo que recebe ordens oriundas do córtex cerebral e da ponte). Ao chegar a um determinado nível de enchimento, a parede vesical se distende e ativa receptores sensíveis ao estiramento que enviam informações ao corno dorsal da medula via fibras aferentes sensoriais parassimpáticas do nervo esplâncnico pélvico. Na medula espinhal, ocorre duas etapas: CONTINUA
. Do corno ventral partem fibras eferentes motoras parassimpáticas (nervo esplâncnico pélvico) até o músculo detrusor (contraindo-o) e esfíncter interno (relaxando-o). Além disso, dentro da medula espinhal, essas fibras sensoriais aferentes tentam inibir a contração voluntária que está sendo feita no esfíncter externo. Caso essa inibição seja mais forte que o controle volitivo, o esfincter externo relaxa e a micção ocorre. Se a micção não ocorrer, o reflexo de micção é interrompido e depois se autorregenera. Na micção voluntária, o próprio córtex e ponte manda comandos para relaxamento do esfíncter externo, além do que a musculatura abdominal se contrai aumentando a pressão abdominal e consequentemente a pressão vesical, facilitando a eliminação da urina
Quais os 3 fatores renais básicos essenciais para a formação da urina? intensidade de excreção urinária (E) depende da intensidade de filtração glomerular (F) somada à intensidade de secreção tubular (S), subtraída a intensidade de reabsorção tubular (R) E = F + S - R
Quais substâncias não são filtradas? Proteínas plasmáticas (devido repulsão entre cargas negativas da proteína com os proteoglicanos da membrana basal) e células sanguíneas
Glicose e aminoácidos são filtrados? Sim, mas praticamente todas as moléculas são reabsorvidas
De todo o sangue que chega ao glomérulo, ______% é filtrado e os outros ____% seguem pela arteríola eferente. De todo o filtrado glomerular, menos de _____% é efetivamente excretado para o meio externo 20% 80% 1%
Do que é composta a membrana capilar glomerular? células do endotélio capilar + membrana basal + células epiteliais (podócitos)
Verdadeiro ou falso: praticamente toda a creatinina filtrada é excretada para o meio externo? Verdadeiro
Além da filtração, qual outro processo auxilia na excreção de ácidos e bases orgânicas? Secreção
_________ e _________ sofrem reabsorção completa _________ como o _______ e cloreto sofrem reabsorção parcial aminoácidos e glicose íons / sódio
A cápsula de Bowman é também denominada ____________ Cápsula glomerular
As lacunas entre os podócitos são denominadas _________________ Fenestrações ou fendas de filtração
Cápsula glomerular + glomérulo formam o _________________________ Corpúsculo renal ou corpúsculo de Malpighi
Entre o folheto visceral associado a podócitos e o folheto parietal da cápsula glomerular existe um espaço ___________ ou espaço de ___________ Capsular Bowman
Por que a perda de cargas negativas da membrana capilar glomerular resulta no aparecimento de albumina na urina? Cargas negativas da membrana basal (proteoglicanos) repelem proteínas de carga negativa que estão no sangue (como exemplo a albumina) impedindo assim que elas sejam filtradas. Com a perda dessas cargas negativas da membrana (nefropatia com alteração mínima), proteínas como a citada vão ser filtradas e, não sendo reabsorvidas, aparecerão na urina, caracterizando quadro de albuminúria
A pressão líquida de filtração depende de quais fatores? (10 mmHg) 1. Pressão hidrostática glomerular (pg) - 60 mmHg 2. Pressão hidrostática na cápsula de Bowman (pb) - 18 mmHg 3. Pressão oncótica glomerular (πg) - 32 mmHg 4.Pressão oncótica das proteínas na cápsula de Bowman (πb) - ZERO
Qual fator pode ser modificado para alterar a filtração glomerular normalmente? FG = Kf * pg pg = pressão hidrostática glomerular, guardando uma relação diretamente proporcional
O que é kf? "coeficiente de filtração nos capilares glomerulares" Depende da área e espessura da membrana de filtração
A pressão hidrostática nos capilares glomerulares é normalmente modificada por quais processos? 1. Mudanças na pressão arterial (pouca modificação) 2. Mudanças na resistência arteriolar aferente (efeito inverso) 3. Mudanças na resistência arteriolar eferente (efeito bifásico)
Show full summary Hide full summary

Similar

Anatomia e Fisiologia do Aparelho Urinário Humano
Ana Inês Kruecck Quintas
Anatomia e Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino
Ana Inês Kruecck Quintas
Sistema Cardiovascular: Artérias, Veias e Capilares
Natália Abitbol
Anatomia: sistema esquelético I
Natália Abitbol
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
Anatomia Artérias
Filipe Brito
Regras NBRs
Maria Clara Oliveira
SIMULADO - Casos Clínicos
Rodrigo Gouvea
Anatomia membro inferior - Ossos, acidentes e movimentos
vitorstoco
AVALIAÇÃO TEÓRICA 13 DE MARÇO
Residencia CM HBDF
DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO
Vanessa Palauro