Agentes Antimicrobianos

Description

Agentes Antimicrobianos - Alhena Karen Leal, Istéfani Teixeira - 5NMB
Alhena Karen Leal
Mind Map by Alhena Karen Leal, updated more than 1 year ago
Alhena Karen Leal
Created by Alhena Karen Leal over 4 years ago
40
1

Resource summary

Agentes Antimicrobianos
  1. Sulfas e Quinolonas
    1. Sulfas
      1. Grupo com amplo espectro de ação Entretanto, devido ao aparecimento de resistência microbiana, o uso destes quimioterápicos foi sendo limitado
        1. Farmacodinâmica
          1. São bacteriostáticas e, em concentrações altas, são bactericidas Atuam como inibidores competitivos da enzima que catalisa a reação (a dihidropteroato sintase), bloqueando a síntese de ácido fólico Que é fundamental para a síntese de DNA e RNA bacteriano a partir do PABA, interferindo nesse processo
          2. Farmacocinética
            1. Biotransformadas no fígado, principalmente por acetilação e oxidação A eliminação das sulfas se faz por via renal, por filtração glomerular
        2. Quinolonas
          1. Possuem grande aplicação em Medicina Veterinária Devido à grande eficiência contra a maioria das Enterobacteriaceae, este grupo tornou-se de escolha no combate a infecções urinárias de difícil tratamento
            1. Farmacodinâmica
              1. São bactericidas e sua atividade antimicrobiana se relaciona com a inibição das topoisomerases bacterianas Também conhecida como DNA girase Todos estes quimioterápicos inibem a DNA girase, impedindo o enrolamento da hélice de DNA em uma forma superespiralada
              2. Farmacocinética
                1. O grau de biotransformação das quinolonas é bastante variável As fluorquinolonas são parcialmente biotransformadas, sendo excretadas na urina e na bile, em altas concentrações, como substância ativa
          2. Betalactâmicos
            1. Farmacodinâmica
              1. A parede celular é constituída de peptideoglicano Este é composto por ácido N-acetilmurâmico e por N-acetilglicosamina associados a aminoácidos A penicilina e cefalosporina são antibióticos impedem a síntese da parede celular, interferindo na última etapa da síntese do peptideoglicano
              2. Penicilinas
                1. Obtidas a partir de variedades do fungo Penicillium a mais potente é a penicilina G, sendo a única usada terapeuticamente, é inativada pelo pH ácido do estômago, aplicação por vias parenterais Não são biotransformadas no organismo, sendo eliminadas pelos rins, 90% por secreção tubular e 10% por filtração glomerular
                2. Cefalosporinas
                  1. Provêm do fungo Acremonium strictum O uso das cefalosporinas em Medicina Veterinária vem se ampliando, embora o alto custo do tratamento seja um fator limitante De modo geral, as cefalosporinas têm características farmacocinéticas semelhantes àquelas das penicilinas
                3. Antibióticos bacteriostáticos
                  1. Tetraciclinas
                    1. São antibióticos produzidos por diversas espécies de Streptomyces e algumas são semissintéticas assim denominadas por causa da sua estrutura química inicialmente o nome de aureomicina devido à coloração dourada do fungo produtor
                      1. Farmacodinâmica
                        1. Antibióticos bacteriostáticos inibem a síntese proteica, ligando-se aos ribossomos, após penetrarem no interior da bactéria, ligam-se reversivelmente à subunidade 30 S do ribossomo do microrganismo Impedindo que o RNAt se fixe ao ribossomo e, com isto, a síntese proteica é inibida
                        2. Farmacocinética
                          1. Administradas tanto por via oral, como por vias parenterais são excretadas na sua forma ativa pela urina ou, em menor proporção, pela bile A filtração glomerular é o processo responsável pelo mecanismo de excreção renal destes antibióticos
                      2. Anfenicois
                        1. Farmacocinética
                          1. Em monogástricos é bem absorvido no sistema digestório; em ruminantes é destruído pela microbiota ruminal São biotransformados no fígado, sendo eliminados conjugados com o ácido glicurônico Parte é excretada de forma intacta pela urina, pela filtração glomerular Os metabólitos inativos são eliminados principalmente pela urina e pequena parte através da bile
                          2. Farmacodinâmica
                            1. Os anfenicóis inibem a síntese proteica dos microrganismos sensíveis, ligandose irreversivelmente à subunidade 50 S do ribossomo bacteriano São antibióticos bacteriostáticos
                        2. Antifungicos
                          1. Os medicamentos antifúngicos podem ser classificados como de uso tópico e/ou sistêmico Os principais agentes químicos usados como antifúngicos em Medicina Veterinária são: os imidazóis
                            1. Imidazóis
                              1. Farmacodinâmica
                                1. Antifúngica de amplo espectro altera a permeabilidade de membrana Esta alteração ocorre pela inibição da síntese do ergosterol (semelhante ao colesterol em células animais) Pois os imidazóis se ligam às enzimas do citocromo P450 do fungo
                                2. Farmacocinética
                                  1. Biotransformado no fígado principalmente pela hidroxilação Somente 2 a 4% são excretados de maneira íntegra pelos rins Portanto, a insuficiência renal não afeta a concentração plasmática
                              Show full summary Hide full summary

                              Similar

                              Anti-inflamatórios
                              Alhena Karen Leal
                              Anestésicos Inalatórios
                              Alhena Karen Leal
                              Drogas Que Atuam no Sistema Digestório
                              Alhena Karen Leal
                              Farmacologia do Aparelho Renal
                              Alhena Karen Leal
                              Tranquilizantes e Agonistasα2-adrenérgicos
                              Alhena Karen Leal
                              Anestésicos Injetáveis
                              Alhena Karen Leal
                              Medicamentos Que Atuam no Sistema Cardiovascular
                              Alhena Karen Leal
                              Antiparasitários
                              Alhena Karen Leal
                              Sistema Respiratório
                              bedamorim
                              Tecido Epitelial
                              bedamorim
                              Antibióticos
                              Drive Med